Mineradora e barragens serão discutida em audiência em Arapiraca
   Mozart  Luna  │     29 de janeiro de 2019   │     6:00  │  0

 

O presidente da Câmara de Arapiraca, Leo Saturnino, anunciou que vai ser reunir hoje (28) com os vereadores da mesa diretora, para discutir a realização de uma audiência pública, para debater os perigos sobre a atividade de mineração realizada pela Companhia Vale Verde na região Agreste.

Segundo o vereador a preocupação vem dos perigos que existem na atividade de mineração, como o que ocorreu no Estado de Minas Gerais onde ocorreu dois acidentes com consequências devastadoras, como a última ocorrida na sexta-feira (25) em Brumadinho, cuja extensão dos danos materiais e humanos ainda não forma contabilizados, mas as vitimas já passam de 70 pessoas mortas e danos ambientais devastadores.

O presidente da Câmara disse ainda que estão sendo convocados todos os órgãos públicos envolvidos no processo de licenciamento e fiscalização, como o Ministérios Público Federal e Estadual, Defesa Civil, Prefeitura, Universidades, Secretarias Estaduais e Municipais do Meio Ambiente, IMA e entidades não-governamentais.

Segundo Leo Saturnino é preciso saber como estão as estruturas, que foram construídas pela Mineradora Vale Verde em Craíbas, que está com suas atividades paradas. O presidente da Câmara disse que é preciso saber se há perigos para comunidades de Arapiraca. O vereador também citou os problemas que envolvem o bairro do Pinheiro em Maceió, onde ainda não se tem conhecimento das causas das rachaduras nos milhares de imóveis, que foram condenados pela Defesa Civil, mas se ventilou a possibilidade de ter algo a ver com o a exploração mineral da Salgema pela Brasken.


Barragens

O presidente da Câmara disse que a audiência também pretende avaliar as condições da barragem Bananeira.  Segundo ele as tragédias que aconteceram em Mariana e agora em Brumadinho, chamou a atenção para fiscalização dessas barragens a situação das barragens em Arapiraca.
“Como representantes do povo e presidente de um Poder Legislativo, não poderia deixar de convoca meus companheiros vereadores, que também comungam com o mesmo pensamento que o meu e ainda as autoridades, para discutir um assunto de tão grande importância”, concluiu Léo Saturnino.

 

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *