Ordem de Serviço da construção do aeroporto de Maragogi ocorre na quinta-feira (4)
   29 de janeiro de 2021   │     8:58  │  0

Um dos momentos mais esperados pela população de Maragogi e também do Litoral Norte de Alagoas acontecerá na próxima quinta-feira (4) com a assinatura da Ordem de Serviço para inicio da construção do aeroporto de Maragogi.

Um sonho que se tornará realidade depois de 20 anos de espera entre muitas promessas e uso político da obra. A solenidade terá a presença do Governador Renan Filho e os secretários de desenvolvimento e turismo, Rafael Brito, Mosart Amaral, de Transporte e desenvolvimento urbano, além do prefeito Sérgio Lira.

A proposta de construção do aeroporto, surgiu em 2000, em uma reunião entre o prefeito Sérgio Lira que estava em seu primeiro mandato, com o então secretário estadual de turismo de Pernambuco, Luiz Eduardo Cadoca, que pretendia construir o empreendimento na divisa dos dois estados, entre os municípios de São José da Coroa Grande e Maragogi. O projeto chegou a ser preparado, mas uma ação no Ibama de Pernambuco, embargou a obra alegando que iria causar um forte impacto ambiental em toda região. Houve também movimentação nos bastidores e empresários da região que são contra a obra, alegando que é desnecessária, mas que hoje reavaliam suas opiniões.

O tempo se passou e o projeto do aeroporto de Maragogi, virou “cabo eleitoral” de muitos candidatos a prefeito de Maragogi, deputados estaduais, federais, senadores e também a governador. Houve até um vídeo do presidente Bolsonaro circulando nas redes sociais prometendo o aeroporto. Contudo, a obra realmente só vai se concretizar graças ao governador Renan Filho, que assina Ordem de Serviço na próxima terça-feira.

A obra vai agregar valor ao destino turístico, dotando não só Maragogi, mas toda região Norte de Alagoas e até mesmo os municípios da Mata Sul de Pernambuco vão sair com lucros com a obra do Governo de Alagoas, com um equipamento aeroviário tão importante para o turismo, como também o transporte de alimentos produzidos nos inúmeros assentamentos existentes na região.

A perspetiva é que seja atendida demandas regionais e também de voos fretados nacionais e internacionais vindos da Europa, como também voos de aeronaves particulares de praticantes de golfe, já que existe um projeto piloto de um Golfe Cube em andamento em Porto de Pedras e outro do Grupo Amarantes (Salinas) em Japaratinga.

Equipamento

O aeroporto contará com um terminal de embarque e desembarque de passageiros, uma pista de pouso e decolagem de 2.200 metros, além de um pátio para abrigar duas aeronaves simultaneamente, situados numa área de 340.888 hectares, segundo estudo topográfico. A construção será 100% financiada com recursos do Governo de Alagoas. A obra será encabeçada pela Secretaria de Transporte e Desenvolvimento Urbano (Setrand), está orçada em aproximadamente R$ 120 milhões e tem prazo para conclusão de dois anos após o início dos trabalhos.

Maragogi aparece, ainda, nos rankings dos mais procurados de agências on-line como Hotel Urbano e Decolar. Na ausência de um aeroporto regional, de acordo com dados da CCC&VBN, 90% dos turistas chegam a Maragogi por Recife, em Pernambuco.

O secretário de Transporte e Desenvolvimento Urbano, Mosart Amaral, destaca que a construção do Aeroporto Costa dos Corais é uma obra estruturante que vai garantir o fortalecimento da atividade turística em Alagoas, além de gerar empregos e novas oportunidades à população alagoana.

“Fala-se da construção do aeroporto de Maragogi há 17 anos, desde 2004, e só agora está saindo do papel com o empenho do governador Renan Filho. Essa obra, e todo o conjunto de obras estruturantes que estão sendo tocadas no Norte do estado, mostra que o governador valoriza e investe na vocação turística da região. O resultado disso é, invariavelmente, mais progresso e desenvolvimento econômico para Alagoas”, Finalizou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *