Monthly Archives: agosto 2021

Dinamarca anuncia fim das restrições para turistas
   31 de agosto de 2021   │     16:36  │  0

 

Dinamarca 31.08.21 – Enquanto Portugal mantém restrições com discriminações para acesso ao aquele pais. o  Governo da Dinamarca  anuncia que no dia 10 de Setembro, três semanas antes do previsto, o fim das restrições impostas no país devido à pandemia do novo coronavírus.

Atualmente a Dinamarca limita, ainda, a capacidade de lotação de pessoas em grandes eventos, mantêm as casas nocturnas encerradas e obriga a apresentação de um passaporte sanitário em algumas circunstâncias, medidas que deveriam sem levantadas somente em 1 de Outubro.

O anúncio está relacionado com a decisão do Governo social-democrata de não estender, para além de 10 de Setembro, a categorização da covid-19 como doença crítica para a sociedade, o que permitiu introduzir as inúmeras restrições.

“A epidemia está sob controle. Temos taxas recordes de vacinação. Por isso, podemos eliminar algumas regras que tiveram de ser adoptadas para o combate ao novo coronavírus. O Governo havia prometido mantê-las somente pelo tempo necessário”, disse o ministro da Saúde, Magnus Heunicke, num comunicado.

Heunicke esclareceu porém que “o país não saiu da pandemia” e que o Governo “não hesitará” em agir rapidamente caso o novo coronavírus “ameace funções importantes” da sociedade”.

Segundo a Agência Lusa, a Dinamarca tem algumas das maiores taxas de vacinação do mundo: 74,9% da população já tem uma dose vacina e 70,2% já tomaram duas doses, de acordo com os últimos dados oficiais.

A incidência nas duas semanas anteriores é de 232,18 casos novos por 100.000 habitantes, de acordo com o Centro Europeu para Prevenção e Controle de Doenças.

O número de pacientes internados é de 127, o dobro do início do mês, e a mortalidade é de 44,42 por 100.000 habitantes, de acordo com o levantamento realizado pela Universidade Johns Hopkins, dos Estados Unidos.

 

Marechal Deodoro recebe selo Save & Travel
     │     10:54  │  0

A primeira capital de Alagoas e um dos principais polos de turismo do estado foi certificada com o selo internacional Safe Travels de segurança sanitária. O Safe Travels foi entregue na manhã desta segunda-feira (30) pelo secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur), Marcius Beltrão, ao prefeito de Marechal Deodoro, Cláudio Roberto Ayres.

Marechal Deodoro é a sexta cidade alagoana a ser contemplada pelo selo de segurança sanitária internacional. A chancela é conferida como reconhecimento a destinos e empreendimentos turísticos que estejam seguindo os protocolos sanitários de enfrentamento à Covid-19 certificados por instituições como a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Por meio da premiação, o município ganha mais visibilidade e atrai mais visitantes à procura de lugares mais seguros. Além de Marechal Deodoro em Alagoas estão certificados os municípios de Maragogi, Porto de Pedras, Piranhas, Japaratinga e Delmiro Gouveia.

Segundo o secretário de Turismo da Sedetur, Marcius Beltrão, a certificação demonstra que Alagoas vem aos poucos recuperando o segmento turístico de forma responsável e segura.

“O Safe Travels é uma garantia que o destino está preocupado com quem está indo visitar. No caso de Marechal Deodoro, especificamente, um dos municípios mais visitados do nosso estado, com atrativos fantásticos, entre gastronomia diversificada e praias encantadoras”, pontua.

Para o prefeito de Marechal Deodoro, Cláudio Roberto, o selo recebido pelo município exalta a importância dos cuidados na retomada de um turismo seguro.
“Esse certificado de segurança sanitária é muito importante para que possamos fortalecer o turismo em Alagoas. A parceria do secretário com os municípios fortalece as vertentes do turismo alagoano, seja a natural, a histórica, ou a cultural. Por meio do selo, temos ainda mais o incentivo que garante que possamos passar por esse momento de pandemia da melhor forma possível”, destaca.

Hoteleiros de Portugal acusam Governo de discriminar passageiros com restrições e prejudicar o turismo
     │     10:33  │  0

 

Lisboa 31.09.21 – Raul Martins, Associação da Hotelaria de Portugal (AHP) considera que o Governo de Portugal “está abertamente a prejudicar as empresas turísticas e, por essa via, a recuperação econômica do país”. O presidente da AHP diz que “será impossível que a retoma se faça, quando a concorrência está bem à nossa frente e estes mercados, fundamentais para Portugal, mais ainda porque viajam fora da época alta, não podem vir para o nosso país”.

Raul Martins disse também que o Governo Português prejudica também a TAP, que está passando por grande dificuldades financeiras. Segundo ele muitas rotas consolidadas e as novas que abriram novos mercados estão prejudicadas, principalmente no Brasil e Estados Unidos.

A Associação da Hotelaria de Portugal (AHP) aponta certa discriminação na aplicação das restrições e criticou o Governo por “não estar a aceitar o certificado de vacinação de cidadãos norte-americanos e brasileiros, bem como os certificados de vacinação de britânicos que estejam inoculados com a vacina da AstraZeneca fabricada na Índia”.

Em comunicado, a AHP diz que vários países europeus já o fazem, “como Espanha, França, Suíça e Alemanha”, e acusa o Governo português de estar “em contraciclo”.

A Associação diz na mesma nota que o Governo está a fazer uma comunicação “errática” e ausente de “orientações claras e inequívocas relativamente ao reconhecimento do Certificado de Vacinação de cidadãos provenientes dos Estados Unidos da América, Brasil e de alguns do Reino Unido”.

O presidente da AHP, Raul Martins, citado no comunicado, afirma que o Governo está “em contraciclo” e está “a esquecer uma orientação do Conselho Europeu já de há muito – isto é, que os Estados Membros podem seguir as orientações relativamente à aceitação de vacinas aprovadas pela OMS mesmo que não homologadas, ainda, pela EMA”.

Os passageiros provenientes da África do Sul, Brasil, Índia, Nepal e Reino Unido têm de cumprir, após entrada em Portugal, 14 dias de isolamento profilático no domicílio ou em local indicado pelas autoridades de saúde, especifica uma notícia da agência Lusa.

As excepções ao isolamento são as dos passageiros que se desloquem em viagens essenciais e cujo período de permanência em território português, atestado por bilhete de regresso, não exceda as 48 horas, escreve a Lusa.

Brasil

O absurdo maior é o praticado contra os passageiros procedentes do Brasil, que só podem viajar para Portugal por razões familiares, profissionais, de estudo ou humanitárias, tendo de apresentar um teste negativo à covid-19 e de cumprir um período de quarentena.

Já os passageiros do Reino Unido estão isentos de quarentena se apresentarem comprovativo de vacinação realizada em solo britânico e que ateste o esquema vacinal completo do respetivo titular, há pelo menos 14 dias, com uma vacina contra a covid-19 com autorização de introdução no mercado nos termos oficiais.

A Direção-Geral da Saúde (DGS), segundo a Lusa, está ainda a elaborar orientações sobre as vacinas contra a covid-19 Covishield (AstraZeneca) e a chinesa Sinovac, não aprovadas pela Agência Europeia do Medicamento (EMA), aguardando a decisão do Infarmed que lhe servirá de base, mas até lá, segundo a AHP, não estão a ser aceites certificados dessas vacinas.

Portugal reconhece apenas certificação de inoculações com vacinas aprovadas pela Agência Europeia do Medicamento, enquanto Espanha, por exemplo, segue o critério de validação da Organização Mundial da Saúde, que inclui outras vacinas.

A EMA, até ao momento, aprovou quatro vacinas, das farmacêuticas Pfizer, Moderna, AstraZeneca e Janssen. Enquanto isso o turismo em Portugal já contabiliza a falência de vários estabelecimentos hoteleiros, bares e restaurantes.

Vila Galé Paulista anuncia agenda musical em seu Lobby
   30 de agosto de 2021   │     17:55  │  0

Na retomada, Hotel aposta na música para ampliar ainda mais a experiência dos hóspedes e clientes

São Paulo, 30 de agosto de 2021 – O Vila Galé Paulista, unidade paulistana da rede portuguesa Vila Galé Hotéis, vem ganhando destaque na capital por sua localização e padrão de qualidade. Agora, para setembro, foi anunciada uma agenda com artistas de renome no cenário musical brasileiro e internacional, os quais se apresentarão no Lobby do hotel nas próximas semanas. Não há venda de ingressos. As apresentações são gratuitas para o público. Os lugares são limitados e todos os protocolos de distanciamento, e uso de máscara, estão mantidos. O objetivo é oferecer mais um diferencial para os hóspedes e para os amantes da boa música que querem relaxar curtindo uma apresentação exclusiva em um ambiente aconchegante e muito agradável.

Nesta quinta-feira, dia 2 de setembro, o pianista Alexandre Vianna, conhecido especialmente por ter sido o Maestro responsável pela banda do musical “Tim Maia Vale Tudo”, se apresenta das 18h às 21h. Atualmente, além do seu trabalho autoral, ele é pianista e tecladista na banda do Cauby Peixoto e Angela Maria, entre outros grandes nomes.

 

(Lobby do Vila Galé Paulista. Divulgação: Vila Galé Hotéis)

Na sexta-feira (3/09), a jovem cantora Graziela Medori se apresentará ao lado do guitarrista, compositor, arranjador e produtor musical, Renzo Perales, das 19h às 22h, com um repertório exclusivo de música brasileira. Graziela Medori carrega um DNA incrível, pois é filha de uma das intérpretes mais brilhantes da nossa MPB, a cantora Claudya e do grande músico, compositor e produtor musical Chico Medori.

Renzo Perales também transita por diversos estilos da música brasileira e do jazz, fez seu nome em São Paulo dividindo os palcos com músicos importantes de antigas e novas gerações da cena paulistana. Ele voltará ao Vila Galé Paulista no sábado, 11 de setembro, junto com o contrabaixista Richard Metairon. A apresentação desta dupla no dia 11/09 será das 17h30 às 20h30. Richard Metairon, além de gravar com grandes artistas, também já tocou em festivais nacionais e internacionais. Um de seus últimos projetos de sucesso foi segundo disco de trio do guitarrista Michel Leme.

Além dos serviços do Vila Galé Café e do restaurante “Massa Fina”, o Vila Galé Paulista oferece rótulos de vinhos, exclusivos, produzidos nas vinícolas do grupo no Alentejo e no Douro, em Portugal, de forma que toda e qualquer experiência no hotel sempre será completa e marcante. Os vinhos “Santa Vitória” e “Val Moreira” chegam aos hotéis da rede, no Brasil, por meio de navios, em lotes únicos.  Sem dúvida são ótimas sugestões para acompanhar belas apresentações musicais. Mais informações e detalhes sobre as apresentações musicais diretamente na recepção do hotel 11. 3100 0201.

Mais informações sobre o hotel e reservas: www.vilagale.com.

Mais informações sobre os vinhos Santa Vitória e Val Moreira: https://santavitoriavinhos.com.br/ | https://valmoreira.com/ .

Sobre a Vila Galé

A Vila Galé é o segundo maior grupo hoteleiro em Portugal e está no ranking das maiores empresas de hotelaria do mundo. O grupo é composto por diversas sociedades, das quais se destaca, pela sua dimensão e importância, a Vila Galé – Sociedade de Empreendimentos Turísticos, S.A. A rede de hotéis Vila Galé conta atualmente com 37 unidades hoteleiras: 27 em Portugal (Algarve, Beja, Évora, Elvas, Alter do Chão, Oeiras, Cascais, Sintra, Ericeira, Estoril, Lisboa, Coimbra, Serra da Estrela, Porto, Braga, Douro e Madeira) e 10 no Brasil (Rio de Janeiro, Fortaleza, Cumbuco, Salvador, Guarajuba, Pernambuco, Touros, Angra dos Reis e São Paulo), com um total de 8.064 quartos.

VHC enviará para Alagoas 5 mil turistas por semana
     │     12:46  │  0

O Chief Operating Officer (COO) Fábio Cardoso da VHC, uma das maiores plataformas de aluguel de casas de férias de alto padrão por temporada em nos Estados Unidos visitou os Cânions do São Francisco na última sexta-feira (27), e anunciou a região como carro chefe no segmento turismo de experiência no portfólio da empresa. Segundo ele, a VHC prevê um fluxo semanal de 5 mil turistas para Alagoas, que serão distribuídos entre os destinos de Maceió, Cânions do São Francisco, Barra de São Miguel, São Miguel dos Milagres e Japaratinga, além de Maragogi.

A VHC chega a Alagoas em parceria com a MME hospitalidade, do Grupo Maceió Mar, que tem à frente os empresários Miltinho Vasconcelos e Adriana Vasconcelos, que acompanharam Fábio Cardoso na visita aos Cânions do São Francisco.

Fábio Cardoso lembrou que a “dica” para que a VHC chegasse à região dos Cânions foi da equipe de prospecção da Secretaria Estadual de Desenvolvimento e Turismo, através do superintendente Paulo Kugelman. “Paulão havia nos mostrado o destino através de fotos e vídeo e ficamos surpresos com o potencial e agora estamos visitando a região acompanhados de nossos parceiros da MME, que vai fazer o trabalho de cadastramento e atendimento de nossos clientes que vão chegar a Alagoas”, disse o COO da VHC.

A Sedetur vem trabalhando em parceira com a companhia aérea Azul, a viabilização de voos fretados de São Paulo para região, assim como também voos regionais, já anunciados pelos diretor de operações da Azul, Marcelo Bento, que esteve semana passada em Delmiro Gouveia reunido com empresários e representantes dos governos de Alagoas, Bahia, Pernambuco e Sergipe.

O grupo foi recebido pelo prefeito de Piranhas, Thiago Freitas, o procurador do município Pedro Jorge, o secretário municipal de turismo, Eduardo Clemente o empresário Júnior Brasil, do receptivo Karrancas, além da equipe do Portal Circuito Mundo, blog meio ambiente e turismo da gazetaweb e Programa Conheça Alagoas da TV Mar.

A diretora do Grupo MME, Adriana Vasconcelos, disse que os Cânions é um produto único, que surpreende a todos com sua beleza natural incrível e que renova as energias de quem visita. “Fazia tempo que vim aqui e estou encantada com os roteiros turísticos que se desenvolveram, além da qualidade dos serviços prestados e dos equipamentos”, disse ela.

“A MME hospitalidade já tinha um projeto neste sentido, antes mesmo da chegada da VHC em Alagoas. Recebemos o convite da parceria e aí somamos os projetos, que vai colocar em Alagoas, mais um bom produto turístico que vai atender não só ao mercado nacional, mas também internacional”, declarou Adriana Vasconcelos.

Já para o diretor executivo da MME, Miltinho Vasconcelos, a vinda da VHC para Alagoas é motivo de muita comemoração, porque vai somar ainda mais com a atividade turística no estado, gerando mais emprego, renda e aquecendo também o mercado turístico imobiliário.

O empresário disse ainda que esta é uma novidade no mercado de turismo que chega para ficar e também atender a uma demanda da procura por aluguel de casas de alto padrão por temporada e também para o turismo de experiência.

Turismo de experiência com por do Sol em Olho d’água do Casado

O roteiro da visita do COO da VHC, Fábio Cardoso, aos Cânions do São Francisco tem como partida o receptivo Karrancas em Canindé do São Francisco, com destino ao riacho do Talhado, no município de Olho d’água do Casado, Alagoas, um dos lugares mais lindos e visitados por todos que realizam os passeios.

Durante o percurso foram mostrados também vários empreendimentos turísticos, que estão sendo construídos ao longo das margens do rio São Francisco em Alagoas, um indicativo que a região vem se credenciando como o novo produto turístico no Brasil.

O passeio teve seu ponto alto no “Cânion Dourada”, em Olho d’água do Casado, para o por do Sol, com uma grande recepção para os turistas e que é organizado pela agência Candeeiros Ecotur, referência neste produto turístico e que inclui música ao vivo com saxofone, espumantes, vinhos e outras bebidas além de petiscos. Um momento marcante que encerra os passeios pelos Cânions. A noite a comitiva foi até o centro histórico de Piranhas, onde conheceu os atrativos do centro gastronômico, cultural e histórico do município.

O que é a VHC

A VHC é uma das maiores plataformas de aluguel de imóveis por temporada foi adquirida pela CVC Corp. Trata-se da  VHC Hospitality LLC, sua unidade de negócios de aluguel de casas de temporada, que pertenciam a Camden Enterprise LLC.

A empresa apresentou em de 2021, crescimento superior a 50% nos destinos oferecidos, com propriedades localizadas nos Estados Unidos, Brasil e República Dominicana, estas ofertadas em mais de 100 canais de distribuição, alguns exclusivos, como as mais de 1.200 lojas CVC.

A VHC tem o objetivo de alcançar 8 mil propriedades administradas até 2026, expandindo operações para o continente europeu e aumentando a oferta dos destinos. Sua excelência na gestão de produtos é reconhecida por importantes redes, como Marriott International.

Com mais de 10 anos e especializada no aluguel de curto prazo e na administração profissional de propriedades para temporada. Oferece serviços de alto padrão, de hospitalidade e de concierge para hospedes e proprietários por meio de emprego de alta tecnologia, incluindo plataformas proprietárias, que suportam a jornada do cliente desde a reserva pelo channel manager, passando pelo check-in e contratação de serviços durante a estadia.

GALERIA DE FOTOS: