CVC: diretor de tecnologia se demite e empresa avança diretamente nos clientes
   Mozart  Luna  │     29 de junho de 2020   │     6:26  │  0

Operadora investe na venda direta de seus produtos como aluguel de carros, imóveis por temporada e passeios locais. 

Em meio as grandes mudanças que estão ocorrendo dentro da maior operadora da América Latina, a CVC Brasil anuncia a saída do seu diretor de tecnologia Jacques Douglas Varaschi. Ainda não se sabe os motivos da renúncia dele, já que o alto escalão da empresa vinha anunciando muitas novidades operacionais; principalmente neste aérea, que mais que nunca, é classificada como estratégica para a sobrevivência da CVC.

A CVC desde o início de março, quando começou a pandemia no Brasil, realizou muitas mudanças começando com a presidência, passando pelo Conselho Fiscal e agora nas diretorias. A novidade na empresa também estão sedo realizadas na sua forma operacional e algumas têm causado certa apreensão aos parceiros, como agentes de viagens e hotelaria, devido a instalação de ferramentas tecnológica, que criam a comercialização direta com o cliente final.

Uma dessas polêmicas foi o anúncio de que a empresa terá uma plataforma para alugar imóveis por temporada turística, semelhante ao sistema do Airbnb, o que causou um grande espanto a hotelaria. Outra novidade é a ferramenta tecnológica que vai contatar diretamente com o cliente final dos franqueados, para finalizar vendas e oferecer preços melhores, mas respeitando o pagamento do comissionado, garante a empresa.

E a última novidade da CVC é intermediar também aluguel da veículos para clientes, que poderão pegar o carro no aeroporto, evitando o transfer in, realizado pelas franqueadas que fazem o translado para os hotéis, um dos momentos mais importantes para as vendas dos passeios locais.

As mudanças apontam para uma agressividade para as vendas, onde a CVC passa a depender muito pouco de seus parceiros nos destinos turísticos, sendo de certa forma também um concorrente no mercado. As novidades, entretanto, devem ser entendidas como parte do livre mercado e do novo cenário pós pandemia. A recomendação para todos é que também busquem inovar, usando a seu favor a tecnologia e se juntando em nicho de mercados, para se proteger e se tornando menos dependentes das grandes operadoras.

A tecnologia e as redes sociais proporcionam que todos tenha o mesmo espaço na internet. Quem tiver criatividade e meios de conteúdo de convencimento para concretizar vendas, terá com certeza bons resultados.

Abaixo a nota da CVC sobre a renuncia do diretor de tecnologia.
A CVC Brasil Operadora e Agência de Viagens S.A. (“Companhia”), em cumprimento ao disposto no artigo 157, § 4°, da Lei n.º 6.404, de 15 de dezembro de 1976, conforme alterada, e na regulamentação da CVM, em especial a Instrução CVM nº 358, de 3 de janeiro de 2002, conforme alterada, vem informar aos seus acionistas e ao mercado em geral que, em 23 de junho de 2020, o Sr. Jacques Douglas Varaschim renunciou ao cargo de Diretor da Companhia, com efeito a partir de 16 de julho de 2020.

A Companhia agradece ao Sr. Jacques Douglas Varaschim por sua dedicação e deseja sucesso na nova jornada.

 

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *