“Vamos Fugir?”. Uma ilha isolada no meio do Oceano Atlântico
   Mozart  Luna  │     18 de abril de 2020   │     17:00  │  1

 

Uma canção de Gilbeto Gil  com o título “Vamos Fugir”, parece uma boa sugestão neste tempo  de pandemia de coronavírus e foi pensando nisso que nosso blog foi procurar em nosso planeta, um lugar para “fugir”. .

Descobrimos esse lugar. É uma ilha que fica no meio do Oceano Atlântico entre o Brasil, precisamente o Rio de Janeiro (3.340 quilômetros) e a Cidade do Cabo na África ( 2.800 quilômetros).

Tristão da Cunha, uma ilha quem tem apenas 275 habitantes, sem aeroporto nem porto para aportar navios. Não há nada num raio de 2 mil quilômetros, além da imensa massa de água do Atlântico e por incrível que pareça o local está sob a tutela da Inglaterra desde 1816, embora tenha sido descoberta pelo navegador português, Tristão da Cunha, que deu ao local em 1506.

Esse minúsculo pedaço de terra está próximo (2.400) da famosa ilha de Santa Helena, a ilha que serviu de prisão a Napoleão Bonaparte.

A capital é Edimburgo dos Sete Mares, alberga toda a população, incluindo apenas um policial, um médico e cinco enfermeiros. Não há propriedade privada, todos participam no trabalho agrícola e a maior fonte de rendimento da pequena economia local é a pesca de lagos

Bem depois dessas informações o jeito é arranjar um barco, que leve você a essa remota e isolada Ilha do Atlântico. E ai “Vamos Fugir”?

>Link  

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *