Covid -19: Prefeito de Arapiraca teme cenário de horror nos próximos dias
   Mozart  Luna  │     29 de abril de 2020   │     8:47  │  5

 

Rogério Teófilo pede ajudar para mais leitos e disse que vai endurecer medidas para evita aglomerações e fiscalizar o comércio 

Arapiraca é a segunda maior cidade de Alagoas e a pandemia de coronavírus pode transformá-la em palco de um cenário terrível de mortes em massa. Esse temor é sentido pelo prefeito Rogério Teófilo, que concedeu uma entrevista ao nosso blog e revelou que está bastante preocupado devido a falta de estrutura para atender a demanda que cresce a cada dia, numa progressão geométrica.

Segundo ele o município é o centro de atendimento médico para 46 municípios da macro região do Agreste, que tem no total cerca de um milhão de habitantes e somente 40 leitos de Utis para covid-19.

Rogério Teófilo disse que está bastante preocupado, já que os testes enviados pelo Governo Federal estão sendo aplicados e o que se pode observar é o cenário que se desenha é assustador.  ” Começou a surgir  apenas a ponta do iceberg. Os 600 testes rápidos doados pelo Governo Federal estão sendo usados nos casos suspeitos e no pessoal da saúde. Os primeiros resultados já demonstram que tem muita gente contaminada, mas na situação assintomática”, disse ele.

Com o decorrer dos dias e realização dos testes, o prefeito disse que poderá ter uma projeção da real situação. Rogério Teófilo disse que uma das agravantes para o aumento da contaminação é que a população de Arapiraca tem o pior índice de isolamento do Estado. Segundo ele as pessoas não estão levando a sério o problema, fato que poderá causar o colapso no sistema de saúde do Agreste e também funerário, o que será um cenário aterrorizador.

Rogério Teófilo relatou também que o número de ambulância, que é insuficiente. Nosso apurou também que muitas estão quebradas e outras não possui sistema de UTIs para transportar vítimas do coronavírus.

Bancos

O prefeito de Arapiraca disse que pediu aos gerentes das agências bancárias que estabeleça um cronograma de atendimento por cidades. Arapiraca é um centro bancário, já que a maioria das cidades circunvizinhas não têm agência, principalmente da Caixa Econômica Federal  e lotéricas. “A aglomeração de pessoas nas portas desses estabelecimento é um problema que temos que resolver com a compreensão da população para o bem da saúde de todos”, disse ele.

A prefeitura tem feito sua parte, destaca o prefeito e tem mantido a rigidez é com relação a fiscalização dos passageiros que chegam a Arapiraca, oriundos de outros Estados. Todos passam por uma fiscalização sanitária, têm seus nomes cadastrados, origem e destino, assim como são orientados a se manterem em quarentena em casa. “Entretanto diante da analise do cenário que se deslumbra a nossa frente assusta e por isso estou pedido a colaboração da população e ajuda do Governo do Estado”, disse ele.

Endurecer

 

Diante do cenário pavoroso que se desenha na capital alagoana do Agreste, o prefeito Rogério Teófilo pretende endurecer na fiscalização da quarentena. Segundo ele, a Polícia Militar vai ajudar a cumprir com rigor o distanciamento social, a dispersão de pessoas em logradouro público e fiscalização dos estabelecimentos comerciais. Há até a possibilidade da cassação do alvará de funcionamento de que for reincidente.

Rogério Teófilo também está preocupado com o crescimento de casos de dengue e zika vírus em Arapiraca, com a chegada do inverno. O prefeito determinou que seja realizado um mutirão de limpeza em toda cidade fiscalização com punição severa para quem esteja jogando lixo em terrenos baldios, praças e ruas. Ele até pensa em criar um serviço de patrulhamento para flagrar os infratores.

Câmara politiza fiscalização

Os vereadores pretendiam formar  apenas uma comissão para fiscalizar o emprego dos recursos que estão chegando a Arapiraca, para ações de atendimento as vítimas de coronavírus e também atenuar as consequências sociais. O prefeito disse que para  ter transparência é preciso que todos os 17 vereadores fiscalizem e não apenas quatro.

“Quero dar a maior transparência possível ao emprego dos recursos que a prefeitura está recebendo e por isso estou publicando um decreto solicitando que não apenas a Câmara faça a fiscalização, mas toda sociedade civil organizada como clube de serviços, Ministério Publico, sindicatos, associações de moradores e outros”, disse o prefeito. Dessa forma a fiscalização afasta a politização e não ficaria este poder nas mãos de apenas quatro vereadores “notáveis”.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

>Link  

COMENTÁRIOS
5

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Zailda Ales Silva

    Já foi feita uma investigação sobre a verba que o governo federal enviou para Alagoas, mas os Srs. vereadores não aceitaram. Kkkk Agora estão atrás de mais????? É incrível.

    Reply
  2. Jiane

    A maioria das pessoas nos bancos é justamente por conta da ajuda a receber muito não estão com máscaras e também não tem paciência para esperar o dinheiro em caso sendo que tem contas a pagar, além do que as lojas estão cobrando juros precisam comprar alimentos divido a isso o desespero de ir aos banco mais muitos que recebem não vão comprar alimentos ou pagar alguma conta muitos vão comprar cigarros e cachaças pq tem muitas festinhas particulares por aí e não estou nem aí com a quarentena enquanto muitos se cuidam muito tá nem aí levado a doença a sua casa então está difícil de controlar as pessoas e gostaria que desenvolvessem a vacina para mata o vírus e que voltasse o carro fumacê para as mosquitos que além do covid vem a dengue e outras por conta das chuvas então é isso, os comerciantes não todos mais muitos aumentaram os valores de elásticos e tecidos sabendo que temos que fazer máscaras pq não pode ser apenas uma precisa de fiscalização tbm nas lojas

    Reply
  3. Jil

    A maioria das pessoas nos bancos é justamente por conta da ajuda a receber muito não estão com máscaras e também não tem paciência para esperar o dinheiro em caso sendo que tem contas a pagar, além do que as lojas estão cobrando juros precisam comprar alimentos divido a isso o desespero de ir aos banco mais muitos que recebem não vão comprar alimentos ou pagar alguma conta muitos vão comprar cigarros e cachaças pq tem muitas festinhas particulares por aí e não estou nem aí com a quarentena enquanto muitos se cuidam muito tá nem aí levado a doença a sua casa então está difícil de controlar as pessoas e gostaria que desenvolvessem a vacina para mata o vírus e que voltasse o carro fumacê para as mosquitos que além do covid vem a dengue e outras por conta das chuvas então é isso, os comerciantes não todos mais muitos aumentaram os valores de elásticos e tecidos sabendo que temos que fazer máscaras pq não pode ser apenas uma precisa de fiscalização tbm nas lojas

    Reply
  4. Maria Rosa dos Santos

    Concordo plenamente com o prefeito. É preciso ser rígido sim, ou quando o caos chegar, infelizmente, todos vocês só culpam os gestores maiores. Ninguém se responsabiliza pela falta de respeito às regras de isolamento. Tem muita gente “nem aí pra situação”, um monte de “São Tomé”… Pode agir e com força!!!

    Reply
  5. antonia felix da silva

    Até alguns dias atrás, estava vendo em supermercados da cidade, principalmente, os dos empresarios da cidade de Arapiraca, total descaso com o Corona Virus. Enquanto redes grandes de supermercados já tinham funcionarios com alcool na porta para higienizar as mãos dos clientes e até medição de temperatura, alguns da região não estavam nem aí para a prevenção. Porém, essa semana já comecei a ver um maior cuidado dos comerciantes locais, apesar de ainda ter muita aglomeração. Reconheço que é difícil quando as pessoas não se importam, acham que é exagero da mídia e aqui em Arapiraca, vejo até alguns com ar de zombaria para com quem está de máscara, quando vê alguém higienizando as mãos. Acho que é preciso um trabalho de conscientizaçaõ das pessoas, é muito cultural a questão de jogar lixo na rua, de não se preocupar com sujeira, de comer coisas na rua sem a devida higienização, de aceitar como normal o numero de moscas que aparece em nossas casas, enfim, a cidade não tem saneamento e isso parece muito normal para alguns. Mas o caso agora é o Corona Vírus e é pra ontem, tomar as devidas precauções, senão a coisa vai ficar feia mesmo, porque uma cidade com 1 milhão dehabitantes e apenas 40 leitos de UTI.. é uma desproporcionalidade absurda,,,, sei que não é só em Arapiraca que o número de leitos é infimo… mas gente, o momento é de ficar em casa mesmo e se, sair por necessidade , ter os devidos cuidados, usando mascara, mantendo distancia, higienizando as mãos com alcool, é chegar em casa e lavar bem as mãos com sabão, enfim, isso já é sabido por muitos. Sobre o banco e as enormes filas, sabemos que muitas pessoas estão sem trabalhar e que precisam desse auxilio pra comer, mas será que todos que estão nas filas quilometricas, estão nessa situação ou é porque acham que nunca vão pegar o covid 19?….Finalizando espero que as pessoas comecem a se despertar e fazerem o que é devido nesse momento de crise para não termos na cidade um monte de gente morrendo e depois lamentarmos pela falta de prevenção e cuidados. O momento não é de aterrorizar, mas afrouxar regras de isolamento agora não é definitivamente a solução. MELHOR FICAR EM CASA.AGORA PARA QUE NÃO ACONTEÇA DE SAIR DE CASA PARA NUNCA MAIS VOLTAR…

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *