Tag Archives: zumbi dos palmares

Obstáculos no aeroporto deixam Alagoas fora do mapa do turismo internacional
   Mozart  Luna  │     18 de agosto de 2019   │     10:18  │  4

 

Presidente da Embratur, Gilson Neto, disse que pretende ajudar na remoção dos obstáculos

O presidente da Embratur, Gilson Neto disse que os obstáculos em volta do aeroporto Zumbi dos Palmares, causaram um grande prejuízo ao turismo no estado, deixando Alagoas fora do mapa dos voos internacionais. “Alagoas praticamente sumiu do mapa de destino internacionais”, disse ele. “O Estado não aparece nem entre os 15 aeroportos no Brasil, em fluxo de turista internacionais, que operam com voos internacionais, embora seja um dos destinos nacionais mais procurado”, declarou Gilson Neto.

“Essa situação é consequência dos obstáculos, que impedem a reclassificação do aeroporto para categoria D, que possibilita o recebimento de voos internacionais regulares. Diante desse quadro, procurei o governador até porque venho acompanhado a situação, também através do seu blog, para que possamos em conjunto realizar ações para retirada desses empecilhos que prejudicam a atividade turística em Alagoas”, disse ele.

Antena de telefonia celular, coloca em perigo voos no aeroporto Zumbi dos Palmares

“De imediato o governo providenciou a derrubada de uma caixa d’água, que é apenas um dos obstáculos existentes próximos a cabeceira da pista do aeroporto. Essa ação já possibilitou a liberação temporária para classe Delta até dezembro desse ano, o que facilita a operação com aeronaves de porte maior”, informou ele. Contudo os voos regulares de companhias aéreas internacionais como a TAP, ainda tem problemas porque a companhia não se arrisca a vender passagens para o aeroporto que tem uma autorização provisória.

“É preciso que o aeroporto Zumbi dos Palmares conquiste de forma definitiva a classificação Delta para que possa estabelecer voos regulares internacionais e finalmente operar com a Europa e principalmente com Portugal”, disse Gilson Neto.

Gilson Neto disse que ainda tomou conhecimento, também através de nosso blog, que existem outros obstáculos que colocam em risco os voos em Alagoas, como uma gigantesca antena de telefonia celular, uma rede eletrificada da Equatorial distribuidora e uma árvore, que precisa removidas imediatamente, porque pode causar uma tragédia na aviação civil em Alagoas.

“Esperamos que esses obstáculos sejam removidos”, disse ele, lembrando que por enquanto o Governo Federal não pensa em agir de forma coercitiva. “Vamos apelar ao governador, ao secretário Rafael Brito que ajam junto ao prefeito de Rio Largo, para que os obstáculos sejam removidos o mais rápido possível”, declarou o presidente da Embratur.

Árvores gigantes na rota de descida dos voos na cabeceira da pista também colocam em risco os voos

Nosso blog fez contato com representantes da Infraero em Alagoas que informaram que todos esforços estão sendo realizados, para localizar os proprietários e responsáveis pelos obstáculos existentes próximos ao aeroporto Zumbi dos Palmares, sob pena inclusive de serem enquadrado na lei que criminaliza quem colocar a seguranças dos voos em riscos. A prevê que os responsáveis têm 48 horas, a partir da comunicação para retirada imediata os obstáculos.

 

 

Tags:, ,

>Link  

Ações coordenadas para o desenvolvimento do turismo
   Mozart  Luna  │     7 de julho de 2018   │     10:01  │  0

Alagoas se fez presente na Bolsa de Turismo de LIsboa com destaque 

Alagoas vive momento de grandes oportunidades e crescimento da atividade turística, mas que precisa urgentemente da implantação de uma política coordenada de trabalho, objetivando consolidar-se como destino nacional e internacional. É preciso que Estado, Municípios e iniciativa privada busquem atuar de forma unificada no sentido de atingir objetivos de desenvolvimento da atividade turísticas.

Um exemplo de entrave é o caso atualmente da proposta da prefeitura de Rio Largo em mudar o nome do aeroporto Zumbi dos Palmares, que vai com certeza causar mais atrasos no processo de reclassificação para categoria Delta (D), que possibilita a colocação de voos regulares de companhias aéreas internacionais, como o projeto que vem se trabalhando em Portugal.

Trade turístico preocupado com o destino do aeroporto Zumbi dos Palmares

Uma comitiva oficial esteve participando da Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), onde fez contatos com operadores e companhias aéreas como a  TAP para viabilizar voos regulares diários, ou semanais para o Alagoas. Entretanto isso dependerá da reclassificação da categoria do aeroporto para categoria Delta (D). Atualmente somente com autorização especial, solicitada com muita antecedência é que se pode descer voos chartes (voos fretados) de aeronaves como o A 330.

As ações movidas na justiça pela prefeitura de Rio Largo para mudança do nome do aeroporto vai gerar também mudanças em convenções operacionais internacionais como nas normas do IATA ( International Air Transport Association) sigla que significa Associação Internacional de Transportes Aéreos, em português.

A IATA foi criada há mais de 60 anos por um grupo de companhias aéreas, com o objetivo de representá-las em todos os assuntos relacionados à aviação. Atualmente, a IATA representa mais de 230 companhias aéreas – cerca de 93% do tráfego aéreo internacional. A IATA luta pelos interesses das companhias em todo o mundo fazendo com que os governos prestem contas, desafiando encargos tributários e trazendo a conscientização das pessoas envolvidas sobre os benefícios da aviação para as economias.

A reclassificação viabiliza voos regulares internacionais com aviões da TAP A 330

O principal objetivo da IATA é ajudar as companhias aéreas a simplificar processos, aumentar a comodidade dos passageiros, reduzir custos, melhorar a eficiência dos serviços e, principalmente, cuidar da segurança da aviação, além de procurar minimizar o impacto do transporte aéreo no meio ambiente.

Os códigos de três letras que designam os nomes dos aeroportos em todo o mundo foram criados pela IATA. Exemplo: GRU (Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo), LHR (Heathrow, em Londres), OPO (Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, Portugal), etc. Para simplificar processos, esses códigos são usados nas passagens de avião, adesivos de bagagens.

Essas mudanças atrasam ainda mais o processo de reclassificação impedindo que as atividades aeroportuárias sejam ampliadas gerando mais emprego no aeroporto Zumbi dos Palmares e os tributos para prefeitura de Rio Largo.

Tags:, , ,

>Link