“Muambeiros” tomam contam da orla de Maceió
   Mozart  Luna  │     11 de julho de 2019   │     21:55  │  1

 

Os problemas que afligem o Centro de Maceió chegaram a orla marítima com a proliferação dos vendedores ambulantes que infestam as praias com bugigangas de toda espécie, que vai desde capa para aparelho celular, passando roupas e produtos eletrônicos contrabandeados.

O turista que pensa em fica na praia tomando sol descansando não consegue fica um minuto sossegado, sem ser incomodados com as “ofertas”. Um problema que não tem controle da prefeitura e que deixou esse abuso crescer a tal ponto, que o presidente da Associação Brasileira da Industria Hoteleira (Abih) Milton Vasconcelos desabafar afirmando que a situação é insustentável.

Segundo ele os turistas não aguentam mais o assédio dos vendedores ambulantes, que se multiplicaram de tal forma, que hoje quem fica na praia é abordado no mínimo por 10 a 12 ambulantes, em menos de 10 minutos.

Muitos dos vendedores não são sequer alagoanos e os produtos oferecidos são de origem ilegal. Nos finais de semana, geralmente as sextas-feiras, se pode notar veículos vindos do interior de Pernambuco, descarregando produtos com verdadeiros batalhões de vendedores irregulares.

Esses vendedores são recrutados e não são os donos dos produtos (muambas) pois ganham um percentual de comissão de venda. É um comércio ilegal, patrocinado por gente com capital financeira estabelecido em outros estados, que encontram as facilidades de “desovar” esses produtos na orla marítima de Maceió.

O combate a esse tipo de comércio também deveria contar com a fiscalização da Secretaria Estadual da Fazenda, que pode realizar blitz, abordando caminhões e veículos que transportam essas mercadorias (muambas) de forma clandestina, já que não têm nota fiscal. A Polícia Federal também poderia se juntar a operação, já que os ambulantes vendem produtos eletroeletrônicos de outros países.

Vamos aguardar que a autoridade se restabeleça na orla marítima de Maceió e faça cumprir a lei e ordem.

 

 

>Link  

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Segismundo Cerqueira Neto

    Os muambeiros que atormentam os turistas,são os desempregados que lutam por sobrevivência em um país tão desigual e tem sua economia estagnada por um governo que não sabe qual rumo tomar.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *