Maceió cai dois lugares no ranking no buscador Kayak de turismo
   Mozart  Luna  │     10 de julho de 2019   │     22:09  │  1

 

Maceió ficou em oitavo lugar no ranking do buscador Kayak, caindo duas posições em relação a 2018. Avaliação destaca os dez primeiros como os mais procurados do Brasil. A surpresa foi o crescimento de Salvador e Recife e surgimento de Natal. Ano passado a capital alagoana foi a que mais cresceu e este ano.

São Paulo e Rio de Janeiro lideram o ranking seguido de Salvador, Fortaleza, Porto Alegre e Brasília. O que se pode observar é a permanência da Fortaleza, numa condição estável graças aos investimentos de marketing constante e sistemático. Maceió sempre foi também um destino bastante procurado, mas a queda de duas posições, no ranking deve ascender a luz amarela, para que os empresários e governos analise o que está ocorrendo.
Internacional

No ranking internacional Portugal surge liderando com as cidades de Lisboa que encabeça a lista, pelo segundo ano consecutivo e Porto aparece na lista pela primeira vez. Buenos Aires, na Argentina, e Santiago, no Chile, ultrapassaram Nova York. “Os destinos em alta serem todos domésticos é um sinal de que o câmbio e a instabilidade econômica continuam impulsionando viagens pelo Brasil”, afirma o líder de Operações do Kayak no Brasil, Eduardo Fleury.

Buenos Aires poderia crescer muito mais no ranking, se não tivesse problemas de ligação aérea, principalmente quando passa pelo caótico aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, além problemas como lixo nas ruas e muitos mendigos, além dos restaurantes dolarizarem seus preços para os turistas, principalmente se forem brasileiros.

O valor de uma passagem aérea para Buenos Aires está bem próximo do trecho para Lisboa, que tem voos diretos e com aviões como os da TAP, bem melhores que os da Gol e a Latam. O serviço de bordo das companhias aéreas nacional fica muito a desejar em comparação ao voos para Europa, que oferecem excelentes refeições, ao contrário das combalidas companhias latinas americanas, com seus salgadinhos.  No balanço geral sai mais em conta e mais confortável viajar para Europa, que para os países vizinhos ao Brasil.

>Link  

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Nelson

    No Estado deplorável que se encontra a cidade de Maceió… é melhor o turista não vir mesmo ! Como pode uma cidade querer crescer no turismo, com a orla suja com entulhos de construção, lixo orgânico, buracos a perder de vista, calçadas quebradas, o mato tomou conta de tudo…..sem falar na lagoa morta, as praias todas poluídas, o Aeroporto de Internacional só tem o nome.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *