Operadores de Turismo visitam Cânions do São Francisco
   Mozart  Luna  │     8 de junho de 2018   │     21:20  │  0

Hamilton, Tirzah da Nozes Turismo, Manoel Foguete da MFTur , Mena e Marcus Mota da Grou

A região dos Cânions do São Francisco recebeu esta semana a visita de operadores de turismo de Aracaju e Salvador, com o objetivo traçar novos roteiros de viagens propondo produtos diferentes e exóticos. Os diretores da operadora Grou de Salvador e Nozes Turismo de Aracaju, ficaram surpresos não só com a beleza, mas também com estrutura e segurança existentes na região.

Mena e Marcus Mota diretores da Grou, já têm projetos para levar para a Região dos Cânions do São Francisco, não só para turistas brasileiros, como também europeus.  A operadora tem escritório em Lisboa e trabalha em parceria com várias operadoras portuguesas. Segundo Mena Mota a Grou, atualmente a empresa trabalha para viabilizar o estabelecimento de voos regulares com aparelhos maiores no aeroporto de Paulo Afonso.

“Estamos conversando com as companhias aéreas sobre o projeto, mas para isso vamos ter que apresentar uma demanda”, declarou a diretora da operadora Grou. Mena Mota disse ainda que o primeiro passo é intensificar o fluxo de turismo, mesmo por meio rodoviário, para Região e com isso mostrar a necessidade do estabelecimento de voos regulares com aviões maiores, já que o aeroporto de Paulo Afonso possui boas condições de operação.

Mena  Mota é brasileira, mas naturalizada portuguesa, por ser neta de portugueses. Segundo ainda ela a Grou elaborou um projeto de divulgação dos Cânions do São Francisco em parceria com MFTur, que será apresentado ao Governo do Estado de Alagoas, para veiculação em Portugal no segundo semestre. “O objetivo é mostrar aos portugueses esse novo destino turístico no Brasil e que é composto de muita beleza, diferente do que se tem no Litoral”, declarou ela.

A empresária disse ainda que está encantada com o que viu e se declarou apaixonada pelos Cânions do São Francisco.  Ela destacou a cidade de Piranhas como uma joia cravada no Sertão de Alagoas. “Isso aqui é um paraíso que estava escondido, mas que o mundo agora vai conhecer”, disse ela.

Nozes turismo

Os diretores da Nozes Turismo, sediada em Aracaju, Hamilton e Tirzah, já trabalham enviando turistas para região há mais de dez anos. Segundo eles o destino é um sucesso de vendas e elogios não faltam com relação aos passeios, como também a estrutura e qualidade dos serviços prestados.

A visita técnica realizada esta semana a região junto com os parceiros da Grou tem o objetivo de elaborar pacotes para dinamizar ainda mais o fluxo de turistas na região dos Cânions do São Francisco, com o objetivo de internacionalizar o destino. O próximo passo é apresentar o projeto de Portugal ao Governador Renan Filho.

Empresário Manoel Foguete disse que o turismo na região vai quadruplicar a geração de empregos no Sertão

 

Gerando empregos

Para o empresário Manoel Foguete essa é uma grande oportunidade para aumentar ainda mais a geração de emprego e renda em uma região tão sofrida com o é o Sertão. “Ao longo de décadas só se tinha más noticias daqui, devido à seca e a miséria nos campos e cidades. Agora se vê no horizonte uma esperança de dar dignidade ao povo sertanejo”, disse o empresário que luta há mais de 15 anos para consolidar o destino turístico.

Atualmente a atividade turística na Região dos Cânions do São Francisco gera cerca de 3 mil empregos diretos e indiretos, empregando mais que as três prefeituras dos municípios de Delmiro Gouveia, Piranhas e Olho D Água do Casado. Nos últimos três anos foram inaugurados mais de 40 novos estabelecimentos relacionados com a atividade turística sem contabilizar, dois hotéis de porte com cerca de 100 apartamentos de alto padrão cada um além de empreendimentos imobiliários.

A expectativa é que com a internacionalização da Região dos Cânions de São Francisco esses números tripliquem em apenas dois anos aumentando a geração de postos de trabalho para perto de 8 mil empregos.

 

 

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *