Prefeitos querem lixões de volta
   Mozart  Luna  │     2 de maio de 2019   │     6:00  │  2

 

Quem é que gosta de lixões? Acreditamos que ninguém, mas vários prefeitos brasileiros querem, não só de volta os lixões, como também prolongar suas existências, para economizarem recursos, talvez para promoverem shows com bandas de forró, distribuição de cestas básicas e mais dinheiro para nomear amigos em cargos comissionados.

O fim dos lixões foi decretado em 2010 com a lei 12.305/10, mesmo assim foi dado um prazo de quatro longos anos, para que os prefeitos viabilizassem o encerramento dos lixões e instalasse aterros sanitários.

O Governo Federal chegou a disponibilizar no Programa de Aceleração Econômica (PAC 2) R$ 1,5 bilhões em crédito, para os municípios investirem em projetos de aterros sanitários. Contudo poucos prefeitos se interessaram em realizar os projetos e assim ter acesso aos recursos.

As lideranças municipalistas preferiram investir na politicagem de prorrogar o prazo do encerramento dos lixões para 2020, intenção criminosa que chegou a ser aprovada pelos parlamentares demagogos, mas rejeitada pela Presidência da República. Os prefeitos tiveram tempo e dinheiro para resolver o problema na época, mas não quiseram. agora os atuais gestores, se acham “vítimas” de seus sucessores e tentam jogar o problema para as futuras gerações.

Neste contexto o Estado de Alagoas dá um exemplo ao Brasil de que é possível cumprir a lei e preservar o meio ambiente. Todos os lixões foram extintos graças a força do Ministério Público, Imprensa e do Governo do Estado, ponto fim aos famigerados lixões, que os prefeitos querem tanto de volta. Então quem é gosta de lixo mesmo?

>Link  

COMENTÁRIOS
2

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Heloísa Souza

    Você pode estar equivocado. A lei 12305 indica uma correta destinação dos resíduos sólidos através de um Plano Municipal que envolve educação ambiental , evitar desperdícios, aprender coleta seletiva, ter correta destinação que permita que 100% dos resíduos sejam processados e beneficiados : ou se transformam em matéria prima ou em produto final para reuso. Jogar resíduo sólido em Lixoes ou aterros sanitários é a mesma coisa. Só mudam de local e jogam dinheiro no Lixo. Além disso, não há garantia absoluta que num aterro não vaze para o lençol freático e nem há fiscalização eficaz. E os catadores continuam tirando comida podre para comer no desses aterros e também materiais para vender a atravessadores que os subjugam. Então, eu estou preocupada sim! Alagoas não resolveu o problema fechando os lixoes , só postergou num total descaso para com a saúde da população e com o Meio Ambiente. Lixoes e Aterros tem que ser extintos!

    Reply
  2. Heloísa Souza

    Você pode estar equivocado. A lei 12305 indica uma correta destinação dos resíduos sólidos através de um Plano Municipal que envolve educação ambiental , evitar desperdícios, aprender coleta seletiva, ter correta destinação que permita que 100% dos resíduos sejam processados e beneficiados : ou se transformam em matéria prima ou em produto final para reuso. Jogar resíduo sólido em Lixoes ou aterros sanitários é a mesma coisa. Só mudam de local e jogam dinheiro no Lixo. Além disso, não há garantia absoluta que num aterro não vaze para o lençol freático e nem há fiscalização eficaz. E os catadores continuam tirando comida podre para comer no desses aterros e também materiais para vender a atravessadores que os subjugam. Então, eu estou preocupada sim! Alagoas não resolveu o problema fechando os lixoes , só postergou num total descaso para com a saúde da população e com o Meio Ambiente. Lixoes e Aterros tem que ser extintos!

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *