Cresce postos de trabalho no turismo
   Mozart  Luna  │     6 de março de 2019   │     9:04  │  0

 

A atividade turística continua sendo grande geradora de emprego e renda no Brasil, principalmente porque agrega valores na área de serviços com muitos postos de trabalho. Uma das referências para se avaliar o crescimento a atividade é a cidade de São Paulo, que possui um dos melhores parques hoteleiros da América Latina e uma atividade constante na área de turismo de negócios e eventos. Os números apontam para a manutenção do crescimento pelo terceiro mês consultivo, que é uma tendência para todo Brasil, com exceções para destinos que apresentam problemas com a violência, como o Rio de Janeiro e o Ceará, além da Bahia.

Os dados são da Pesquisa de Emprego do Setor de Turismo no Estado de São Paulo (PESP Turismo), elaborada mensalmente pela Fecomercio-SP, com base nos dados da Relação Anual de Informações Sociais (Rais) e do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho.

O mês de dezembro de 2018 foram criadas 366 vagas celetistas. Com isso, o setor encerrou o ano com um estoque ativo de 278.613 empregos formais, maior patamar desde setembro de 2016, aumento de 0,1% em relação a novembro e elevação de 1% comparado ao mesmo período de 2017. No acumulado de 2018, o saldo também foi positivo: 2.776 empregos com carteira assinada foram gerados.

A pesquisa mostra que no mês, o bom desempenho foi puxado pelos grupos de hospedagem, com 452 vínculos, e alimentação, com 333 empregos. Durante o ano de 2018, as vagas abertas também foram alavancadas por alimentação, com 861 vínculos, e transportes, com 816 empregos formais.

As observações feita em sete atividades, três sofreram quedas no número total de vagas celetistas em comparação com dezembro de 2017, com destaque para comércio direcionado (-1,2%) e eventos (-0,8%). Por outro lado, os segmentos de agências e operadores (2,5%) e alimentação (1,4%) apontaram as maiores variações na mesma base de comparação.

Mariana Aldrigui, presidente do Conselho de Turismo da Fecomercio-SP, disse que o crescimento em 2018 foi possível graças as contratações no setor. “A perspectiva por mais viagens estimula empreendedores a ampliar equipes, ainda que com salários mais baixos do que aqueles pagos anteriormente. Além disso, famílias que adiaram as férias no ano passado demonstraram interesse em retomar o hábito, já se programando para viajar nos meses de janeiro a março”, afirma.

 

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *