Passageiros pede terminal de desembarque próximo ao Arapiraca Garden Shopping
   Mozart  Luna  │     14 de junho de 2019   │     8:21  │  0

O presidente da Agência Reguladora de Serviços de Alagoas (Arsal), Ronaldo Medeiros recebeu está semana a superintendente do Arapiraca Garden Shopping, Fernanda Cabral para analisar a reivindicação dos usuários de transportes complementares da região Agreste sobre mudanças do roteiro dos veículos, têm assuntos a tratar na Central JÁ de atendimento ao Cidadão e Detran/AL, que funciona dentro do Shopping.

Segundo a superintendente do Arapiraca Garden Shopping, os órgãos que oferecem os serviços dos poderes públicos estadual, municipal e também do Poder Judiciário estão localizados no bairro Santa Edwiges. “ No shopping temos a Central JÁ de atendimento, além do Detran/AL e em breve estaremos com uma agência dos Correios”, relatou ela.

Ao lado do Arapiraca Garden Shopping estão localizados também o Centro Administrativo Municipal, o Ministério Publico Estadual e do Trabalho e a Justiça Federal, além de uma agencia da Caixa Econômica Federal.

Os passageiros dos transportes complementares reclamam que têm que pagar mototaxi do Centro onde atualmente estão os pontos de desembarque. Uma grande reclamação vem principalmente dos idosos, que procuram os serviços dos órgãos públicos que estão todos no bairro Santa Edwiges.

“Deveriam ter um terminal rodoviário de todas as linhas de transportes coletivos próximo ao Centro Administrativo de Arapiraca. Porque tudo se resolver naquele bairro e não no Centro que fica muito longe”, declarou Francisco Barbosa Cupertino, 65 anos, que todo mês tem que ir a Prefeitura para recolher o pagamento do ISS de seu pequeno negócio.

Arsal

O presidente da Arsal, Ronaldo Medeiros, disse que o pedido tem fundamentação principalmente porque objetiva atender aos passageiros, principal preocupação do serviço de transportes. Segundo ele será realizado estudos para mudanças da rota, objetivando atender as necessidades, que são legitimas.

Ronaldo Medeiros, pediu que se apontasse o local para se estabelecer como ponto de embarque e desembarque. Dois lugares foram sugeridos, um deles só depende da autorização do prefeito Rogerio Teófilo.

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *