TAP comemora 75 anos em meio a desafios
   Mozart  Luna  │     16 de março de 2020   │     6:00  │  0

A companhia aérea portuguesa TAP completou no último sábado (14) 75 anos de sua criação, sendo uma das empresas mais conceituadas nesta atividade no mundo. Antonoaldo Alves, presidente da companhia falou das conquistas, mas principalmente do momento difícil que o mundo passa com o surto de Covid-19 (coronavírus), que ameaças a vida e também o equilibro financeiro mundial.

Segundo ele em comunicado a todos colaboradores da TAP disse que  “o momento é de preocupação causado pela pandemia que gerou uma crise sem paralelo. O que deveria ser um dia de júbilo e festa é, afinal, um momento de preocupação e incerteza causados pelo Covid-19”, declarou Antonoaldo Neves, na mensagem que, “de 1945 para cá a TAP passou por períodos difíceis, mas a dimensão da crise atual não tem paralelo”. E assume que “além das profundas consequências na aviação e no turismo vive-se hoje a nível global uma crise com forte impacto na saúde dos povos e na sua economia”, que lança à TAP desafios hercúleos.

“Quanto maiores são os desafios mais os países e as organizações são postos à prova. É nestas ocasiões que a união de todos é mais importante pois dela depende vencer as dificuldades e regressar à normalidade, acrescenta, reconhecendo ainda que o desafio da TAP é enorme, uma vez que “tão importante como salvaguardar o interesse dos acionistas, públicos ou privados, e dos trabalhadores, é sabermos que estamos convocados para defender os interesses de Portugal” através da TAP.
Por esse motivo, e prevendo momentos especialmente complicados pela frente, o presidente da companhia aérea portuguesa dirige “uma palavra especial a todos aqueles que, nestes dias difíceis, dão o seu melhor para garantir, em condições tão exigentes, a operacionalidade da TAP”, explicando que a empresa tem atuado em consonância com as diretivas da Direção Geral de Saúde e respeitado as orientações das autoridades dos países para onde voa, o que tem obrigado a “um esforço adicional para que a informação chegue rapidamente aos destinatários”.

Antonoaldo garante que a companhia continuará a mobilizar todas as energias para garantir a atividade da TAP nas melhores condições, com consciência de que “os sacrifícios não acabam no momento do regresso à normalidade sanitária global”. Depois de passar o pior, será ainda necessário que haja um regresso aos níveis de procura normais, “sem esquecer que as consequências negativas na saúde financeira da indústria se repercutirão por muito tempo”.

Ainda assim, o presidente da TAP diz que estar convictos de que “existe mobilização e empenho para, logo que possível, prosseguirmos o caminho que a TAP tem trilhado ultimamente com renovação e crescimento da frota, com reforço da rede, com crescimento do número de destinos e aumento da oferta de muitos outros, com o reforço do número de trabalhadores e ainda com a melhoria do serviço’, finalizou.

Cortesia portal tripseek.news

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *