Monthly Archives: agosto 2019

Arrume as malas, a Bolsa de Turismo de Lisboa acontece de 11 a 15 de março de 2020
   Mozart  Luna  │     31 de agosto de 2019   │     6:00  │  0

 

Um dos maiores eventos de turismo da Europa e do mundo, a Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL) está programada para ocorrer em Lisboa de 11 a 15 de março de 2020, logo após o Carnaval. O evento reúne o mundo do turismo internacional e também constitui um momento único para mostrar novos destinos turísticos e até do espaço, como propõe algumas empresas para viagens espaciais.

O Brasil promete surpreender esse ano, ao contrário dos anteriores, quando a Embratur era um reduto de políticos que se aproveitavam do Instituto para promover seus destinos turísticos de interesse eleitoral, como ocorreu em 2018, quando o ex-presidente Vinicius Lumtez, fez questão de só promover os estados do Sul do Brasil no estande, com painéis com fotos do Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina, estados com baixas temperatura e dos quais os turistas europeus estão fugindo, para praias de águas quentes, como as do Nordeste.

Como não bastasse Lumetz concedeu uma entrevista desastrosa e tendenciosa à imprensa internacional, onde enfatizou que o turismo no Sul do Brasil seria o mais indicado, fato que gerou o repudio do trade nordestino. Passada a gestão desastrosa e cheia de escândalos de Lumetz, chega a Embratur o pernambucano, sanfoneiro e empresário de turismo, Gilson Neto, colocando em prática uma forma diferente de promover o turismo no Brasil, se sectarismo e discriminação de regiões.

Gilson Neto não fala o que está preparando para BTL, mas promete surpreender e sacudir com muita festa o estande da Embratur durante a 32 º BTL e Lisboa, que já está lotada de brasileiros que lá moram.

BTL 2020

A 32 º edição da BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa vai voltar a apostar na segmentação dos expositores, com áreas dedicadas à cultura, aos festivais e à inovação, anunciou a gestora da feira, Dália Palma.

A responsável pela gestão da BTL, que falava ontem numa apresentação em Lisboa, destacou que em 2020 a organização vai reforçar a BTL Cultural, que teve a sua primeira edição este ano, em parceria com a Gulbenkian.

A BTL vai reforçar também a aposta nos BTL Labs, em parceria com a empresa de tecnologia Amadeus, e criar uma nova área dedicada aos organizadores de festivais e de conteúdos, a BTL Festivals.

Dália Palma destacou ainda o objetivo de ter mais hosted buyers, compradores internacionais convidados, na próxima edição. Na mesma ocasião foram entregues os prémios aos melhores stands da edição de 2019, com a DHM a vencer na categoria de Melhor Stand Profissional e a Madeira a receber o galardão de Melhor Stand Público.

O Amadeus recebeu o Prémio Inovação e foram ainda atribuídas menções honrosas ao Turismo da Índia, APAVT, Município de Penamacor, Rota EN 2 e Município de Viseu.

“Hoje queremos celebrar a criatividade”, homenagear “quem ousou fazer melhor e fazer diferente”, afirmou o presidente da Fundação AIP, Jorge Rocha de Matos

Fátima Vila Maior, diretora de Negócio e Conteúdos da Lisboa Feiras Congressos e Eventos (FCE), por sua vez, destacou o contributo da organização de feiras para o sector do turismo, designadamente para hotéis e restaurantes, onde ficam hospedados e onde fazem refeições os participantes.

 

 

>Link  

Trade turístico preocupado com decisão do TJ/AL sobre passeios em Maragogi
   Mozart  Luna  │     30 de agosto de 2019   │     16:18  │  0

Uma das catamarãs que estavam proibidas de realizar os passeios sem afundou em julho matando duas senhoras. Com a decisão do TJ/AL, a partir de agora todas nessa situação poderão continuar fazendo os passeios.

A decisão do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL), que obriga as embarcações que estavam em situação irregular para realização de passeios às piscinas naturais em Maragogi, causou surpresa e ao mesmo tempo preocupação, não só dos responsáveis pela fiscalização, quanto a segurança dos passeios, como também dos empresários do setor de turismo.

Nosso blog buscou ouvir diretores de empresas que representam as maiores operadoras de turismo do Brasil. Todos se disseram bastante preocupados com a “liberação geral”, que a decisão deu às embarcações que, segundo eles, não atendem aos critérios de segurança e coloca em risco milhares de vítimas.

Os operadores de turismo, que estão participando de eventos do setor fora de Alagoas, disseram que estão bastante preocupados com a decisão do TJ/AL e que não esta descartada a possibilidade do trade recorrer da decisão.

Já a Prefeitura de Maragogi, através de sua procuradoria emitiu nota oficial externando também surpresa e bastante preocupação da decisão do TJ/AL.

Confira o tero na nota:

A Procuradoria Geral do Município vem, através desta, informar que tomou ciência da decisão liminar do Tribunal de Justiça hoje, dia 28/08/2019, onde obriga o Município à reinserir as embarcações IRREGULARES no sistema de rodízio, fazendo com que estas embarcações voltem à realizar as atividades comerciais.

Vale ressaltar que recentemente, uma tragédia com um naufrágio de uma embarcação irregular resultou em inúmeros feridos e dois óbitos.

Imediatamente após o ocorrido, o Município ingressou na Justiça com um Pedido de Urgência para lacrar outras embarcações irregulares a fim de que novas tragédias fossem evitadas.

Ocorre que a Justiça da Comarca de Maragogi não julgou até a data de hoje o pedido preterido e o Tribunal de Justiça liberou no dia de ontem, 27/08/2019, mediante a 3° (terceira) liminar em Plantão Judiciário, que estas embarcações possam voltar às atividades, mesmo estando sem Alvará e irregular.

Por fim, o Município informa que tomará as medidas judiciais cabíveis pois discorda juridicamente da decisão judicial, porém, cumprirá fielmente o que fora decidido pelo Tribunal de Justiça até que haja outra decisão ou julgamento do mérito.

 

>Link  

Embratur busca investidores nos EUA, para o turismo no Brasil
   Mozart  Luna  │       │     12:00  │  0

Uma das primeiras agendas da comitiva da Embratur que está nos Estados Unidos aconteceu neste domingo (25) em Miami. O objetivo da missão é buscar novos investimentos e promover o turismo brasileiro naquele país

Presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), Gilson Machado Neto, está nos Estados Unidos e busca investimentos para o turismo brasileiro, como também atrair turistas estrangeiros e divulgar a isenção de vistos para norte-americanos.

Para uma plateia de cerca de trezentas pessoas, entre brasileiros e americanos, o Presidente da Embratur, Gilson Machado Neto, falou do entusiasmo do novo governo em priorizar o turismo.

O presidente Jair Bolsonaro, que participou ao vivo através da internet, reforçou as palavras de Machado e falou sobre a importância do mercado americano para o turismo brasileiro. Machado ainda afirmou que a isenção do visto é um ato do Brasil de “abrir os braços” para os turistas americanos.

O Diretor de Marketing do Instituto, Osvaldo Matos, apresentou as ações promocionais que serão realizadas nos próximos meses, entre elas, o “Rei do Rolê no Brasil”, um concurso que vai escolher um turista estrangeiro para passar trinta dias no Brasil com tudo pago. Os participantes vão declarar em um vídeo de um minuto o seu amor pelo Brasil.

Equipe da Embratur em evento nos EUA nesse fim de semana

Na oportunidade, Machado e Matos tiraram dúvidas dos presentes. Para os fundadores do grupo Yes Brazil USA, Mário Martins e Larissa Martins, que promoveram o encontro nos EUA, o evento foi um sucesso e deve gerar desdobramentos positivos para o Embratur, como o aumento do número de turistas americanos já nos próximos meses.

Também estiveram no evento, o Coordenador-Geral de Publicidade e Propaganda, Silvio Nascimento, o Chefe da Assessoria de Gestão Estratégica, Rafael Luisi, e o analista de mercado norte-americano, Arthur Grimaldi.

Assessoria de imprensa da Embratur

>Link  

Brasil tem a locação de carros mais cara do mundo
   Mozart  Luna  │     29 de agosto de 2019   │     19:55  │  1

 

O valor da locação de veículos no Brasil é uma das mais caras no mundo, se comparar com outros países como, por exemplo, Portugal, onde a diária de um veículo na categoria econômica, geralmente carros simples como Fiat punto ou Ford fiesta, que se pode lugar com diárias a partir de oito euros, ou seja, R$ 24,00 e quilometragem livre.

Para comparar preços, basta buscar na internet “carros para alugar em Lisboa ou Porto”. Existem muitas locadoras á disposição e também aplicativos que lhe mostram as mais baratas, até lhe dão o perfil dos veículos que você quer com os preços que pode pagar. De repente você escolhe uma BMW ou até uma Mercedes.

Vale lembrar que nuca deixe para lugar um carro em cidades pequenas, porque geralmente não tem locadoras e quando existem os valores são altos e se aproveitam para explorar os turistas. Outro cuidado ao alugar um carro em cidades pequenas é ter o cuidado para checar se a locadora esta legalizada perante as autoridades.

Já no Brasil um carro nesta mesma categoria, a diária não sai por menos R$ 120,00 e muitas vezes sem quilometragem livre, além de serem carros básicos sem nenhum conforto. Com relação à caução em Portugal geralmente o valor é alto, mas muda de acordo com as condições de locação.

Documentação

Para quem deseja alugar um carro na Europa é necessário a carteira nacional de habilitação brasileira que é aceita e todo continente, um cartão de crédito com um valor razoavelmente alto. Fora isso as preocupações deve ser com relação ao respeito às leis de transito, já que o valor das infrações são altas e debitadas do cartão de crédito informado na locadora.

Dirigir um veículo, por exemplo, pelas rodovias portuguesas é uma situação prazerosa, já que todas são muito bem sinalizadas, sem buracos ou curvas perigosas, além de bem espaçosas. Quanto à velocidade as placas sempre informam para cada faixa a velocidade mínima e máxima.

Se você ocupar a faixa da esquerda se prepare para correr dentro da velocidade máxima que geralmente é de 120 quilometros/hora, mas geralmente não é respeitada pelos portugueses mais apressados pode colocar atrás de você e buzinar e até xingar.

Já na faixa da esquerda onde os mais lentos ficam você tem que pelos menos não estar abaixo da mínima permitida, que geralmente é de 60 quilometros/hora, caso contrário o terá um carro colocado na sua trazeira ameaçando lhe empurrar.

Uber

E para quem não desejam alugar um carro uma boa opção é pegar um uber, que é a metade do preço dos taxis e os carros sempre são novos e com motoristas educados e prestativos aos turistas, ao contrário dos taxis que são velhos, não muito limpos e os preços podem ser até o triplo da viagem, se você não ficar atento ao motorista, além de se cobrar cerca de três euros por mala que se transporta.

Aqui vai uma dica. Ao chegar a Lisboa e não quiser pegar um taxi vá para ao piso um do aeroporto, onde são partidas e acione o aplicativo do uber, e vá para o estacionamento de carros que fica em frente e é coberto e aguarde o carro. Você dessa forma vai economizar e evitar ser xingado por algum taxista português, que pode não ficar satisfeito com o local do hotel aonde vai lhe levar, principalmente se for próximo ao aeroporto.

O serviço de Uber vem sendo utilizado por praticamente todos da Europa, principalmente franceses, alemães e brasileiros que são campões do uso do aplicativo em Lisboa e na cidade do Porto.

Tags:, , ,

>Link  

EMBRATUR inicia ações em Miami nos Estados Unidos
   Mozart  Luna  │     28 de agosto de 2019   │     8:53  │  0

 

O presidente do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur) Gilson Machado Neto está dando cumprimento a sua agenda de trabalho com o objetivo de buscar aumentar o fluxo de turistas internacionais, se encontra em Miami, nos Estados Unidos.  A programação começou no início da semana com uma reunião no Consulado-Geral do Brasil com o ministro Carlos Garcete, conselheiro Rodrigo Fonseca, a secretária Ana Maria Sena Pasiani e a servidora do SECOM (Setor de Promoção Comercial e Investimentos) Fernanda Figueiredo.

Também participaram da reunião o embaixador do Turismo Brasileiro Renzo Gracie e o seu empresário, Antônio Primo. Na pauta do encontro, as alternativas para aumentar o número de turistas americanos no Brasil e o apoio do consulado às ações promocionais da Embratur.

O presidente Gilson Machado Neto também falou com os jornalistas americanos. Primeiro com Bill Kearney, editor-chefe das revistas American Way, Celebrated Living e Nexos. Logo em seguida, foi a vez da jornalista Ana Remos, da revista AzureAzure, periódico também especializado em turismo.

Durante a tarde, a primeira agenda foi na American Airlines. Na reunião com o diretor Regional de Vendas, Domenico Matinata, a gerente de Canal de Negócios, Floriana Martinez e com a gerente de Vendas Alinda Menendez, foi discutido o aumento do número de voos dos EUA para o Brasil e também o apoio da companhia área nas ações do Instituto naquele país. A empresa estuda a volta dos voos diretos do Nordeste para Miami, com chegadas a Recife, Salvador e Fortaleza. O presidente Gilson Machado Neto sugeriu que a American Airlines coloque também um voo entre Nova Iorque e Recife ou Salvador. A ideia foi considerada excelente pelo diretor, que vai promover uma reunião de Machado com a área de inteligência de mercado da companhia, em Dallas.

O segundo compromisso da tarde aconteceu na Prefeitura de Miami. Um encontro com o prefeito Francis Suarez serviu para discutir políticas de intercâmbio entre os dois países. Na oportunidade, o presidente da Embratur convidou Suarez para integrar o quadro de Embaixador do Turismo Brasileiro. O convite foi imediatamente aceito. Machado explica que o convite foi feito porque o jovem prefeito é compromissado com o turismo e apaixonado pelo Brasil. O político já disponibilizou toda estrutura da cidade para a comunidade brasileiros em Miami.

A última reunião foi na Apex com o general Mauro Cid, chefe do escritório para América do Norte e Fernando Spohr, gerente de Operações da Agência. O presidente da Embratur sugeriu um termo de cooperação técnica entre as duas entidades para fortalecer a promoção do turismo no Brasil.

A grande expectativa é para março do próximo ano, em Portugal, quando ocorre a Bolsa de Turismo de Lisboa, uma dos maiores eventos do turismo da Europa e onde o Brasil vai precisar mostrar ser possível superar os problemas gerados nos atritos entre o presidente da França Manoel Marcon e o presidente Jair Bolsonaro.

 

O Brasil tem perdido 30% dos turistas europeus para o Caribe, principalmente para Cuba, devido aos subsídios concedidos para voos charters, taxas aeroportuárias e impostos de hotéis.

 

Colaboração da assessoria de imprensa Embratur

 

 

>Link