Falta de água em Arapiraca faz população cobrar deputados
   Mozart  Luna  │     18 de fevereiro de 2019   │     12:00  │  2

Vários bairros de Arapiraca estão sem água há mais de 15 dias e alguns com 30 dias, fato que tem causado revolta da população da capital alagoana do Agreste, que tem reiteradamente cobrado da Casal melhorias do abastecimento de água. Entretanto é necessário denunciar a falta de empenho dos deputados estaduais, que se dizem representantes de Arapiraca, em se posicionar em defesa da população.

Os parlamentes estaduais sequer fazem uso da tribuna da Assembleia para reclamar, ou pedir que a seja feito algo, talvez com medo de se indispor com o governador Renan Filho. Os vereadores já se posicionaram, mas precisam cobrando do Poder Executivo Municipal, detentor da concessão da exploração do serviço de abastecimento de água, para que cobre melhorias, ou cancele a concessão e faça uma nova licitação para passar para outra empresa a exploração comercial do abastecimento de água.

Por outro lado, a Casal tentar jogar a culpa para a Eletrobrás, acusando que as contates quedas no fornecimento de energia elétrica tem causado a queima de equipamentos.  Uma desculpa sem fundamento já que os problemas da falta de água em Arapiraca é problema crônico, e as quedas no fornecimento de energia elétrica tem se acentuado nos últimos 15 dias.

Os deputados que se dizem representantes de Arapiraca, não se posicionam em favor do povo, lembrando que Governo não age, mas reage a ações dos parlamentares. Isto se ele falarem em defesa da população.

 

>Link  

COMENTÁRIOS
2

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Silvia Vilela

    Foi feita uma ppps e uma empresa comanda tudo, não consegue resolver os problemas, a casal entra pra resolver, e ela fica com todo o lucro.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *