Dólar sobe e aumenta fluxo no turismo interno no Brasil
   Mozart  Luna  │     16 de setembro de 2018   │     7:12  │  0

 

Os brasileiros estão buscando viajar para destinos nacionais e alguns vizinhos na América Latina, evitando viajar para países que dependam da cobra de dólares e euros. Esse comportamento é reflexo da alta do dólar que depois que passou os R$ 4,00 em agosto não desceu mais e atingiu o valor recorde de R$ 4,19.

O Brasil é um país continental e possui cenários turísticos dos mais diversos e ricos possíveis, o que de certa forma atende aos anseios de quem gosta de viajar outros países, mas aguarda um momento melhor.

Os números apresentados pelo metabuscador Kayak mostrar que a procura por destinos brasileiros cresceu 31% e o destaque vai para as cidades de Fortaleza e Porto Alegre, que já são consagrados pelos turistas brasileiros. Entretanto os dados mostrar o aumento impressionantes

O ranking revela que os brasileiros estão aproveitando a alta do dólar para apostar em destinos nacionais e na América do Sul, que são menos dolarizados e, por isso, estão mais baratos. Ao contrário do que se poderia pensar, não estamos deixando de viajar, mas mudando o perfil de nossas viagens”, comentou o líder de Operações do Kayak no Brasil, Eduardo Fleury.

O Brasil é mais forte: Glênio Cedrin e Milton Ênio comemoram o aumento do fluxo interno de turistas

Maceió no Topo

Na opinião do empresário alagoano Glênio Cedrin, presidente do Conselho Estadual de Turismo, realmente mostram um crescimento da busca por destinos nacionais e principalmente em localidades que haviam tido uma queda. “Nestes destinos os percentuais aparecem com muita capilaridade porque estavam em baixa e conseguiram rapidamente ter um aumento impressionante, mas em afirmar que são os preferidos”, esclarece ele.

Vale ressaltar que Lisboa surge em 15º lugar no ranking dos buscadores, desde abril, ficando logo atrás de Buenos Aires na Argentina, sendo, portanto, atualmente o país mais procurado pelos brasileiros para visitar. Mas essa procurar, segundo os observadores, tende a cair nos próximos anos, já que a cidade vem sofrendo um processo de encarecimento dos valores de serviços, acompanhando os demais países da Europa.
Com um grande volume de turistas chegando, é possível que a capital portuguesa encareça seus valores nos próximos anos, o que pode levar a uma estabilização da ida de brasileiros para lá”, analisou Fleury.

Glênio Cedrin disse ainda Maceió, por exemplo, continua no topo do ranking como destino mais vendidos e preferido da maior operadora da América Latina, que é a CVC Turismo e Viagens.  Segundo ainda ele o aumento do dólar vai com certeza aumentar em cerca de 10% o fluxo de turistas para Alagoas.

O presidente do Conselho de Turismo disse ainda que Alagoas possui um dos parques hoteleiros mais modernos do Nordeste, além desse ano inaugurar mais hotéis ofertando assim mais leitos.

O presidente da Associação Brasileira da Industria Hoteleira (ABIH), Milton Ênio Vasconcelos confirmou que a procurar pelos hotéis tem aumentado, depois do aumento do dólar. “Isso é muito bom para o turismo interno”, disse ele.

Para ele isso demonstra que o Brasil é forte suficientemente na atividade turística, mesmo ante uma grande crise política que prejudica a economia. Milton Ênio disse que todos esperam que o Congresso Nacional aprove a nova Lei do Turismo, que vai incrementar ainda mais uma das atividades que mais gera emprego e renda no Brasil.

Ranking do buscador Kayak

 

Juazeiro do Norte +270%
Bariloche (Argentina) +270%
Porto Alegre +268%
Santiago (Chile) +261%
Fortaleza +258%
Belém +241%
Natal +241%
São Luís +240%
São Paulo +231%
Brasília +230%

 

Recife +230%
Salvador +230%
João Pessoa +224%
Rio de Janeiro +224%
Lisboa (Portugal)  

.

 

 

 

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *