Tag Archives: Marx Beltrão

Quintella diz que reclassificação do aeroporto depende da prefeitura de Rio Largo
   Mozart  Luna  │     2 de abril de 2018   │     11:17  │  0

 

O ex-ministro dos transportes Mauricio Quintella, antes de deixar o cargo enviou ontem (01) para nosso blog a documentação das adequações que deveriam ser realizadas pela prefeitura de Rio Largo, para agilizar o processo de reclassificação do aeroporto Zumbi dos Palmares.

Segundo ele o processo está parado há um mês porque até agora a prefeitura não enviou para a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), um simples documento informando que está sendo providenciado o atendimento à solicitação de providencias nos itens apontados pelo órgão, para que o aeroporto finalmente receba a classificação Delta (D).

Segundo o ex-ministro tudo depende apenas da Prefeitura de Rio Largo, já que os órgãos federais fizeram tudo que podiam para beneficiar o aeroporto Zumbi dos Palmares, que hoje emprega mais de 1.300 pessoas, sendo que 80% delas são residentes em Rio Largo. Atualmente o aeroporto é um dos maiores empregadores do município gerando ainda impostos e postos de trabalho, que podem ser multiplicados se a prefeitura realizar as adequações solicitadas.

 

Adequações

 

A relação das adequações solicitadas a Prefeitura de Rio Largo, na região do entorno do aeroporto são consideradas simples como, por exemplo, a remoção de alguns postes, torres, caixas d’água e até o primeiro andar de algumas residências que foram construídas, sem a devida permissão.

Segundo o laudo técnicos esses ajustes têm que ser realizados pois “ferem a rampa”de descida e decolagem das aeronaves de grande porte que entrarão na rota do aeroporto Zumbi dos Palmares, se conseguir ser classificado para categoria Delta.

Segundo informações da Anac em Brasília, essa categoria internacional, amplia a capacidade de trabalho do aeroporto e vai gerar mais emprego e renda, além de dinamizar a atividade turística em Alagoas. “Tudo depende agora apenas da prefeitura de Rio Largo”, disse o ministro.

Necessidade   

A reclassificação do aeroporto Zumbi dos Palmares em Alagoas para categoria “D” não foi realizada até agora, fato tem causado preocupação de operadores portugueses, que esperam viabilizar o retorno de voos charters no segundo semestre desse ano.

Atualmente para descer, no aeroporto Zumbi dos Palmares um avião A 330 ou A 320 – aparelhos que cruzam o Oceano Atlântico – é necessária uma licença especial concedida pela Infraero, mas que geralmente leva de seis a oito meses para ser dada, graças ao tramite burocrático em Brasília.

Segundo uma fonte da Infraero em Brasília, a reclassificação ainda não foi realizada porque o processo ainda está “travado”, desta vez dentro da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), que aguardar o relatório de providencias para adequações da Prefeitura de Rio Largo .

O aeroporto Zumbi dos Palmares, segundo os técnicos possui uma boa infraestrutura de funcionamento e tem tudo para receber não só receber os voos charters, mas também entrar na rota das companhias aéreas europeias como a TAP e Air France, assim como já ocorre com Natal no Rio Grande do Norte, Fortaleza e Recife.

Portugal

A viagem de uma comitiva oficial formada pelos secretários de turismo de Maceió, Jair Galvão e Rafael Brito do estado, além de Milton Hênio presidente da Associação Brasileira de Hotéis (ABIH) para Portugal, onde participaram da Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), teve o objetivo de resgatar as operações de voos charters e venda de pacotes turístico para Alagoas.

A comitiva visitou várias operadoras de Portugal, garantido que os problemas causados no passado com hotéis, não se repetirão e que haverá o apoio institucional para isso. O esforço de trabalho da comitiva deverá apresentar seus primeiros frutos no segundo semestre. Tentamos ouvir o prefeito de Rio Largo, Gilberto Goncalves, mas não conseguimos, deixamos mensagem no seu whatssap e estamos aguardando resposta.

 

 

 

 

Tags:, , ,

>Link  

Ministro do turismo apresenta PNT e relata conquistas se despedindo do cargo
   Mozart  Luna  │     28 de março de 2018   │     18:20  │  0

 

O ministro do turismo Marx Beltrão aproveitou o lançamento do Plano Nacional de Turismo (PNT) para fazer um balanço de sua gestão a frente da pasta, já que na próxima semana deverá deixar o cargo para disputar as eleições. A solenidade prestigiada pelo governador Renan Filho, com quem chegou acompanhado ao auditório do Hotel Ritz Lagoa da Anta, em Maceió, na manhã de quarta-feira (28), além de vários empresários do setor turístico de Alagoas.

No balanço realizado pelo ministro alagoano está a cifra de R$ 757 milhões de reais investidos em Alagoas para melhoria das rodovias federais e estaduais, além de obras importantes para todos municípios alagoanos.

 


“Com as manifestações de agradecimento que tenho recebido das principais lideranças nacionais e regionais do setor, deixo o MTur com a sensação de dever cumprido. O PNT representa um importante marco, finca as bases e traça as diretrizes para continuarmos crescendo nos próximos anos”, comentou Marx Beltrão.

PNT: metas a cumprir

O Plano Nacional de Turismo tem como metas a serem cumpridas até 2022 aumentar o número de turistas internacionais no Brasil de 6,6 milhões para 12 milhões; elevar a receita com o turismo internacional de US$ 6 bilhões para US$ 19 bilhões; ampliar o mercado interno de viagens de 60 milhões de pessoas para 100 milhões e expandir de 7 milhões para 9 milhões o número de empregos no ramo. “São metas ousadas, mas que o país tem total condição de alcançar se fizer um trabalho sério e profissional, alinhado com as diretrizes do PNT”, frisou Marx Beltrão.

Segundo ele o Brasil é um gigante das Américas e o números a serem atingidos pelo PNT estão dentro da realidade e do potencial brasileiro como uma das maiores nações americanas. Para Marx Beltrão o Brasil é um país rico de recursos naturais e de um povo bom, alegre e trabalhador, fatores favoráveis ao desenvolvimento.

Elaborado em parceria com o Conselho Nacional do Turismo, o PNT tem como diretrizes a melhoria da qualidade e da competitividade, além do incentivo à inovação e à promoção da sustentabilidade. Entre as linhas de atuação está o marketing e o apoio à comercialização. Como ação concreta de fomento à divulgação de destinos, experiências, gastronomia e atrativos turísticos nacionais, o MTur estruturou um banco de imagens com quase 6 mil fotos, que retratam a diversidade da oferta brasileira.

O ministro fez questão de frisar que o seu estado, Alagoas foi contemplada com 270 imagens de oito localidades. Todo o material pode ser baixado em alta qualidade gratuitamente para ilustrar campanhas, folders, sites e folhetos, por exemplo.

Visto eletrônico para USA

Governador Renan Filho destacou as conquistas realizadas pelo ministro Marx Beltrão

Uma das grandes conquistas realizadas pelo ministro alagoano Marx Beltrão e destacada por empresários de todo Brasil e pelo governador Renan Filho foi a implantação do viso eletrônico para os Estados Unidos. Um sonho antigo dos empresários do setor, mas que tinha uma repulsa política com sabor de “retaliação” por parte de integrantes do Itamaraty.

“Não se atira pedras em um gigante, já que ele pode contribuir muito com a atividade turística brasileira enviando turistas”, disse uma liderança empresarial. “O ministro Marx Beltrão surpreendeu a todos nestes curtos 18 meses a frente do Ministério do Turismo”, declarou ainda o empresário que citou também a isenção do Imposto sobre Produtos Industrializados IPI, para a compra de equipamentos destinados a Parque Temáticos.

Empresários disseram que Marx Beltrão surpreendeu a todos com seu trabalho

Para os empresários do turismo, além das conquistas já consolidadas, o ministro Marx Beltrão deixou plantada propostas importantes como a nova Lei Geral de Turismo, que está sendo debatida pelo Congresso Nacional. Os empresários citaram por exemplo a liberação de 100% do capital estrangeiros para empresas aéreas e a transformação da Empresa Brasileira de Turismo em uma Agência, com caráter privado, objetivando dar eficiência, rapidez e principalmente independência nas ações, sem deixar que objetivo estratégicas do turismo sejam prejudicados.

O Governador Renan Filho disse que Marx Beltrão deixou sua marca registrada no Ministério do Turismo. “Eu imagino o trabalho que o ministro Marx deve ter tido para realizar conquistas como o visto eletrônico para os Estados Unidos e a colocação da proposta de 100% do capital estrangeiros para empresas aéreas no Brasil. Ele demonstrou muita habilidade e principalmente persistência, para convencer a todos que essas medidas vão mudar para melhor o fluxo de turismo entre Estados Unidos e Brasil”, disse ele.

Balanço de Gestão

O ministro do Turismo aproveitou a oportunidade para fazer um balanço dos seus 18 meses de gestão. Durante o período, ele lançou o Brasil + Turismo, um pacote de medidas que atende a demandas históricas do mercado e recomendações das principais lideranças mundiais do setor.

Entre as ações já implementadas está a concessão de visto eletrônico a países estratégicos: Austrália, Japão, Canadá e Estados Unidos. Apenas no primeiro mês de vigência da iniciativa, o número de pedidos de autorização de entrada no país cresceu 76%, de 14,5 mil para 25,6.

Também foram apontados como destaques da gestão a ampliação em 51% do Mapa do Turismo, de 2.175 cidades para 3.285 municípios; os programas de qualificação que beneficiaram milhares de pessoas; e a reativação do Fungetur, uma linha de crédito de R$ 450 milhões, que estava parada nos últimos anos e atualmente já conta com R$ 11 milhões em operações já contratadas ou aprovadas.

A prestação de contas abordou ainda a melhoria da infraestrutura do país. Apenas em 2017, mais de mil obras foram entregues, no valor total de mais de R$ 580 milhões. Apenas para Alagoas, o Ministério do Turismo tem atualmente uma cartela de investimento de R$ 757 milhões em obras espalhadas por todo o estado.

Marx Beltrão aproveitou o evento para anunciar, em primeira mão, que a equipe técnica do MTur trabalha na reformulação do Programa Nacional de Desenvolvimento e Estruturação do Turismo. Com juros e prazos diferenciados, a linha de crédito tem

 

 

Tags:, ,

>Link  

Ministério do Turismo investe em obras para gerar emprego e renda em Alagoas
   Mozart  Luna  │     25 de fevereiro de 2018   │     10:16  │  0

    A atividade turística em Alagoas vem cada vez mais se consolidando com a alternativa de gerar emprego e renda para o estado e para isso e preciso investir em obras importantes para estruturar o destino viabilizando a vinda de investidores e aumentando e possibilitando o aumento de visitantes. Com esse objetivo o ministro do turismo, Marx Beltrão anunciou a liberação de recursos importantes para realização de obras importantes do Programa “Agora é Avançar”, do Governo Federal. Entre elas estão a implantação e pavimentação da Rota ‘Caminhos do Imperador’, que liga Penedo a Porto Real de Colégio (Rodovia AL-230); a pavimentação e Urbanização da Estrada Parque Rota Ecológica (Rodovia AL-101); e a Implantação e pavimentação da rodovia AL-101, no trecho que vai de Barra de Santo Antônio a Barra de Camaragibe são intervenções fundamentais para o desenvolvimento do turismo em Alagoas, além da geração de emprego e renda na região. O anúncio foi feito no Palácio República dos Palmares e contou com a presença do governador Renan Filho. “Esse é um importante passo para gerar empregos, renda e melhorar a qualidade de vida dos brasileiros. O investimento em importantes obras, a exemplo de rodovias que ligam os grandes centros a destinos turísticos irá impactar no turismo de nosso estado, atraindo mais turistas e melhorando a experiência nos destinos”, afirmou o ministro do Turismo, Max Beltrão. As três obras somadas têm valor total de R$ 110 milhões. Para 2018, o Ministério do Turismo irá liberar R$ 50 milhões para o início das intervenções. Importante ressaltar que os recursos destinados para obras do Programa “Avançar” não estão sujeitos ao contingenciamento do zorçamento do governo. Além do anúncio das três obras, o Ministério do Turismo realiza nesta sexta-feira, também em Alagoas, uma reunião técnica para o acompanhamento dos contratos em execução com o estado. De acordo com Marcelo Moreira, coordenador-geral de infraestrutura da Pasta, atualmente o Governo do Estado de Alagoas possui 19 obras contratadas com o Ministério do Turismo. A ideia é monitorar de perto o andamento de cada uma para avaliar sua execução e necessidade de ajustes ou aporte por parte do governo federal.   Drive da cocada em Marechal Deodoro Outra ação do Ministro do Turismo em Alagoas foi a liberação de R$ 800 mil para construção de um local para comercialização das famosas cocadas de Marechal Deodoro, que são vendidas às margens da rodovia AL 101 Sul. “Vamos dar início ao sonho das cocadeiras de Marechal Deodoro”. Em discurso na solenidade de assinatura da ordem de serviço de início de obras do Drive da Cocada, o ministro do Turismo, Marx Beltrão, lembrou da luta das cocadeiras que trabalham às margens da rodovia, sem proteção alguma, vão ganhar novo aparelho turístico que vai possibilitar melhorias nas vendas e atrai mais turistas ao destino Marechal Deodoro. O início da obra está previsto para segunda-feira (26), na Massagueira.   “É um sonho que começa a tomar forma aqui para o povo da Massagueira. Não medimos esforços com o corpo técnico para garantir os recursos. Fui recebido de braços abertos pelo ministro Marx Beltrão e conseguimos o recurso. A prefeitura desapropriou o terreno e hoje estamos dando um passo importante que é assinar a ordem de serviço pra poder iniciar o sonho das cocadeiras”, afirmou o prefeito Cacau Filho.   Os recursos no valor R$ 800 mil aportados pelo Ministério do Turismo terá um espaço amplo, moderno e com acessibilidade, terá 30 boxes, praça de alimentação, guarita de vigilância, lanchonetes, banheiros, estacionamento para veículos de passeio e ônibus de turismo, palco para apresentações culturais e áreas para lojas de artesanato.   “Drive Cocada será parada obrigatória para quem visita a região e cidades próximas. Buscaremos parceria junto às operadoras de turismo e agências de viagem para divulgar nossas iguarias e artesanato. Massagueira polo gastronômico já consolidado vai ganhar mais um aparelho turístico. Espaço adequado para os turistas comprarem os produtos e não parar na beira da pista evitando acidentes. Quando a gente fala de turismo estamos garantindo oportunidade para o desenvolvimento econômico e melhor qualidade de vida para a população”, comentou Marx.   Beltrão ainda ressaltou os investimentos para obras do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) no centro histórico de Marechal Deodoro e investimentos para a urbanização da orla da praia do Francês. A solenidade contou com as presenças do deputado estadual Sérgio Toledo, dos secretários estaduais Rafael Brito (Sedetur), Alexandre Ayres (Semarh), da presidente da Associação das Cocadeiras de Marechal Deodoro, Zuleide Araújo, vereadores e secretários do município e demais autoridades.

Tags:

>Link