Tag Archives: https://www.facebook.com/RestauranteEcologicoCastanho/videos/1271467462865963/

Porto de Pedras é ponto de parada para o turismo ecológico e cultural
   Mozart  Luna  │     2 de setembro de 2019   │     10:40  │  0

IMG_9340

Praias lindíssimas e rios que abrigam a mascote da cidade, o peixe-boi-marinho, além de ter uma história importante no processo de colonização da região Norte de Alagoas, assim é Porto de Pedras. Um o primeiro ancoradouro de Alagoas das naus que vinham da Europa. O município está localizado a 130 quilômetros de Maceió, pela rodovia estadual AL 101 Norte, conhecida como a Rota Ecológica.

Porto de Pedras tem atrativos não só naturais como culturais como a misteriosa capelinha que guarda em seu interior a esfinge de um dragão de madeira, um mistério até hoje não decifrado. O município recebeu também a visita do imperador Dom Pedro II, em seu roteiro pelo Brasil. Lá ele descansou a sombra de um oitizeiros centenário, antes de tomar a estrada para Porto Calvo. O caminho realizado pelo monarca ficou conhecido como a Estrada do Imperador e hoje foi  existe uma rodovia que vai até Porto Calvo, outra cidade importante para história do Brasil.

IMG_9341

Também em Porto de Pedras existe uma das últimas edificações no inicio da colonização de Alagoas, conhecida como a antiga cadeia pública, porque do século 17 a 19 funcionou a sede administrativa do município e depois a delegacia de polícia. Incrível, mas a delegacia de polícia somente foi desativa no inicio do século 21.

IMG_8271

A velha edificação – testemunha de vários períodos de nossa historia deverá ser recuperada graças a uma parceria do Governo do Estado e a administração do prefeito Henrique Vilela, transformando-se em um ponto de visitação turística no município.

IMG_9350

Belezas Naturais

Porto de Pedras é um paraíso cravado no Litoral Norte e que despertou a curiosidade do turismo nacional graças ao seu garoto propaganda que é o peixe-boi-marinho, que possui uma base de reintrodução para natureza. O local é mantido pelo Instituto Chico Mendes para Preservação da Biodiversidade (Icmbio), que realiza a fiscalização de toda região, que forma a Área de Preservação Ambiental (APA) Costa dos Corais.
IMG_9346

Atualmente a base de reintrodução do peixe-boi-marinho é um ponto turístico de visitação, passeio esse que é realizado somente por uma associação de moradores, que se organizou para e leva os visitantes para conhecer o local.

Os moradores se organizaram para realizar passeios pelo rio Tatuamunha, para visitar a base do peixe-boi-marinho. Por dia só é permitido 70 pessoas visitem o local das 9:30 até às 16 horas. As embarcações utilizadas são à remo e é proibido o acesso de barcos a motor por esse trecho do rio . O passeio dura cerca de uma hora e custa R$ 50,00. Todo dinheiro arrecadado é dividido pelos associados que receberam treinamento para realizar essa atividade do turismo sustentável e ecologicamente correto.

Mas os atrativos de Porto de Pedras não se resume apenas ai, já que as praias do município são consideradas as mais lindas do trecho da chamada rota ecológica. O município dispõe de pousadas e restaurantes que oferecem uma gastronomia regional deliciosa e com  preços mais baixos de toda região. Tanto assim que o local mais procurado pelos turistas é o Restaurante da Marinete, localizado na sede do município próximo a orla.

IMG_9355IMG_9353

 

Tags:, , , , ,

>Link  

Brasil tem a locação de carros mais cara do mundo
   Mozart  Luna  │     29 de agosto de 2019   │     19:55  │  1

 

O valor da locação de veículos no Brasil é uma das mais caras no mundo, se comparar com outros países como, por exemplo, Portugal, onde a diária de um veículo na categoria econômica, geralmente carros simples como Fiat punto ou Ford fiesta, que se pode lugar com diárias a partir de oito euros, ou seja, R$ 24,00 e quilometragem livre.

Para comparar preços, basta buscar na internet “carros para alugar em Lisboa ou Porto”. Existem muitas locadoras á disposição e também aplicativos que lhe mostram as mais baratas, até lhe dão o perfil dos veículos que você quer com os preços que pode pagar. De repente você escolhe uma BMW ou até uma Mercedes.

Vale lembrar que nuca deixe para lugar um carro em cidades pequenas, porque geralmente não tem locadoras e quando existem os valores são altos e se aproveitam para explorar os turistas. Outro cuidado ao alugar um carro em cidades pequenas é ter o cuidado para checar se a locadora esta legalizada perante as autoridades.

Já no Brasil um carro nesta mesma categoria, a diária não sai por menos R$ 120,00 e muitas vezes sem quilometragem livre, além de serem carros básicos sem nenhum conforto. Com relação à caução em Portugal geralmente o valor é alto, mas muda de acordo com as condições de locação.

Documentação

Para quem deseja alugar um carro na Europa é necessário a carteira nacional de habilitação brasileira que é aceita e todo continente, um cartão de crédito com um valor razoavelmente alto. Fora isso as preocupações deve ser com relação ao respeito às leis de transito, já que o valor das infrações são altas e debitadas do cartão de crédito informado na locadora.

Dirigir um veículo, por exemplo, pelas rodovias portuguesas é uma situação prazerosa, já que todas são muito bem sinalizadas, sem buracos ou curvas perigosas, além de bem espaçosas. Quanto à velocidade as placas sempre informam para cada faixa a velocidade mínima e máxima.

Se você ocupar a faixa da esquerda se prepare para correr dentro da velocidade máxima que geralmente é de 120 quilometros/hora, mas geralmente não é respeitada pelos portugueses mais apressados pode colocar atrás de você e buzinar e até xingar.

Já na faixa da esquerda onde os mais lentos ficam você tem que pelos menos não estar abaixo da mínima permitida, que geralmente é de 60 quilometros/hora, caso contrário o terá um carro colocado na sua trazeira ameaçando lhe empurrar.

Uber

E para quem não desejam alugar um carro uma boa opção é pegar um uber, que é a metade do preço dos taxis e os carros sempre são novos e com motoristas educados e prestativos aos turistas, ao contrário dos taxis que são velhos, não muito limpos e os preços podem ser até o triplo da viagem, se você não ficar atento ao motorista, além de se cobrar cerca de três euros por mala que se transporta.

Aqui vai uma dica. Ao chegar a Lisboa e não quiser pegar um taxi vá para ao piso um do aeroporto, onde são partidas e acione o aplicativo do uber, e vá para o estacionamento de carros que fica em frente e é coberto e aguarde o carro. Você dessa forma vai economizar e evitar ser xingado por algum taxista português, que pode não ficar satisfeito com o local do hotel aonde vai lhe levar, principalmente se for próximo ao aeroporto.

O serviço de Uber vem sendo utilizado por praticamente todos da Europa, principalmente franceses, alemães e brasileiros que são campões do uso do aplicativo em Lisboa e na cidade do Porto.

Tags:, , ,

>Link  

Portugal é o terceiro país mais seguro do mundo e por isso atrai turistas
   Mozart  Luna  │     9 de maio de 2019   │     16:55  │  0

Portugal é o terceiro país mais seguro do mundo segundo o Índice de Paz Global (IPG) e os números provam isso com a redução em 37% da criminalidade violenta em dez anos e vem caindo a cada ano. Essa ação de governo consolida o país como um excelente destino turístico no mundo.

De acordo com os dados já registados pelas forças e pelos serviços de segurança em 2018, os crimes violentos voltaram a registar uma diminuição significativa, na casa dos dois dígitos. No ano passado os crimes violentos já tinham diminuído 8,7%, colocando Portugal como  o terceiro país mais seguro do mundo, segundo o Índice de Paz Global, divulgado no mês passado.

As estatísticas do IPG, já confirmadas apontavam para uma descida de 9,7%. Apesar de os dados ainda estarem a ser sujeitos a comparações e validações, a avaliação das polícias aponta para um reforço dessa tendência de descida a atingir os 10% nos primeiros seis meses deste ano, comparativamente com igual período de 2017.

Nesta redução destacam-se os crimes de roubo na via pública e roubo por esticão – cerca de 12% -, precisamente aquele tipo de crimes com maior impacto na percepção de segurança das pessoas. É uma criminalidade que atinge especialmente os grupos mais vulneráveis da sociedade, como os idosos.

Policiamento ostensivo e visível

As autoridades policiais destacam que um fator que contribuiu decisivamente para esta descida é uma maior presença policial nas ruas, principalmente nas grandes cidades, com mais visibilidade nas zonas de maior afluxo turístico.

Em 2017 esta criminalidade também tinha diminuído, como menos 644 casos (-9,9%) de roubos na via pública e menos 373 (-8,7%) de assaltos com esticão.

Caixas eletrônicos (ATM)

Os arrombamentos a caixa eletrônicos (ATM) têm se mantido baixo e em maio não houve nenhum registros. De janeiro a junho desse ano foram registrados apenas 12 arrombamentos a caixa eletrônico, sendo que em maio não houve nenhum caso de assalto aos ATMS.

Destes, só num caso os assaltantes terão conseguido levar o dinheiro. Comparando com os primeiros seis meses de 2017, houve uma diminuição de 65 casos. Só em maio de 2017 houve 22 roubos a estes terminais automáticos.

No ano passado este crime teve um aumento de 73,5%, o que levou às autoridades, no âmbito do Sistema de Segurança Interna e da Procuradoria-Geral da República, a promover algumas medidas para reforçar o trabalho conjunto das polícias.

Por outro lado, a Polícia Judiciária deteve vários suspeitos e desmantelou grupos criminosos que se dedicavam a estes assaltos. Vale destacar que em praticamente todos os casos haviam brasileiros envolvidos com os criminosos, como o ocorrido no final de 2017 em Sintra, onde três brasileiros foram presos com um argentino, depois de trocarem tiros com a policia portuguesa. Os três foram estão presos até hoje.

O DN pediu à PJ dados sobre os resultados operacionais, mas ainda não foram facultados.  Uma das caixas ATM explodida no ano passado estava situada no prédio onde reside o ministro da Administração Interna, na Estrada da Luz, em Lisboa. Eduardo Cabrita promoveu um encontro entre os responsáveis das polícias e das entidades bancárias, obrigando estas últimas a tomar várias medidas para prevenir estes crimes, como a tintagem das notas.

Criminalidade geral desce

Para IPG a criminalidade geral – esta reporta aos crimes participados pelas vítimas e aos que decorrem da proatividade policial (mais fiscalizações, por exemplo) -, a tendência assinala uma manutenção dos valores do ano passado.

Até 1 de junho a descida foi muito ligeira (-0,7%), não sendo esperadas pelos analistas de segurança interna alterações significativas, quando todos os dados até ao final do mês de junto estiverem validados.

 

Destaca-se nesta criminalidade uma descida nos crimes de furto nas suas diversas formas (em casas, lojas, carros, por exemplo). Esta curva descendente tem vindo a repetir-se desde 2012. No entanto, em 2017 houve um tipo de furto que aumentou: o de “oportunidade” sobre objetos não guardados.

Golpes na internet

Os crimes praticados através do comercial pela internet têm aumentado. Segundo o IPG surgem mais uma vez os crimes de burla, principalmente aqueles que têm por base plataformas informáticas relacionadas com compras online. Subiram 12%. No ano passado estes crimes tiveram um aumento de 47,9%.

Desmantelar quadrilhas

Se em relação à descida da criminalidade violenta, cujas estatísticas não dependem das queixas às polícias, o Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo (OSCOT) não tem dúvidas em atribuí-la ao “trabalho das forças e serviços de segurança”, já quanto aos números da criminalidade geral participada há menos certezas.

“A diminuição da criminalidade violenta é cíclica, pois basta que a PJ desmantele e prenda dois ou três grupos criminosos para parar, como se viu no caso dos assaltos aos ATM. Portugal não é por tradição um país de crimes violentos. Associando isso à boa investigação que se faz dos gangues, vai contribuir para que sejam pouco expressivos e, quando aparecem, sejam rapidamente neutralizados”, salienta o presidente do OSCOT.

COLABOARAÇÃO DA TRIPSEEK.NEWS

 

 

Tags:, , , , ,

>Link  

Brasil não é divulgado na Europa, diz pesquisa
   Mozart  Luna  │     25 de janeiro de 2019   │     23:05  │  1

 

Uma pesquisa realizada pela Eurosat constatou que 74% dos portugueses não viajam para fora do país por três motivos, sendo o primeiro deles a falta de motivação (53,1%), devido a falta de campanhas de marketing dos destinos turísticos. O segundo motivo foi por questões de saúde (26,5%) e compromissos familiares (18,7%). Os dados apresentados pela pesquisa devem ajudar ao Brasil a trabalhar campanhas de divulgação para atrair o turista europeu, e no caso específico o português. Alagoas já possui um projeto em andamento na Sedetur, que tem o objetivo de divulgar os atrativos turísticos alagoanos.

Concorrência cubana

Nos últimos anos o Brasil, perdeu 30% dos turistas europeus para países do Caribe, principalmente para Cuba, que se transformou no principal concorrente brasileiros no mercado europeu. O país de Fidel Castro abriu suas portas para receber os turistas e também para investimentos. Dados divulgados por operadoras portuguesas informam que os voos charters que chegam a Havana, conta com isenção fiscal no preço dos combustíveis, que reduzem em 10% os custos e mais abatimentos nas taxas aeroportuárias, que praticamente equivalem a preços irrisórios. Tudo isso aliado as diárias baixas dos hotéis de bandeira internacional instalados em Cuba, que recebe todo tipo de incentivo fiscal.

Outros mercados

O projeto elaborado para divulgar Alagoas na Europa tem o objetivo e mostrar as belezas naturais de uma das regiões mais sofridas, que é o Sertão, assolado ciclicamente pelo fenômeno da seca, mas que possui um dos lugares mais bonitos do Brasil, que são os Cânions do São Francisco.

A pesquisa divulgada pela Eurosat aponta também mercados como a Finlândia com grande polo emissora de turista para o mundo. Para se ter uma ideia em 2016 apenas 8,6% dos finlandeses não viajaram para outros países. Vale lembrar que os turistas dos países nórdicos costumam passar um média de 20 dias viajando.

O Projeto que pretendem realizar mudanças substanciais na atividade turísticas está travado ha anos no Congresso Nacional. Se aprovado daria condições do Brasil se tornar um destino turísticos competitivo, o que faria aumento o fluxo de turista internacionais da Europa, ajudando a reverter os números da balança comercial do turismo. Atualmente o Brasil recebe menos turistas estrangeiros que a Argentina, que ocupa o segundo lugar, na América Latina perdendo apenas para o Mexico.

O Brasil é um país continental que tem cenários dos mais diversificados possíveis uma cultura que promover a alegria, mas que precisa se tornar competitivo.

 

 

Tags:, ,

>Link  

Receptivos da CVC/WS consolidados na preferência dos turistas no Litoral Norte
   Mozart  Luna  │     6 de dezembro de 2018   │     6:45  │  1

 

 

Reunir beleza natural com qualidade e conforto tem sido um objetivo buscado constantemente pela empresa de receptivo WS Turismo, que trabalha em parceria com a CVC. Esse trabalho incansável tem sido realizado também com os receptivos locais em Maragogi, com o Crôa Mares e no Receptivo Japaratinga no Litoral Norte de Alagoas, um dos destinos mais vendidos.

O receptivo Croa Mares da CVC em Maragogi funciona com dois pontos de apoio, sendo um em Peroba e outro no centro urbano. Os dois locais são de alto padrão, em frente ao mar e com restaurantes totalmente equipados, dentro de padrões internacionais de turismo.

O receptivo Croa Mares em Peroba realiza os passeios às piscinas naturais recentemente liberadas pelo ICMBIo para serem visitadas pelos turistas, que estão deslumbrados pela beleza do local. O passeio é realizado diariamente, de acordo com a maré e inclui o transporte até o ponto de apoio e o barco até as piscinas.

Os Restaurantes do Croa Mares tanto em Peroba, como na área urbana de Maragogi são os melhores da região, com um cardápio variado e rico em frutos do mar. Tudo acompanhado de perto por profissionais da gastronomia, além de uma nutricionista que está sempre presente.

O casal de empresário Jó e Rosileide Gonçalves (Leide) são os anfitriões, que nasceram e vivem em Maragogi e, portanto, gente da terra, que tem orgulho de estar trabalhando em parceria com a WS e a CVC Turismo.

Os empresários são comprometidos com a politica de preservação do meio ambiente. Por isso o restaurante do Croa Mares, em Peroba, possui um espaço dedicado a educação ambiental.

Segundo Jó, trata-se de um espaço lúdico destinado principalmente a criança, mas que tem chamado a atenção também dos adultos que param neste local para ler e sentir a mensagem, que o empreendimento passa, sobre a nossa responsabilidade em preservar o meio ambiente.

O passeio às piscinas naturais de Peroba são a novidade dos produtos vendidos pela WS/CVC em Maragogi, mas sem deixar de lado as famosas Galés, que são cartão postal da região Norte.

Segundo os diretores da WS os passeios às piscinas naturais do Litoral Norte continuam sendo o carro chefe de vendas da empresa. Maragogi continua liderando a preferência, mas novos passeios estão sendo oferecidos e têm disso um sucesso, como proporcionado pelo Receptivo Japaratinga, vizinho a Maragogi.

 

Japaratinga

O Receptivo Japaratinga foi aberto esse ano e também é um sucesso de aceitação dos turistas, já que possibilita a vista de novas piscinas naturais, existente nos paredões de corais.

Segundo o empresário Marcelo Oliveira, sócio do empreendimento, Japaratinga passa a ser uma novidade para quem já conhece Maragogi, além das novas piscinas naturais são uma grande atração.

O restaurante possui também um cardápio bastante variado e está instalado em um espaço agradável, com musica ao vivo, dentro da área urbana de Japaratinga.

Para os turistas que já conhecem o Litoral Norte pela CVC, sempre é bom retornar aos melhores locais e agora com novos produtos oferecidos pela operadora na região fica sempre a vontade de sempre está de volta.

A parceria da CVC e a WS Turismo têm sido um sucesso e motivos de elogios dos turistas que também para os municípios destinos, que só ganham com isso em termos de geração de emprego e renda, impulsionando o turismo em Alagoas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Tags:, , , , ,

>Link