Zumbi dos Palmares: um aeroporto “travado”
   Mozart  Luna  │     12 de março de 2019   │     6:00  │  0

 

O aeroporto Zumbi dos Palmares, que muitos chamam de Maceió na verdade pertence a Rio Largo. Esse equipamento aeroportuário tão importante para o desenvolvimento do turismo de Alagoas está com sua reclassificação “travada” há mais de três anos, impossibilitando o estabelecimento de voos internacionais regulares. Isto devido ao não cumprimento de uma recomendação da Infraero, que solicitou a prefeitura a realização da retirada de obstáculos que colocam em risco as operações aeroportuárias.

Os obstáculos existentes próximo ao aeroporto foram enumeradas em relatório entregue ao chefe do Executivo Municipal e começa com uma torre de telefonia móvel, instalada bem na cabeceira de pista de aterrisagem. Além de uma rede elétrica com onze postes e alguns imóveis com mais de um andar. Até hoje o gestor não tomou as providências solicitadas.

Dentro desse contexto surge o fato do aeroporto Zumbi dos Palmares passar a ser administrado por uma empresa privada, através de um pregão que será realizado na próxima sexta-feira (15), na bolsa de valores de São Paulo. O aeroporto de Alagoas, pertence ao chamado bloco Nordeste, formando pelos equipamentos aeroportuários de Recife, Aracaju, João Pessoa, Campina Grande e Juazeiro do Norte deverá ser privatizado.

A empresa que arrematar o bloco deverá desembolsar pela outorga R$ 1,5 bilhões, que será pago ao longo de 30 anos, pela concessão de exploração dos serviços, A concessionária deverá ainda investir R$ 2,1 bilhões na infraestrutura, sendo que R$ 800 milhões será disponibilizado para o aeroporto do Recife, considerado um dos mais importantes o Brasil, por estar estrategicamente bem localizado no Nordeste, sendo um dos pontos mais próximo da Europa e África.

A estratégia do Governo Brasileiro com a venda em bloco é comprometer o investidor, a comprar o aeroporto de Recife e levar outros equipamentos aeroportuários, que não são tão rentáveis e possuem uma situação estrutural precária, como os de Aracaju, Campina Grande e Juazeiro do Norte.

O aeroporto Zumbi dos Palmares ao contrário dos outros é considerado excelente, por ser moderno, novo e bem estruturado, além de possuir perspectiva de crescimento, por está em um Estado que é um dos destinos turísticos mais procurados do Brasil, segundo uma fonte o Governo Federal.

Contudo o aeroporto Zumbi dos Palmares, poderia está já operando com voos regulares internacionais vindos da Europa, operação que foi prejudicada por falta de inciativa. Segundo os especialistas, esses problemas são bem fáceis de se resolver, mas que as “futricas políticas” provinciais estão prejudicando a coletividade e o desenvolvimento do Estado.

O temor é que a empresa que arremate o aeroporto Zumbi dos Palmares, foque sua atenção em Recife, destinando para lá todos os voos internacionais, deixando para Alagoas, apenas os regionais e relegando nosso estado a um segundo escalão. Possibilidade que poderá causar o sepultamento turístico de Maceió.

 

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *