Especialistas alertam para câmeras em imóveis alugados por temporada
   Mozart  Luna  │     26 de junho de 2019   │     19:50  │  0

 

Alugar um imóvel por temporada de turismo pode trazer algumas surpresas desagradáveis, como está sendo vigiado por câmeras de vídeo escondidas. Esse fato foi observado na Europa e denunciado as autoridades por crime de invasão de privacidade.

Para se precaver um grupo de especialistas em segurança divulgou algumas dicas para identificar câmeras ocultas em imóveis alugados por plataformas on line.

De acordo com as regras de uma das plataformas online de alojamentos turísticos, mas usadas no mundo, os proprietários dos imóveis devem informar os hóspedes, caso tenham câmaras de vigilância nas propriedades, não estando autorizados a utilizar dispositivos destes nos quartos e nas casas de banho. Entretanto alguns omitem a informação o que constitui crime.

Contudo, são já vários os casos de turistas que encontraram câmaras ocultas não identificadas em alojamentos publicitados no Airbnb. Habitualmente pequenas e quase imperceptíveis, costumam ser colocadas junto a objetos simples e sem valor, geralmente que são poucos observados.

O portal de segurança The Huffington Post identifica alguns desse objetos com sistema de alarme incêndios, quadros, tomadas elétricas. Este tipo de situações acontece, mas não é muito frequente.

Segundo os especialistas na maioria das vezes essas câmeras espiãs são colocadas pelos donos, para se precaver de possíveis danos e furto de objetos e até crimes, como consumo de drogas ou reuniões de criminosos, ou atos terroristas, já que esses imóveis estão fora do alcance da observação das autoridades policiais, ao contrario dos hotéis que realizam cadastrado dos hospedes, que é disponibilizado via internet para a polícia.

Por tanto antes de alugar um imóvel por temporada, antes cheque se não estão sendo observados.

 

Verifique a rede Wi-Fi – Barker, um consultor de Tecnologia da Informação (TI) contou ao The Huffington Post que descobriu uma câmara escondida numa casa graças a uma aplicação que verifica a rede. No seu blog de viagens, Barker explica que os hóspedes podem usar esta tecnologia para ver os dispositivos que estão ligados à rede, juntamente com os seus endereços IP e fabricantes correspondentes. O profissional conta que começou a suspeitar quando viu um dispositivo ligado com o nome «IPCAMERA». Sugestões de apps: Network Scanner e Fing.

 

Utilize uma luz para encontrar as câmaras – Por último, os especialistas aconselham a desligar as luzes da casa e a usar uma luz para tentar encontrar câmaras que possam estar escondidas. «Se apagar as luzes e acender uma só luz sobre um dispositivo suspeito, terá provavelmente um reflexo da lente», afirmou Barker.

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *