Embratur cumpre agenda de dinamização do turismo no Japão
   Mozart  Luna  │     24 de outubro de 2019   │     7:41  │  0

Em missão no Japão, acompanhado da comitiva comandada pelo presidente Jair Bolsonaro, o presidente da Embratur, Gilson Machado Neto, cumpriu agenda oficial nesta quarta-feira (23). No terceiro dia no país, ele se reuniu com cônsules do Brasil no país asiático. Durante o encontro, eles conversaram sobre estratégias de promoção dos destinos turísticos brasileiros no mercado japonês.

Os representantes diplomáticos brasileiros apresentaram o perfil do turista japonês e destacaram atrativos de preferência que esses visitantes buscam em outros países. Eles disseram, ainda, que houve uma redução no número de viagens internacionais e que os japoneses têm apostado no turismo interno. O presidente da Embratur, Gilson Machado Neto, falou da política de isenção de vistos que contempla o Japão, assinada este ano pelo presidente Jair Bolsonaro.

“Acreditamos que, com a facilitação, o turista japonês irá se interessar, ainda mais, pelos destinos e atrativos turísticos brasileiros. Cada vez mais, turistas estrangeiros buscam viagens acessíveis. Tanto que já houve um aumento significativo na procura do destino Brasil por turistas dos países beneficiados. Essa é uma abertura estratégica, que tem potencial para contribuir com a geração de emprego e renda no Brasil”, destacou Gilson.

Outro ponto em destaque na reunião foi a escolha do turista japonês por destinos de Ecoturismo. Os cônsules sugeriram que a Embratur trabalhe destinos de Ecoturismo, Turismo de Aventura e Natureza. Outro ícone da cultura brasileira que o povo japonês contempla é a Bossa Nova.

De acordo com pesquisa feita pelo Ministério do Turismo, metade dos japoneses que desembarcaram no Brasil em 2018, tinham nos negócios, eventos e convenções a principal motivação da viagem. Vinte e oito por cento esteve no Brasil a Lazer. Destes, 67,2% vieram motivados pela natureza, ecoturismo ou aventura, enquanto 18,9% foram atraídos pela cultura.

Durante o encontro, ficou acertado, ainda, que a Embratur deve munir agências de viagem e operadoras de turismo do Japão com materiais promocionais de alta qualidade. Além disso, foi sugerido a realização de press trips com jornalistas japoneses, a promoção de eventos brasileiros no país asiático e a volta de voos de companhias aéreas japonesas para o Brasil.

Participaram da reunião o deputado federal Fausto Pinato (PP-SP); o cônsul-geral e o vice-cônsul-geral do Brasil em Tóquio, João Mendonça Lima Neto e Saulo Arantes Ceolin; cônsul-geral do Brasil em Nagoya, Nei Bitencourt; o cônsul-geral do Brasil em Hamamatsu, Ernesto Rubarth, e o assessor da Presidência da Embratur, Rafael Luisi.

Agenda em Tóquio

Ainda nesta quarta-feira, a Embratur esteve presenta na reunião com integrantes da colônia brasileira no Japão e a comitiva do Brasil comandada por Jair Bolsonaro. Com cerca de 200 mil pessoas, a comunidade é a terceira maior de brasileiros fora do país de origem, abaixo apenas das que vivem nos Estados Unidos e no Paraguai.

“Durante a celebração dos 30 anos da comunidade brasileira no Japão, fui convidado pelo presidente Jair Bolsonaro a falar sobre o turismo brasileiro. Deixei claro ao povo japonês que o nosso país é o melhor destino do mundo para o Ecoturismo, Turismo de Aventura, contemplação da fauna e da flora, diante das nossas riquezas naturais. Com a isenção do visto, prevemos um rápido crescimento deste povo visitando o Brasil”, informou o presidente da Embratur, Gilson Machado Neto.

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *