Pousada lotadas em junho e protocolos sanitários são discutidos
   Mozart  Luna  │     6 de junho de 2020   │     12:17  │  0

 

A retomada da atividade turística em Alagoas ainda não tem uma data certa, mas está bem próxima, segundo empresários do setor, deverá iniciar na segunda quinzena de junho, já que muitas pousadas estão praticamente lotadas já para o dia dos namorados. As pousadas do corredor de charme entre a Barra de Camaragibe e Porto de Pedras, segundo apurou nosso blog em conversar com os proprietários dos estabelecimentos, atesta uma grande procura e algumas já estão lotadas até o final de junho.

Antecipando-se a movimentação que já dá sinal através do segmento de luxo como também, os estabelecimento menores com poucos apartamentos, um Grupo de Trabalho foi formando pelo Governo do Estado, através da Secretaria Estadual de Desenvolvimento e Turismo (Sedetur), para discutir a formalização de um protocolo sanitário, com chancela de fé pública. A primeira reunião ocorreu terça-feira (02), por videoconferência entre o Governo do Estado e as entidades representativas das áreas do comércio, serviço e trade turístico alagoano.

Sob coordenação das Secretarias do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur) e Fazenda (Sefaz), Gabinete Civil e Prefeitura de Maceió, as medidas de funcionamento atenderão critérios extremos de segurança à população e se encontra, ainda, em fase de construção.

“É importante ressaltar que não existe data estabelecida para essa reabertura dos setores. Neste momento, a conversa com os segmentos que formam a economia alagoana é fundamental para apresentar detalhadamente o plano criado pelo GT e entender as necessidades de adaptação em cada setor. Tudo será feito no tempo propício, com a máxima cautela, respeitando os protocolos sanitários e prezando pela saúde e proteção da população. Agora é hora de seguir com as recomendações do Governo do Estado, mantendo o isolamento social que vem sendo tão importante no combate a COVID-19. ”, destaca o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Rafael Brito.

Após a apresentação das propostas, os representantes das entidades foram orientados a elaborar sugestões e possíveis alterações que deverão ser discutidas posteriormente.

Para a definição dos planos de retomada, deverão ser observados a declaração de emergência em saúde pública de importância internacional pela Organização Mundial de Saúde (OMS), em 30 de janeiro de 2020, em decorrência da infecção humana pelo novo coronavírus (COVID-19); e os Decretos Estaduais publicados com as medidas necessárias para o enfrentamento à disseminação da doença.

A possibilidade de reabertura das atividades econômicas será definida a partir do atendimento às exigências estabelecidas pelos novos protocolos sanitários também elaborados pelos Grupos de Trabalho. Os documentos contam com obrigações específicas para cada segmento da economia e obedecem às recomendações determinadas pela Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

“É fundamental a participação da sociedade representativa, dos grupos econômicos, para que conjuntamente com o Governo do Estado possamos chegar num consenso de qual será a melhor maneira do retorno das atividades. E que tudo seja realizado de uma forma planejada, estruturada, organizada para gerar segurança aos cidadãos que irão aos estabelecimentos comerciais e empresariais, mantendo os devidos protocolos sanitários para garantir a saúde de todos e estimulando o restabelecimento das atividades produtivas no Estado”, afirma o secretário da Fazenda, George Santoro.

Grupos de Trabalho

Os Grupos de Trabalho foram criados levando em consideração os impactos econômicos causados pela pandemia e a necessidade de estabelecer protocolos para o funcionamento dos setores produtivos após o período de distanciamento social, a fim de dar impulso à retomada das atividades econômicas, mas com medidas de extrema segurança à população alagoana.

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *