Permanência de Lummertz no MTur, no governo Bolsonaro é questionada e Marx pode voltar ao Ministério
   Mozart  Luna  │     2 de novembro de 2018   │     18:20  │  1

 

Lummertz é acusado de ser parcial na defesa do turismo no Sul do Brasil, quando concedeu entrevista a imprensa na Europa

Uma “carta aberta” direcionada ao presidente eleito Jair Bolsonaro e que se apresenta como assinada por várias entidades ligadas a atividade do turismo no Brasil, pede a permanência do atual ministro do turismo, Vinicius Lummertz no cargo. A carta vem sendo questionada quanto a sua legitimidade representante. No texto da missiva se alega que Lummertz é um antigo aliado do setor e tem uma larga folha de serviço prestado ao desenvolvimento no Brasil.

Entretanto, existe outros grupos que defendem a mudança e alegam para isso alguns fatos, que apontam que Lummertz tem sido parcial no exercício da atividade como ministro, como foi o caso ocorrido durante a Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), o primeiro evento internacional que ele participou, depois que substitui o ministro Marx Beltrão no cargo.

Na ocasião Lummertz concedeu entrevista a imprensa europeia destacando apenas os destinos da região Sul do Brasil, (Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul), alegando que seria a novidade como destino turístico no Brasil. As declarações do ministro eram contraditórias a verdade apresentada pelos números do Ministério do Turismo, que apontam o Nordeste como a região que tem mais atraído os europeus, devido as praias de águas mornas e a beleza tropical, assemelhando-se ao Caribe.

Estande da Embratur foi decorada com fotos de destaque do Sul do Brasil

Outra critica realizada por empresários do setor do turismo brasileiro com relação ao comportamento do atual ministro do turismo foi o layout do estande da Embratur na BTL, onde as fotos de destaque, que ornamentavam o local, eram as imagens tenebrosas das ruínas das Sete Missões, localizadas nas regiões gélidas do Rio Grande do Sul e o Palácio de Vidro de Florianópolis.   

Deputado Federal Marx Beltrão pode voltar ao ministério do turismo 

A “carta aberta”, portanto, vem sendo questionada quando a sua legitimidade representativa do trade turístico nacional e muitos na verdade defendem a volta de Marx Beltrão ao cargo, já que ele foi o grande responsável pelo crescimento do turismo no Brasil nos últimos anos e não Lummertz.

 

Leia a “Carta aberta”

“Carta aberta ao Presidente Bolsonaro

O Turismo é responsável por um em cada cinco empregos gerados no mundo na última década, representa hoje 10,4% do PIB mundial (WTTC), movimenta US$ 8,3 trilhões no planeta e responde por 30% das exportações globais de serviço. O setor se consolidou como um vetor da economia.

No Brasil, o turismo reúne – em força econômica, capacidade de geração de divisas e criação de , oportunidades – as melhores condições de liderar um novo ciclo de desenvolvimento. Desde a criação do Ministério do Turismo, o setor registrou um salto na movimentação econômica de US$ 24,3 bilhões em 2003 para US$ 163 bilhões em 2017.

No mesmo período, o número de visitantes estrangeiros subiu de 4,13 milhões para os atuais 6,6 milhões com perspectiva de alcançar ao final deste ano a histórica marca de sete milhões. O número de viagens domésticas também cresceu, passando de 138,7 milhões para mais de 200 milhões atualmente.

Construído em parceria com o mercado, o Plano Nacional de Turismo prevê a geração de 2 milhões de empregos nos próximos quatro anos pelo setor e um salto dos atuais US$ 5,8 bilhões de faturamento com o turismo internacional para U S$ 19 bilhões. O Brasil é, hoje, 2,5 vezes mais competitivo no Turismo (27º) que na economia como um todo (72º).

Para o País melhor aproveitar as vantagens competitivas, os líderes do setor defendem que o turismo assuma o protagonismo na construção de um futuro melhor para o País. Para tanto, apoiamos a continuidade da pasta ministerial sob a liderança do ministro Vinicius Lummertz, pessoa ligada ao setor desde longa data, inclusive no Sebrae, Governo de Santa Catarina e Embratur. A relação estreita com o mercado é importante para a condução de políticas públicas que dialoguem com a realidade.

O atual ministro já teve o apoio do trade turístico na sua condução ao comando da pasta este ano. Os líderes empresariais reafirmam este apoio e contam com a colaboração do governo eleito no sentido de renovar a parceria entre o público e o privado numa relação fundamental para o Brasil desenvolver todo o seu potencial no mercado de Viagens e Turismo.

 

>Link  

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Pedra Noventa

    O presidente bolsonaro, afirmou para todo o Brasil que não faz parte do seu governo, quem responde processo na justiça. O resto é fake da imprensa esquerdista derrotada.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *