Monthly Archives: setembro 2018

Dia da árvore é comemorado com plantio de mudas no aterro sanitário do Sertão
   Mozart  Luna  │     21 de setembro de 2018   │     5:13  │  0

 

Hoje se comemora o Dia Nacional da árvore e em vários municípios as prefeituras estão realizando uma programação especial, como as que integram o Consórcio Intermunicipal de Gerenciamento de Resíduos Sólidos (Cigres). Às 8:30 haverá visita dos alunos da rede municipal de ensino dos municípios consorciados ao local onde está instalado o aterro sanitário administrado pelo Cigres, na divisa dos municípios de Olho d’Água das Flores e Olivença. Na ocasião serão plantadas mudas de árvores, como também haverá distribuição para comunidade dessas espécies.

Segundo o presidente do Cigres, o prefeito de Olho d’Água das Flores, Carlos André Nen, o objetivo é conscientizar a população da necessidade de preservar o meio ambiente e também de recuperar áreas degradas. Durante a programação será distribuído um folheto informativo, sobre o processo de aquecimento global que vivemos e a importância de plantarmos mais árvores nas cidades.

O presidente do Cigres disse ainda que o simples ato de plantar uma árvore tem um significativo simbólico muito importante, já que cada muda plantada é uma esperança de um planeta melhor, contribuindo para o armazenamento de água, purificação do ar além da redução do aquecimento global.

Carlos André Nen que também é prefeito de Olho d’Água das Flores disse que uma das metas de governo é tornar a cidade, uma das mais arborizadas de Alagoas, através do plantio de mais de mil mudas de árvores. “Vivemos em uma cidade localizada em uma das regiões mais secas e quentes do Brasil, que é o semiárido, e por isso temos que pensar melhorar a qualidade de vida da população. Ações simples como plantar árvores e dar mais verde aos nossos espaços urbanos, finalizou ele.

>Link  

Reclamações de agências de viagens aumentam 11% em 2018, veja lista
   Mozart  Luna  │     19 de setembro de 2018   │     18:47  │  0

 

O número de reclamações contra agências de viagens aumento este ano em 11% em relação ao ano passado, segundo o site “Reclame Aqui”. Os dados mostram que houve um aumento de 22,4 mil para 24. 350 queixas. Segundo ainda os dados computados pelo site a Decolar.com é a campeã de reclamações que bateu o recorde de 37%, com 9,7 mil queixas.

As principais reclamações são cancelamentos, compra de passagem, cobrança indevida, valor, estorno do valor pago e propagando enganosa. Problemas que se avolumam sem que o aplicativo apresente uma resposta satisfatório aos clientes.

Em sequência aparecem a CVC, com 3,9 mil citações no Reclame Aqui, e a Submarino Viagens, com 3,3 mil – as duas englobadas pelo grupo CVC Corp. Na opinião dos observadores a CVC aparece com em segundo lugar porque é a maior empresa do seguimento na América Latina e, portanto, possui o maior número de clientes.

Mesmo assim a empresa alega que está trabalhando pela excelência no atendimento e operações buscando aperfeiçoar cada vez seus sistema operacional. Por isso, o Reclame Aqui revelou também outros índices, como o de respostas, soluções dos problemas e ainda a porcentagem de consumidores que voltariam a comprar com a empresa, dados usados na definição da reputação da empresa.

Logo abaixo colocamos à disposição a lista do top cinco de empresas no número de queixas entre janeiro e agosto deste ano, junto com os demais dados que definem suas respectivas

 

Empresa Reclamações Reputação Índice de Solução Voltaria a comprar Índice de Resposta
Decolar.com 9599 Regular 63,80% 54,6 98,10%
CVC 3918 Regular 64,40% 50,20% 98,40%
Submarino Viagens 3368 Bom 78,80% 62,50% 98,40%
Viajanet 2212 Ótimo 85,30% 70% 97,60%
WAM Brasil 1538 Ótimo 91,80% 56,60% 100%

 

 

Tags:, , , ,

>Link  

Quadriciclos fazem patrulhamento das praias em Maragogi
   Mozart  Luna  │     18 de setembro de 2018   │     20:42  │  0

Os registros de assalto a turistas nas praias de Maragogi caíram para zero desde que o novo comandante do 6º BPM assumiu o cargo. Para que essa tranquilidade fosse realizada foi preciso apenas que o buggy que estava guardado há quatro meses, dentro do quartel fosse consertado e colocada para fazer o patrulhamento das praias.

Tudo só dependia de vontade para que a segurança e a tranquilidade dos turistas nas praias voltassem ao normal. Para não dizer que não ocorreu assalto, foi registrado apenas um quando o “sucatão”, como é conhecido o buggy voltou a apresentar defeito, que foi consertado imediatamente, assim que o comandante ameaçou devolver ao locador.

Mas o buggy  pode estar com os dias contados porque o patrulhamento das praias de Maragogi poderá ser realizado com a aquisição de quadriciclos, mas novos e que se deslocam com mais velocidade e chega a lugares que o buggy não chega. Os primeiros testes foram realizados esta semana com dois quadriciclos, que estão sendo usados pelos policiais militares.

Os quadriciclos foram alugados pela prefeitura e nos próximo 15 dias estarão atuando nas praias, ampliando ainda mais o raio do patrulhamento e dando aos policiais rapidez para reprimir atos criminosos e também perseguir suspeitos. O major Mário Cesar Palmeira disse que os veículos vão ganhar plotagem da PM e sirenes, além de apetrechos de trabalho dos policias.

O buggy deverá ser substituído pelos quadriciclos

 

 

 

 

>Link  

Aumenta fluxo de turistas estrangeiro no Brasil devido a alta do dólar
   Mozart  Luna  │     17 de setembro de 2018   │     22:40  │  0

 

No último final de semana comentamos em nosso blog que o aumento do dólar propiciou o aumento do fluxo no turismo interno, já que os brasileiros preferiram adiar suas viagens para outros países devido ao cambio desfavorável. Mas essa mesma situação está proporcionando também o aumento do fluxo de turistas estrangeiros no Brasil.

Os números começaram a ser sentidos no último final de semana no Rio de Janeiro, vitrine do Brasil para o mundo, mesmo com tantos problemas relacionados a violência. A cidade maravilhosa continua sendo um dos destinos brasileiros mais procurados pelos turistas estrangeiros.

O Rio de Janeiro é na verdade a porta de entrada para o Brasil, principalmente para os turistas estrangeiros que ainda não conhecem nosso país continental. O Rio continua sendo o primeiro destino, depois vem os estados do Nordeste, graças praias de águas mornas e transparentes.

Com o dólar em alta, os pacotes vendidos para o Brasil, principalmente na Europa estão muito baratos e expectativa é que as vendas superem as expectativas, segundo os operadores do Velho Continente.

Alagoas se destaca

Esta semana os operadores de turismo que trabalham com receptivo local ficaram surpresos com a quantidade de turistas que estão chegando a Maceió. Segundo um dos diretores da empresa WS, que atende a CVC turismo, o aumento do fluxo de turistas nesta época é uma situação atípica. Maceió continua sendo o destino mais vendido pela maior operadora de turismo do América Latina, que a CVC Turismo e Viagens.

Agosto e setembro são meses de baixa temporada, principalmente devido ao processo eleitoral que vive o país e que geralmente prende as pessoas em seus estados. Mas diferentemente aos anos anteriores 2018 está surpreendendo, pois até agora não houve queda no fluxo de turistas.

As expectativas anunciadas pelo presidente do Conselho de Turismo, Glênio Cedrin e pelo presidente da Associação Brasileira da Industria Hoteleira (ABIH) Milton Ênio Vasconcelos se confirmam de um aumento em torno de 10% do fluxo, graças ao aumento do dólar. “Isto é muito bom para o turismo interno”, avalia o presidente da ABIH, Milton Ênio.

“A atividade turística no Brasil é por tanto o setor, que mais fatura com a alta do dólar em meio a uma forte crise econômica que afeta todo país”, finalizou ele.

 

Tags:

>Link  

Hotéis buscam baixar custos com energia solar
   Mozart  Luna  │       │     6:00  │  2

 

 

O valor da energia elétrica no Brasil subiu assustadoramente devido à crise hídrica que se vive em todo sistema e também a falta de investimento, mesmo com o crescimento da demanda.

A alta das contas foram decisivas para aumentar bastante os custos finais em todos setores produtivos no Brasil. Na atividade de hotelaria, os custos influenciaram no aumento de tarifas e perda de competitividade, chegando a inviabilização negócios principalmente parceiras de redes com proprietários de hotéis.

O alto valor cobrado pela energia elétrica, não permitiu que estes estabelecimentos tivessem competitividade no mercado. Somente os hotéis que são administrados pelos próprios donos estão tendo rentabilidade e competitividade.

Os hotéis que ostentam “bandeiras” de rede estão passando por uma grande crise financeira e muitos grupos entregaram os hotéis, por não ter competitividade no mercado.  Em Alagoas boa parte dos hotéis são administrado pelos grupos empresárias, que têm seus donos a frente e por isso possuem excelentes tarifas, sem falar no alto padrão, conforto e modernidade que oferecem as clientes. A localização de 90% desses hotéis é Maceió é geralmente na orla marítima. Melhor não poderia ser.

Investir em energia solar

A saída para os empresários da hotelaria é investir em fontes de energia alternativa, como a produzida pelo Sol ou os ventos. No Brasil o Sol é uma grande fonte energia que não é aproveitada com o uso de placas fotovoltaicas. Mas esse perfil vem mudando diante da crise e da necessidade de ter competitividade no mercado.

Muitos hotéis estão buscando se inteirar dessa tecnologia, que não é nova e que vem se aperfeiçoando a cada ano, com o aumento da procura.

O parque hoteleiro pernambucano vem se destacando no Nordeste, como um dos que têm  buscando implantar essa forma de energia alternativa.

A CPFL Brasil, comercializadora do Grupo CPFL Energia, firmou o seu primeiro contrato de venda de energia 100% limpa no segmento hoteleiro do Nordeste. A companhia levou para o mercado livre três unidades da rede Pontes Hotéis & Resorts em Pernambuco : Mar Hotel Recife Conventions e Hotel Atlante Plaza, ambos no Recife, e o Summerville Beach Resort, em Porto de Galinhas.

Os três hotéis, até novembro do ano passado, estavam arrendados à rede Accor e utilizavam a bandeira Mercure.

A expectativa dos gestores hoteleiros é que a operação proporcione uma economia de até 25% na conta de luz. Além do benefício econômico, o contrato tem um caráter de sustentabilidade.

Vale lembrar que 100% da energia consumida é proveniente de fontes alternativas do portfólio da CPFL Brasil, como usinas eólicas, térmicas a biomassa, pequenas centrais hidrelétricas e usina solar.

Natal investiu

O Hotel E- Suites Vila do Mar em Natal investiu R$ 3,5 milhões em energia solar para baixar os custo da energia elétrica. De acordo com a diretora comercial do hotel, Emanuelle Barreto, o impacto inicial do investimento em energia limpa será a redução de 50% na conta de luz, que atualmente oscila, segundo ela, entre R$ 60 mil e R$ 100 mil. “O retorno financeiro é lento, mas certamente vai compensar”, declarou ele em entrevista a Panrotas.

Associado à Vert Hotéis – atualmente em aliança operacional com a Atlantica Hotels no Brasil -, o E-suítes Vila do Mar fez a conversão da bandeira há três anos. Satisfeita com a opção, Emanuelle Barreto enumera algumas economias em escala.

“Temos mais acesso a softwares, a ferramentas de gestão, a oportunidades de compra, a tendências comerciais e às próprias informações dos hóspedes. Estamos unindo avanços na informática com sustentabilidade. O resultado tem compensado”, comenta.

O empreendimento foi um dos primeiros da Via Costeira. Padrão quatro estrelas, chegou a ser, nos anos 1990, o melhor hotel de Natal até a chegada dos cinco estrelas. À época, a família proprietária chegou a abrir uma unidade em Miami, o Miami Vila.

Há quase 20 anos com permanente investimento promocional na Argentina, é o hotel da capital potiguar que mais recebe visitantes de Buenos Aires, Córdoba e Rosário, principais pólos emissores do país vizinho. Em determinadas épocas do ano, os hermanos respondem por até 50% da ocupação do hotel.

 

>Link