Category Archives: Meio ambiente e turismo

O compromisso dos jornalistas com o turismo
   Mozart  Luna  │     30 de março de 2020   │     20:18  │  0

O mundo vive um cenário somente previsto na imaginação de produtores de filmes hollywoodiano, onde uma ameaça catastrófica fez o planeta parar, com o objetivo de conter o surto de contaminação do coronavírus.

Diante de um cenário como esse é preciso se planejar, para quando sairmos dessa situação. Para isso temos a tecnologia que dispomos e aproveitar também o tempo que estamos em quarentena, dentro de nossas casas. O mundo virtual, através da rede mundial de computadores (internet), está à nossa disposição.

No setor do turismo os portais de viagens e os profissionais jornalistas estão dando provas do compromisso com a atividade e mostram seu potencial, com informações com credibilidade, seja através de reportagens, ou defendendo o setor, como gerador de emprego e renda.

A quarentena pode ser um momento de planejamento de viagens, até porque esse período deixou muita gente, que adora conhecer lugares e pessoas diferentes, com a vontade redobrada e é aí que entra o profissional compromissado com a informação.

Compromisso

Os empresários do setor de turismo, devem aproveitar esse momento para preparar trabalhos inédito; não com aventureiros das redes sociais, que não têm compromisso com a informação, mas com profissionais de comunicação, que conhecem bem como a máquina funciona e convivem com o empresariado nos bons e maus momentos.  Não basta só postar nas redes sociais fotos bonitinhas de lugares, mas é preciso produzir a informação em formato de reportagens, realizadas por quem é da aérea e tem credibilidade.

Nunca vivemos um momento de bombardeio tão grande de Fake News, mas que está servido para a população aprender a desconfiar da “informação”, escolhendo quem tem credibilidade para isso.

Indicar um hotel, pousada ou restaurante é responsabilidade de quem está sempre ao lado do setor, lutando com o empresariado na atividade do turismo e tem também a experiência que pode decidir na escolha. As pessoas estão despertando para fato de não se deixar influenciar, por quem não tem compromisso com a informação.

Valem lembrar que quem se deixar influenciar por futilidades, não tem personalidade própria para tomar decisões. São pessoas que apenas seguem a “boiada”, mesmo que leve a um precipício. São os tolos.

Nesta luta contra o coronavírus, os jornalistas estão mostrando seu papel dentro da sociedade, tanto assim que a produção de informação é um serviço essencial. Quem está nas redes sociais, como consumidor de informação despertou para a diferenciar entre quem está na rede para apenas influenciar, confundido e deturpando a verdade, com quem está trabalhando para levar o fato como é realmente. Não seja tolo, não se deixe influenciar.

 

 

>Link  

Ajuda ao turismo está mais perto de chegar
   Mozart  Luna  │       │     10:13  │  0

 

A tão esperada ajuda ao setor de turismo foi autorizada pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), através da liberação para o descumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). A decisão foi concedida no último domingo.  Com a autorização, o governo poderá editar as MPs que o setor de Turismo aguarda para flexibilização das relações trabalhistas.

As entidades Abrasel, Abeta, Abratur, Fenactur, Abav, ABIH, Abracorp, Adibra, AirTkt, Aviesp, Belta, BLTA, Braztoa, Clia, FBHA, Fohb, Resorts Brasil, Sindepat e Unedestinos confirmaram a medida do STF e divulgaram agradecimento ao ministro. Agora aguardam as MPs para o setor, mediadas com o Ministério do Turismo, para o início da semana. A expectativa é que já amanhã uma delas seja editada.

Suspensão de contratos de trabalho de colaboradores durante a crise, com liberação integral do FGTS e ainda seguro-desemprego para os trabalhadores do Turismo são algumas das propostas de alguns setores de Viagens, Hotelaria e Turismo.

Em entrevista ao jornal O Estado de São Paulo, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que o governo pode conceder auxílio de até um terço da remuneração original para os colaboradores das áreas mais impactadas, como o Turismo. As empresas pagariam outra parte do salário e se comprometeriam a não realizar demissões.

Na decisão do STF, Alexandre de Moraes deu autorização para “durante a emergência em saúde pública de importância nacional e o estado de calamidade pública decorrente de covid-19, afastar a exigência de demonstração de adequação e compensação orçamentárias em relação à criação/expansão de programas públicos destinados ao enfrentamento do contexto de calamidade gerado pela disseminação de covid-19″. Ele ainda citou a necessidade de “garantia de subsistência, empregabilidade e manutenção sustentável das empresas”.

Na sexta-feira, 27, as entidades do Turismo haviam enviado uma carta dramática ao STF, dizendo que a próxima semana seria de demissões em massa (cerca de 100 mil na hotelaria e no setor de parques), caso a liberação não saísse, já que as receitas das empresas do setor praticamente pararam.

 

>Link  

Prefeitura de Maragogi realiza higienização dos equipamento urbanos
   Mozart  Luna  │       │     10:04  │  1

O segundo polo de turismo de Alagoas e um dos destinos mais vendidos pelas operadoras de viagens, Maragogi está realizando uma ação inédita em todo Estado com a realização de uma grande operação de higienização dos locais públicos da cidade equipamentos fixos instalados em calçadas e na orla.

O trabalho começou nos coletores de lixo, containers, bancos de praças e tem mais, caminhões e carros de coleta também passam por esse processo de limpeza. A unidade mista de saúde, também foi totalmente higienizadas, garantindo que todos os ambientes daquela unidade saúde ficasse livre de contaminação.

Além disso, todos os equipamentos utilizados no dia a dia dos trabalhadores, passam por um processo individual de limpeza adequada e todos são orientados a trabalharem com  EPI, além de possuírem álcool gel, sabonete líquido desinfetante e roupas apropriadas, tudo de acordo com o Ministério da Saúde.

“Os nossos amigos garis são peça chave no combate ao vírus? Pois é, eles saem nas ruas todos os dias para limpar nossa cidade, eles nos mantém livre da sujeira e por isso merecem receber o cuidado que precisam e merecem. Nossos sinceros agradecimentos a esses guerreiros”, finalizou o prefeito Sérgio Lira.

 

 

>Link  

Faça aqui curso on line de marketing para agentes de viagens neste período de pandemia
   Mozart  Luna  │     29 de março de 2020   │     6:00  │  0

Nosso blog está disponibilizando a oportunidade de você realizar um curso on line para agentes de viagens, durante esse período de pandemia, para fidelizar seus clientes e retomar as vendas.

 

Apesar do confinamento, a Central de Receptivos continua a trabalhar e lançou uma nova ferramenta para os agentes de viagens, concretamente ao nível da formação.
Ángela Fernández, responsável de Te lo Cuento de Camino, preparou um curso online de Marketing Turístico em agências de viagens, no qual vão ser partilhadas estratégias para cultivar a médio e longo prazo e “poder colher frutos de forma mais constante e repartida no tempo”. A Central de Receptivos considera importante que a agência de viagens tenha “uma estratégia a longo prazo, que seja constante e que comece a colocar em prática o mais cedo possível”.
O curso vai realizar-se a partir de 31 de março, às terças e quintas-feiras, das 15h30 às 17h30. As incrições podem ser efetuadas aqui.

>Link  

Atividade turística volta a normalidade em julho
   Mozart  Luna  │     28 de março de 2020   │     15:01  │  1

O presidente do Maceió Convention & Vistors Bureau, o executivo dos Grupos Tropicalis, Tropicana e Hotéis Salinas, Glênio Cedrin, desenhou um cenário de perspectivas que exigem muito planejamento. Segundo ele será um momento duro com recuperação mês após mês, a partir de julho, com a retomada de confiança das pessoas para viajar. “Teremos no segundo semestre, segundo dados, até o momento, uma boa agenda de eventos importantes em Maceió, que ajudará nesta recuperação a partir de agosto e setembro”, disse ele.

Em agosto, o turismo de eventos, traz para Alagoas três grandes atividades do segmento em Maceió. Segundo ele vai lotar a hotelaria. Em final de agosto, seguido por setembro e outubro é a vez do retorno do turismo de lazer.

Segundo ainda Glênio Cedrin,  a maior operadora da América Latina, que tem Alagoas como um dos seus principais produtos, já confirmou reservas para agosto, setembro e outubro.  Essa garantia é dada também, graças ao pacote casado com as companhias aéreas, que já estão bem mais otimistas, com relação a passagem da tempestade.

Contudo, Glênio Cedrin, enfatiza que todo esse cenário foi montado, tendo como base as decisões tomadas pelo Governo do Estado. “Foram medidas acertadas e tomadas rápido para evitar a propagação do coronavírus”, disse ele.

Cendrin disse ainda, que concorda com a prorrogação da quarentena por mais dez dias em Alagoas. Para garantir, que a chamada curva de contaminação, comece a cair rapidamente como já demonstra. “Esse fator é essencial”, disse ele.

O executivo é conhecido por ser um grande observador de cenários e também por ser um dos mais bem informados executivo de turismo do Nordeste.

Suas colocações são ouvidas com respeito e credibilidade, já que tem raízes familiares e empresarias, em um dos maiores grupos de hoteleiro, receptivo e de eventos de Alagoas, o Grupo Tropicalis e Amarante (Hotéis Salinas).

O cenário montado pelo executivo, traz um alento de esperança e afasta o desespero de pequenos empresários, que buscam informações para também traçar planos para travessia da pandemia criada pelo coronavírus.

“É bom lembrar que de qualquer maneira estaríamos, neste momento, passando pela chamada baixa temporada, com poucos turistas”, disse ele. “O detalhe é que essa situação sazonal foi agravada por dois fatores: primeiro a presença das manchas de óleo nas praias e agora o coronavírus”, relata ele.

“Por isso o setor precisamos da ajuda dos governos para se manter vivo até volta da normalidade sanitária no país”, disse ainda ele.

São Paulo: polo emissor

O principal polo emissor de turistas para Alagoas é o Estado de São Paulo. “De lá vem cerca de 70% dos turistas que recebemos, sendo 20% da capital e 50% do interior e 30% de outras regiões do Brasil”, declarou Glênio Cedrin. “A capital paulista, local mais atingidos pela coronavírus, representa apenas uma fração. Já cidades como Campinas tem mais importância, por ter um volume emissor de turista muito maior”, lembra ele.

Segundo ele, o Estado de São Paulo vai surpreender o mundo com sua capacidade para vencer essa pandemia. “Para começar é o maior centro médico da América Latina e referencial no Mundo, pela excelência de seus profissionais, além de ter um parque industrial fabuloso com muitas riquezas”, enfatiza ele, arrisca dizer que em julho e agosto, os paulistas estarão comemorando uma grande vitória.

Projeto TAP

O presidente do Maceió Convention também comentou o Projeto de Internacionalização do destino Alagoas, numa parceria com a companhia aérea TAP. Segundo ele, o projeto está preservado. “Acredito que deverá ser adiado para o segundo semestre e terá uma grande aceitação”, disse ele.

“No início o volume será pequeno, como todo projeto iniciante, mas que é de grande importância para Alagoas que foi lançada na Europa e deve conquistar os corações dos europeus”, declarou Cedrin.

Coronavírus vai salvar empresas

Segundo o presidente do Maceió Convention, a pandemia teve um efeito rápido na atividade do turismo, com cancelamentos de reservas e voos. Diferentemente do problema gerado pela mancha de óleo, no ano passado, que assustou, mas foi possível administrar sem risco a vida.

Segundo ainda ele muitas empresas já estavam com problemas financeiros, abaladas com o problema da mancha de óleo. “O cenário das reservas com as operadoras, alteradas de abril a junho para o segundo semestre foi fortalecido com a MP, que salvou as Cias Aéreas neste momento de caos, concedendo um prazo para o ressarcimento das passagens para 12 meses da data da alteração.  Dando um importante fluxo de caixa para vendas futuras e aliviando este momento de parada total da malha aérea. Está medida indiretamente ajudou as operadoras nacionais que tinham também uma quantidade significativa de vendas futuras que seriam canceladas e com esta medida redirecionou os clientes a remarcarem as suas viagens”, disse ele.

Glênio Cedrin voltou a recomendar a prorrogação da quarentena, mas com algumas exceções disse “que vencermos juntos esse problema de saúde pública mundial e voltou a recomendar que, no momento a melhor atitude é ficar em casa, para impedir a propagação do vírus”, finalizou.

 

 

 

 

 

 

>Link