Exigência Internacional: Hotelaria de gestão de saúde e Bem-estar
   Mozart  Luna  │     26 de abril de 2020   │     9:54  │  1

Nosso blog postou no último sábado a informação da necessidade de criação de um selo de garantia sanitária para o setor de hotelaria, assim como também outros estabelecimentos da atividade turísticas, com bares, restaurantes, cafés e empresas que realizam o receptivo.

Nossa “provocação” do tema deve resposta imediata não só do trade alagoano, que concorda com essa iniciativa, que dará ao destino Alagoas o certificado de garantia sanitária, como território seguro, mas que até agora as entidades do turismo não tomaram a iniciativa de formatar o projeto.

Contudo para que o “selo de garantia sanitária” tenha credibilidade e fé pública precisa ser certificada por órgãos de saúde de grande conceito e reconhecimento oficial. Para isso o trade deveria se reunir a iniciar os contatos necessários para que seja formalizada os convênios e estabelecimento dos critérios a serem exigidos, tudo dentro do padrão internacional, seguindo as normas da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Dentro desse contexto surgi também a necessidade de preparação de mão-de-obra, com formação na área de Gestão de Hotelaria de Saúde e Bem-estar. Essa exigência já é identificada nos destinos internacionais, e aqui, mais uma vez, citamos Portugal como referência. O setor de hotelaria deve se preparar para a realidade pós covid 19. Uma realidade exigente, rígida e com normas sanitárias a serem cumpridas.

Esse novo cenário que está a ser montado aos poucos, exige também do setor turístico, agilidade e principalmente iniciativa. Não basta só participar de cursos on-line ou vídeo conferência para saber como restabelecer as vendas, se não tem uma política de segurança sanitária. Primeiros oferecer as garantias e depois vender o destino.

Aproveitamos para alertar a todos os empresários para evitarem serem vítimas de grupos que desejam “explorar” o momento oferecendo “consultorias” e cursos mágicos, que prometem restabelecer o faturamento das empresas. Cuidado! Neste ramo de muita gente, que faz de palpites, fórmulas de faturamento.

Gestão de Hotelaria e Saúde

Antes de saber como vão vender seus produtos turísticos, os empresários precisam oferecer garantias a saúde aos clientes e somente através de Instituições idôneas e com reconhecimento público e notório de fé pública, dão a credibilidade necessária. Cuidado com os Institutos, ONGs e consultores que oferecem fórmulas mágicas.

Aqui citamos mais uma vez a experiência em Portugal onde o Instituto Politécnico de Setúbal (IPS) vai abrir, no próximo ano letivo de 2020/2021, um novo mestrado na área da Gestão de Hotelaria de Saúde e Bem-estar.
Este curso resulta da parceria entre duas das suas escolas superiores, de Ciências Empresariais (ESCE/IPS) e de Saúde (ESS/IPS), e a Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril (ESHTE).

Com a primeira fase de candidaturas aberta até ao próximo dia 30 de abril, a nova oferta de formação apresenta “entre três instituições de referência nacional no ensino superior politécnico, como também pelas metodologias ativas de aprendizagem preconizadas, em estreita ligação com empresas do setor da hotelaria e turismo que operam no segmento Saúde & Bem-Estar”, diz o instituto em comunicado.

Para o IPS, “num período de grande turbulência em todos os setores, a reativação da atividade económica nacional implicará uma necessária e forte aposta no setor do Turismo & Hotelaria”. O IPS acredita que “este momento pode representar uma excelente oportunidade para atualizar/adquirir conhecimentos numa área estratégica nacional, que vem conhecendo um crescimento muito acentuado na zona de Lisboa e Setúbal, e particularmente neste segmento específico, o do turismo de saúde, que tem ganho crescente relevância em resposta às necessidades de um público conhecedor e exigente”.

Com a palavra a Associação Brasileira da Industria Hoteleira (ABIH).

 

>Link  

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Francisca

    Excelente, nos profissionais da hotelaria precisamos
    também dessa segurança.
    Este selo dará a todos a segurança necessária para saúde de profissional e clientes.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *