MP investiga plotagem de logomarca de governo em máscaras em Craíbas
   Mozart  Luna  │     12 de maio de 2020   │     16:57  │  0

Foto: Print do Instagram

O chefe do Núcleo de Defesa do Patrimônio Público (NDPP) José Carlos Castro, abriu processo para apurar se a plotagem de máscaras distribuídas pelo prefeito de Craíbas Ediel Leite (MDB), com logomarca do governo municipal é crime de improbidade e também eleitoral.

O assunto tornou-se público depois que o prefeito Ediel Leite postou em seu Instagram, fotos dele com servidores da saúde, distribuído máscaras plotadas com a marca de seu governo.

O prefeito deve disputar a reeleição esse ano, fato de conhecimento público e notório em Craíbas, e que segundo José Carlos Castro pode caracterizar propaganda eleitoral antecipada e inviabilizar a candidatura de Ediel Leite.

O chefe de NDPP lamentou a atitude do gestor municipal, dizendo que a plotagem desse equipamento preventivo para saúde é totalmente desnecessária. Segundo ainda ele será investigado também o custo que causou aos cofres públicos. “Sabemos das dificuldades dos municípios e qual a eficácia dessa plotagem”?

José Carlos Castro ressaltou que o momento que mundo e o Brasil passam é muito difícil e todos devem colaborar no combate a propagação do vírus, que já matou milhões no mundo, e que no Brasil já ultrapassa 10 mil mortes.

“Lamentável atitude como essas, mas já abrimos processo e encaminhamos também o assunto para a Justiça Eleitoral”, disse ele. “Vamos apurar tudo”, enfatizou.

Além disso, existe o problema de a máscara ter sido adulterada com tinta e componentes químicos, que podem afetar a eficácia da proteção contra o coronavírus. A distribuição gratuita de máscaras plotadas com logomarca de governo em Craíbas é uma ação de marketing única em todo estado de Alagoas, e talvez no Brasil. Tentamos ouvir também o secretário estadual de saúde, Alexandre Ayres sobre as consequências da adulteração da máscara, com a plotagem e se ela  pode comprometer a eficácia da finalidade desse equipamento de proteção, mas não conseguimos obter resposta.

Procuramos ouvir o prefeito Ediel Leite sobre o assunto, mas não conseguirmos. Procuramos então a Procuradoria do Município que ficou surpresa com a notícia e disse vai aguardar a intimação do MP.

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *