Um Guia de Experiências na Praia do Francês
   Mozart  Luna  │     16 de setembro de 2019   │     6:30  │  0

 

A criatividade no turismo  aos visitantes de um destino turístico a fixar na memória para sempre momentos incríveis e leva essa pessoa a ser um multiplicador na divulgação do local, mas o objetivo real é proporcionar experiências da vida da comunidade. Assim foi pensada, pelo Hotel Ponta Verde Praia do Francês, uma proposta diferente de dar ao turista, opções diferenciadas de aproveitar tudo que há de bom.

Segundo o empresário Maurinho Vasconcelos o Projeto Guia de Experiências é único em Alagoas e talvez no Brasil. O hóspede do hotel terá a oportunidade de não só conhecer e ver uma atividade, como também pescar de tarrafa e praticar, aprendendo com um pessoa da comunidade .

O Projeto foi apresentado à imprensa na última terça-feira (10) e segundo o empresário, deverá ser abraçado por outros equipamentos hoteleiros da região “Estamos envolvendo a comunidade na atividade turística de forma interativa, com o objetivo de passar conhecimento cultural e dentro da contexto da vivência da comunidade”, disse o empresário. Segundo ele, essa é também uma forma de distribuir renda da atividade turística.

Projeto

Rodando na forma de projeto-piloto com os hóspedes do Hotel Ponta Verde desde o começo de junho, as Experiências no Francês reúnem 35 atividades ofertadas por 23 moradores do Francês e da cidade de Marechal Deodoro com comprovada expertise na sua área. São aulas de surf, stand up, yoga, beach tennis, bordado filé ou pesca com tarrafa, mergulhos para iniciantes ou avançado, passeios de lancha, jet ski ou caiaque, sessão de fotos em lugares paradisíacos e até mesmo visita com degustação à Cachaçaria Caraçuípe.

O programa pode ser escolhido a partir de um catálogo onde está descrita a atividade, duração, período de oferta, faixa de preços e apresentação do anfitrião que irá conduzir a Experiência. O voucher é comprado na recepção do hotel – ou pousada parceira, a partir de julho – e é só aproveitar seu tempo da melhor forma.

“A grande diferença do Guia de Experiências é que a gente usa de todo o nosso conhecimento de necessidades do turista, identificando o que ele gostaria de conhecer aqui e apresentando todas as possibilidades para que seja realizado. O projeto será executado de forma integrada, ou seja, hotelaria mais a comunidade do Francês, somada aos anfitriões, que são os principais protagonistas do projeto. Afinal de contas, eles apresentarão os melhores passeios para quem quer conhecer ainda mais o local que está visitando. Isso, sim, faz muita diferença”, finalizou  Maurinho Vasconcelos.

 

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *