Frentur e empresário discutem fortalecimento da nova Agência de Turismo
   Mozart  Luna  │     12 de dezembro de 2019   │     9:39  │  0

O presidente da Embratur, Gilson Machado Neto, defendeu a Medida Provisória 907/2019, mais conhecida como “A Hora do Turismo”, como fonte de recuperação do emprego no Brasil. Ele participou do último encontro da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Turismo (Frentur), que reuniu parlamentares, representantes estaduais, do trade turístico e de entidades ligadas ao setor, para um balanço das ações e projeção de medidas de fortalecimento do turismo brasileiro. 

Machado Neto reforçou a importância da melhoria do ambiente de negócios e da desburocratização de processos no Brasil, colocando como itens prioritários para o setor de viagens. “Medidas como a transformação da Embratur em Agência; a redução do ICMS sobre combustível dos aviões; a isenção de vistos para países estratégicos e a abertura para empresas aéreas de baixo custo no país são algumas ações que precisamos destravar para alavancar o desenvolvimento do turismo internacional no Brasil”, afirmou o presidente da Embratur.

Para ele, ao promover a abertura total das companhias aéreas ao capital estrangeiro; isentar países como Austrália, Canadá, Estados Unidos, Japão e, recentemente, o anúncio para países como Catar e China; e assinar a MP que transforma a Embratur uma Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo, o presidente Jair Bolsonaro demonstra sensibilidade e confiança no turismo como aliado para a recuperação da economia do Brasil.

“Uma das prioridades do presidente Jair Bolsonaro, em relação ao turismo, é o fortalecimento do setor aéreo. Apesar das medidas já adotadas, o Brasil ainda não é tão atrativo para as companhias áreas estrangeiras. O excesso de burocracia é o que temos que combater, governo federal em conjunto com o parlamento brasileiro. A pedido do presidente Bolsonaro todas as entidades aqui reunidas estão convidadas a criar ideias para solucionar o setor aéreo brasileiro”, afirmou Gilson Machado Neto. 

 

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, completou citando outras mdidas que vão fomentar o setor, como o desenvolvimento dos portos de passageiros, o turismo rodoviário e a conectividade entre os modais de transporte. Além disso, citou a MP do Turismo, que tramita da Congresso e que trará vários avanços para o país. “A MP 907 é de suma importância para o turismo na promoção dentro e fora do Brasil. Os recursos para a nova Embratur, por exemplo, vão gerar empregos e impactar positivamente no setor”, explicou.

 

O presidente da Frentur, o deputado federal Herculano Passos, também se mostrou favorável à aprovação da MP e destacou a importância da mudança: “Senado e Câmara devem se unir para que aprovem o mais rápido possível a medida que vai alavancar a vinda de turistas internacionais para o Brasil e, consequentemente, mais emprego, renda e divisas para a economia do país”, disse.

 

Estiveram presentes também no café da manhã proposto pela Frentur, a secretária de Turismo do GDF, Vanessa Mendonça; o presidente da Comissão de Turismo da Câmara, deputado federal Newton Cardoso Jr.; o presidente da Braztoa (Associação Brasileira das Operadoras de Turismo), Roberto Nedelciu; o presidente da Associação Brasileira de Agências de Viagens Corporativas (Abracorp), Carlos Prado; a presidente da Abav Nacional (Associação Brasileira de Agências de Viagens), Magda Nassar, e o diretor de relações institucionais da Clia Brasil, Flávio Peruzzi.

 

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *