Tag Archives: aeroporto

Obstáculos no aeroporto deixam Alagoas fora do mapa do turismo internacional
   Mozart  Luna  │     18 de agosto de 2019   │     10:18  │  4

 

Presidente da Embratur, Gilson Neto, disse que pretende ajudar na remoção dos obstáculos

O presidente da Embratur, Gilson Neto disse que os obstáculos em volta do aeroporto Zumbi dos Palmares, causaram um grande prejuízo ao turismo no estado, deixando Alagoas fora do mapa dos voos internacionais. “Alagoas praticamente sumiu do mapa de destino internacionais”, disse ele. “O Estado não aparece nem entre os 15 aeroportos no Brasil, em fluxo de turista internacionais, que operam com voos internacionais, embora seja um dos destinos nacionais mais procurado”, declarou Gilson Neto.

“Essa situação é consequência dos obstáculos, que impedem a reclassificação do aeroporto para categoria D, que possibilita o recebimento de voos internacionais regulares. Diante desse quadro, procurei o governador até porque venho acompanhado a situação, também através do seu blog, para que possamos em conjunto realizar ações para retirada desses empecilhos que prejudicam a atividade turística em Alagoas”, disse ele.

Antena de telefonia celular, coloca em perigo voos no aeroporto Zumbi dos Palmares

“De imediato o governo providenciou a derrubada de uma caixa d’água, que é apenas um dos obstáculos existentes próximos a cabeceira da pista do aeroporto. Essa ação já possibilitou a liberação temporária para classe Delta até dezembro desse ano, o que facilita a operação com aeronaves de porte maior”, informou ele. Contudo os voos regulares de companhias aéreas internacionais como a TAP, ainda tem problemas porque a companhia não se arrisca a vender passagens para o aeroporto que tem uma autorização provisória.

“É preciso que o aeroporto Zumbi dos Palmares conquiste de forma definitiva a classificação Delta para que possa estabelecer voos regulares internacionais e finalmente operar com a Europa e principalmente com Portugal”, disse Gilson Neto.

Gilson Neto disse que ainda tomou conhecimento, também através de nosso blog, que existem outros obstáculos que colocam em risco os voos em Alagoas, como uma gigantesca antena de telefonia celular, uma rede eletrificada da Equatorial distribuidora e uma árvore, que precisa removidas imediatamente, porque pode causar uma tragédia na aviação civil em Alagoas.

“Esperamos que esses obstáculos sejam removidos”, disse ele, lembrando que por enquanto o Governo Federal não pensa em agir de forma coercitiva. “Vamos apelar ao governador, ao secretário Rafael Brito que ajam junto ao prefeito de Rio Largo, para que os obstáculos sejam removidos o mais rápido possível”, declarou o presidente da Embratur.

Árvores gigantes na rota de descida dos voos na cabeceira da pista também colocam em risco os voos

Nosso blog fez contato com representantes da Infraero em Alagoas que informaram que todos esforços estão sendo realizados, para localizar os proprietários e responsáveis pelos obstáculos existentes próximos ao aeroporto Zumbi dos Palmares, sob pena inclusive de serem enquadrado na lei que criminaliza quem colocar a seguranças dos voos em riscos. A prevê que os responsáveis têm 48 horas, a partir da comunicação para retirada imediata os obstáculos.

 

 

Tags:, ,

>Link  

Aeroporto tem redução de voos e concorrentes crescem
   Mozart  Luna  │     17 de fevereiro de 2019   │     21:34  │  0

 

Os números do primeiro mês 2019 apontam uma queda de 1% dos voos domésticos no aeroporto Zumbi dos Palmares e 86% nos internacionais. Os dados são de um relatório da Infraero. Em contrapartida destinos como João Pessoa cresceu 10%, Natal 4% e Fortaleza com todo clima de violência atingiu os 19,7%, graças a ações de marketing em Portugal e França.

Janeiro sempre foi um mês onde os números da atividade turística apontam o pico nos gráficos anteriores. Essa queda ainda não preocupa o trade, porque pode ser recuperar em fevereiro e até mesmo após o Carnaval.

 

Ainda não se pode afirma as causas da queda nos voos no aeroporto Zumbi dos Palmares, mas pode está ligado a situação politica no Congresso Nacional, onde propostas de mudanças trabalhistas e da previdência deixou muita gente preocupadas com o futuro de seus empregos e aposentadorias.

 

Também vale lembrar que o aeroporto Zumbi dos Palmares sempre teve problema para obter autorizações para voos internacionais, porque ainda não está classificado na categoria “D” (Delta). Outro fato que pode ter contribuído para redução dos voos aliado é a informação da realização de obras na pistas e nivelamento de caixas e remoção de morrotes do SBMO, revitalização de balizamento e implantação de sinalização vertical da PPD do SBMO. As obras começam no dia 18 de março e a previsão de conclusão é 18 de maio. Mas segundo empresário do setor a divulgação caiu bastante nos últimos meses de 2018, fato que vem se refletindo no fluxo de turistas.

 

Com relação as boras, a Infraero já avisou as companhias aéreas, que vai interditar o funcionamento do aeroporto em alguns horários, principalmente durante a madrugada. Algumas empresas já estão emitindo aos clientes o alerta para mudanças de voos e mudanças de voos para outros aeroportos.

 

Bancada e o trade

A bancada federal alagoana esteve com representantes do trade turístico reunida e recebeu do setor um documento, relatando algumas prioridades como a votação da Nova Lei do Turismo, que propõe mudanças importantes para o avanço da atividade, além de alguns problemas domésticos, como fiscalização da atividade de aluguel de imóveis por temporada e saneamento básico dos principais polos turístico, que estão sofrendo com a contaminação de suas praias.

 

Um dos assuntos mais importante que merece a atenção não só da bancada federal é quanto a realização de ações de divulgação em destinos com economia saudável, principalmente da Europa e Estados Unidos e China.  O assunto teve como endereço a Secretaria Estadual de Desenvolvimento e Turismo (Sedetur), que possui já um projeto de marketing para divulgação da região do rio São Francisco (Penedo, Piranhas e Delmiro Gouveia), protocolado aguardando liberação dos recursos para iniciar as ações.

 

Tentamos ouvir o deputado federal Marx Beltrão, coordenador da bancada federal e vice-presidente da Frente Parlamentar de Turismo, enviando para seu WhatsApp as perguntas, mas não obtivermos resposta.

 

Já o presidente da Associação Brasileira da Industria Hotelaria (ABIH), Milton Ênio Vasconcelos, respondeu que a reunião foi um primeiro contato e que o setor aguarda com ansiedade as ações da bancada federal na defesa do turismo, não só em Alagoas, mas também de todo no Brasil.

 

 

 

 

 

Tags:, , , , ,

>Link  

Anac decide hoje suspensão de Portaria que restringe voos
   Mozart  Luna  │     11 de julho de 2018   │     12:20  │  0

 

A reunião do Conselho Consultivo da diretoria da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) está agendada para acontecer hoje (11), a tarde em Brasília com o objetivo de avaliar o Termo de Ajuste de Conduta (TAC), que permitirá a suspensão da Portaria determinou a restrição de voos em 21 aeroportos brasileiros, inclusive o de Alagoas, Zumbi dos Palmares.

 

Segundo o ex-ministro dos transportes e deputado federal Maurício Quintela (PR), que vem acompanhando o assunto desde que estava no ministério, não haverá contratempos para assinatura do TAC. “Tivemos uma reunião semana passada, para discutir o conteúdo do documento e chegamos a um consenso de todas as partes”, disse Quintella.

 

Portaria

 

A Portaria da Anac, que restringe no aeroporto Zumbi dos Palmares, ocorreu porque já havia se sido assinado um outro acordo para realizar as adequações estruturais exigidas pela Agência em 2013, mas que não foram cumpridas por falta de dotação orçamentária na Infraero.

 

Segundo o deputado Mauricio Quintella com a destinação de R$ 10 milhões, para o cumprimento das adequações, houve o comprometimento da Infraero de fazer valer os termos do TAC, que será apresentando na reunião do Conselho Consultivo da Diretoria da Anac.

 

Reclassificação

 

Outra batalha que se trava em torno do aeroporto Zumbi dos Palmares em Alagoas é com relação a reclassificação para categoria Delta (D), o que facilitará o credenciamento de voos internacionais regulares, por parte de companhias aéreas como a TAP e a Air France.

 

Com isso aumentaria o fluxo de turista da Europa e também os postos de trabalho no aeroporto, gerando também divisas para a Prefeitura de Rio Largo. Entretanto para isso é necessário que o município realize as adequações solicitadas pela Infraero e Anac, como a reiterada de rede elétrica, torres de operadoras de celular e caixas d’agua de residências próximas ao aeroporto.

 

O processo de reclassificação aguarda tão somente essas adequações por parte da prefeitura, para dar andamento ao processo que está parado desde maio em Brasília. Outro problema é com relação a proposta de mudança do nome do aeroporto Zumbi dos Palmares, para aeroporto de Rio Largo. Este fato novo deverá gerar problemas sérios no IATA, que é uma convenção internacional de identificação aeroportuária.

 

 

Tags:, ,

>Link  

Ações coordenadas para o desenvolvimento do turismo
   Mozart  Luna  │     7 de julho de 2018   │     10:01  │  0

Alagoas se fez presente na Bolsa de Turismo de LIsboa com destaque 

Alagoas vive momento de grandes oportunidades e crescimento da atividade turística, mas que precisa urgentemente da implantação de uma política coordenada de trabalho, objetivando consolidar-se como destino nacional e internacional. É preciso que Estado, Municípios e iniciativa privada busquem atuar de forma unificada no sentido de atingir objetivos de desenvolvimento da atividade turísticas.

Um exemplo de entrave é o caso atualmente da proposta da prefeitura de Rio Largo em mudar o nome do aeroporto Zumbi dos Palmares, que vai com certeza causar mais atrasos no processo de reclassificação para categoria Delta (D), que possibilita a colocação de voos regulares de companhias aéreas internacionais, como o projeto que vem se trabalhando em Portugal.

Trade turístico preocupado com o destino do aeroporto Zumbi dos Palmares

Uma comitiva oficial esteve participando da Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), onde fez contatos com operadores e companhias aéreas como a  TAP para viabilizar voos regulares diários, ou semanais para o Alagoas. Entretanto isso dependerá da reclassificação da categoria do aeroporto para categoria Delta (D). Atualmente somente com autorização especial, solicitada com muita antecedência é que se pode descer voos chartes (voos fretados) de aeronaves como o A 330.

As ações movidas na justiça pela prefeitura de Rio Largo para mudança do nome do aeroporto vai gerar também mudanças em convenções operacionais internacionais como nas normas do IATA ( International Air Transport Association) sigla que significa Associação Internacional de Transportes Aéreos, em português.

A IATA foi criada há mais de 60 anos por um grupo de companhias aéreas, com o objetivo de representá-las em todos os assuntos relacionados à aviação. Atualmente, a IATA representa mais de 230 companhias aéreas – cerca de 93% do tráfego aéreo internacional. A IATA luta pelos interesses das companhias em todo o mundo fazendo com que os governos prestem contas, desafiando encargos tributários e trazendo a conscientização das pessoas envolvidas sobre os benefícios da aviação para as economias.

A reclassificação viabiliza voos regulares internacionais com aviões da TAP A 330

O principal objetivo da IATA é ajudar as companhias aéreas a simplificar processos, aumentar a comodidade dos passageiros, reduzir custos, melhorar a eficiência dos serviços e, principalmente, cuidar da segurança da aviação, além de procurar minimizar o impacto do transporte aéreo no meio ambiente.

Os códigos de três letras que designam os nomes dos aeroportos em todo o mundo foram criados pela IATA. Exemplo: GRU (Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo), LHR (Heathrow, em Londres), OPO (Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, Portugal), etc. Para simplificar processos, esses códigos são usados nas passagens de avião, adesivos de bagagens.

Essas mudanças atrasam ainda mais o processo de reclassificação impedindo que as atividades aeroportuárias sejam ampliadas gerando mais emprego no aeroporto Zumbi dos Palmares e os tributos para prefeitura de Rio Largo.

Tags:, , ,

>Link  

Aeroporto Zumbi dos Palmares pode mudar de nome
   Mozart  Luna  │     6 de julho de 2018   │     1:58  │  0

 

A Prefeitura de Rio Largo vem realizando ações de administrativa e também na Justiça para mudanças que podem atrasar ainda mais o processo de reclassificação do aeroporto de classe Charles ( C ) para Delta ( D ). Uma das alterações é a troca do nome de Zumbi dos Palmares (personagem da histórica de Alagoas na luta do negro pela liberdade), para aeroporto de Rio Largo. Outra ação da Prefeitura é a solicitação de mudanças nas normas do IATA ( International Air Transport Association) sigla que significa Associação Internacional de Transportes Aéreos, em português.

A IATA foi criada há mais de 60 anos por um grupo de companhias aéreas, com o objetivo de representá-las em todos os assuntos relacionados à aviação. Atualmente, a IATA representa mais de 230 companhias aéreas – cerca de 93% do tráfego aéreo internacional. A IATA luta pelos interesses das companhias em todo o mundo fazendo com que os governos prestem contas, desafiando encargos tributários e trazendo a conscientização das pessoas envolvidas sobre os benefícios da aviação para as economias.

O principal objetivo da IATA é ajudar as companhias aéreas a simplificar processos, aumentar a comodidade dos passageiros, reduzir custos, melhorar a eficiência dos serviços e, principalmente, cuidar da segurança da aviação, além de procurar minimizar o impacto do transporte aéreo no meio ambiente.

Os códigos de três letras que designam os nomes dos aeroportos em todo o mundo foram criados pela IATA. Exemplo: GRU (Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo), LHR (Heathrow, em Londres), OPO (Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, Portugal), etc. Para simplificar processos, esses códigos são usados nas passagens de avião, adesivos de bagagens.

Essas mudanças atrasam ainda mais o processo de reclassificação impedindo que as atividades aeroportuárias sejam ampliadas gerando mais emprego no aeroporto Zumbi dos Palmares e os tributos para prefeitura de Rio Largo.

Adequações

O processo de reclassificação do aeroporto Zumbi dos Palmares, em Rio Largo para categoria Delta (D) continua aguardando as adequações solicitadas pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) a Infraero e ao município. O processo já dura mais de um ano impedindo que Alagoas receba aeronaves de grande porte que realizam voos internacionais, como por exemplo o A 330, bastante utilizado pelas companhias aéreas europeias como a TAP, Lufthansa e Air France.

Segundo uma fonte da Infraero de Brasília, foi realizado já todo procedimento por parte do órgão no âmbito interno para que a reclassificação do aeroporto Zumbi dos Palmares, mas agora tudo depende somente da Prefeitura de Rio Largo e realizar as adequações solicitados como, por exemplo, a retirada de antenas de operadoras de celular, postes de eletrificação, imóveis que possuem dois andares e caixas d’águas situadas próximo ao muro do aeroporto.

Tentamos mais uma vez ouvir o prefeito, mas não conseguimos. Deixamos mensagem em seu whatssap.

 

 

Tags:,

>Link