Obstáculos no aeroporto deixam Alagoas fora do mapa do turismo internacional
   Mozart  Luna  │     18 de agosto de 2019   │     10:18  │  4

 

Presidente da Embratur, Gilson Neto, disse que pretende ajudar na remoção dos obstáculos

O presidente da Embratur, Gilson Neto disse que os obstáculos em volta do aeroporto Zumbi dos Palmares, causaram um grande prejuízo ao turismo no estado, deixando Alagoas fora do mapa dos voos internacionais. “Alagoas praticamente sumiu do mapa de destino internacionais”, disse ele. “O Estado não aparece nem entre os 15 aeroportos no Brasil, em fluxo de turista internacionais, que operam com voos internacionais, embora seja um dos destinos nacionais mais procurado”, declarou Gilson Neto.

“Essa situação é consequência dos obstáculos, que impedem a reclassificação do aeroporto para categoria D, que possibilita o recebimento de voos internacionais regulares. Diante desse quadro, procurei o governador até porque venho acompanhado a situação, também através do seu blog, para que possamos em conjunto realizar ações para retirada desses empecilhos que prejudicam a atividade turística em Alagoas”, disse ele.

Antena de telefonia celular, coloca em perigo voos no aeroporto Zumbi dos Palmares

“De imediato o governo providenciou a derrubada de uma caixa d’água, que é apenas um dos obstáculos existentes próximos a cabeceira da pista do aeroporto. Essa ação já possibilitou a liberação temporária para classe Delta até dezembro desse ano, o que facilita a operação com aeronaves de porte maior”, informou ele. Contudo os voos regulares de companhias aéreas internacionais como a TAP, ainda tem problemas porque a companhia não se arrisca a vender passagens para o aeroporto que tem uma autorização provisória.

“É preciso que o aeroporto Zumbi dos Palmares conquiste de forma definitiva a classificação Delta para que possa estabelecer voos regulares internacionais e finalmente operar com a Europa e principalmente com Portugal”, disse Gilson Neto.

Gilson Neto disse que ainda tomou conhecimento, também através de nosso blog, que existem outros obstáculos que colocam em risco os voos em Alagoas, como uma gigantesca antena de telefonia celular, uma rede eletrificada da Equatorial distribuidora e uma árvore, que precisa removidas imediatamente, porque pode causar uma tragédia na aviação civil em Alagoas.

“Esperamos que esses obstáculos sejam removidos”, disse ele, lembrando que por enquanto o Governo Federal não pensa em agir de forma coercitiva. “Vamos apelar ao governador, ao secretário Rafael Brito que ajam junto ao prefeito de Rio Largo, para que os obstáculos sejam removidos o mais rápido possível”, declarou o presidente da Embratur.

Árvores gigantes na rota de descida dos voos na cabeceira da pista também colocam em risco os voos

Nosso blog fez contato com representantes da Infraero em Alagoas que informaram que todos esforços estão sendo realizados, para localizar os proprietários e responsáveis pelos obstáculos existentes próximos ao aeroporto Zumbi dos Palmares, sob pena inclusive de serem enquadrado na lei que criminaliza quem colocar a seguranças dos voos em riscos. A prevê que os responsáveis têm 48 horas, a partir da comunicação para retirada imediata os obstáculos.

 

 

Tags:, ,

>Link  

COMENTÁRIOS
4

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Henrique gustavo

    Se o governador do estado quiser resolver isso, em uma semana resolver, pra derrubar uma árvore derrubar, pq não derrubar essa, rede elétrica e a coisa mas fácil de tirar, como digo, e só o governador ter força de vontade.

    Reply
  2. Há Lagoas

    Me pergunto: onde está o governador Renan Filho, os ex-ministros – hoje deputados federais – Marx Beltrão e Mauricio Quintella, o suposto prefeito cassado – que retornou a prefeitura de Rio Largo – Gilberto Gonçalves que não fazem nada?!
    Essa “ladainha” é de longa data e até agora nada?
    Realmente, Alagoas é sinônimo de atraso…

    Reply
  3. LUIZ CARLOS

    Uma vergonha nosso Estado, com um Aeroporto e esses obstáculos tão pequenos e fáceis de resolver,
    uma poda de árvores, torre de internet tem dono notifica e da prazo para retirar e Equatorial. uma besteira dessa atrasando nosso Estado.

    Reply
  4. Jorge

    Essa ladainha vem de 2017 ou antes… E não tomam uma providência… Enquanto isso o turismo de Alagoas, da nossa belíssima terra está perdendo voos para as cidades vizinha… È lamentável.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *