Pressão política para “destravar” aeroportos em Alagoas
   Mozart  Luna  │     22 de junho de 2018   │     10:24  │  0

A visita do ministro dos transportes, Valter Cassimiro, a Alagoas renovou velhas promessas de construção dos aeroportos regionais de Maragogi, Arapiraca e Penedo anunciados há mais de três anos, sendo que o de Maragogi já são 17 anos de espera. A situação é tão complicada que parte do trade turístico de Maragogi passou a ser contra a construção do aeroporto, alegando que seria mais importante rápido investir na duplicação das rodovias entre Maceió e o município.

O aeroporto de Maragogi tem um longo de difícil caminho a percorrer diante do imbróglio jurídico e burocrático que tem pela frente, começando pela aérea definida, que esta de posse de assentados do Incra, que não tem o titulo da terra e que também é objeto de questionamentos na Justiça, com relação a desapropriação

 

Já o aeroporto de Arapiraca, a área foi escolhida, mas não definida já que a Secretária de Aviação Civil (SAC) alega que existe problemas como a existência de uma rede elétrica de alta tesão da Chesf no terreno e falta do parecer do serviço de topografia, para atestar a aérea como ideal para instalação do aeroporto do Agreste.

Em Penedo a situação é a mais fácil, já que o aeroporto em um equipamento registrado pela Anac, Sac e Infraero. O projeto, segundo o vice-prefeito Ronaldo Lopes, foi concluído e entregue aos órgãos federais. Entretanto encontra-se “travado” na SAC aguardando a liberação dos recursos e inicio das obras.

Dentro desse contexto é necessário reconhecer o esforço do governo do estado dos ex-ministros Mauricio Quintella e Marx Beltrão que fizeram o processo avançar bastante em um ano. Vale lembrar que esses aeroportos regionais praticamente estavam esquecidos e não havia esperanças para inicio das obras. A assinatura do Termo de Compromisso (TC) para o repasse dos recursos destinados a elaboração do projeto (R$ 3,5 milhões) do aeroporto de Maragogi foi um passo importante, mas ainda falta resolver o imbróglio da aérea sob a posse do Incra. Quanto ao aeroporto de Penedo falta apenas pressão política para liberação dos recursos por parte da SAC. Já Arapiraca terá que esperar um pouco mais.

 

 

Tags:, ,

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *