Monthly Archives: maio 2018

Solenidade na AMA marca encerramento dos lixões em Alagoas
   Mozart  Luna  │     28 de maio de 2018   │     6:13  │  0

 

Alagoas é o terceiro estado da Federação fechar oficialmente todo os lixões dos municípios, cumprindo assim o Plano Nacional de Resíduos Sólidos instituído pele decreto federal 12.3015/10. Para comemorar esse acontecimento esta agendado para hoje às 9:30 Hs acontece na sede da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA) solenidade com a participação dos prefeitos e o procurador Geral de Justiça Alfredo Gaspar de Mendonça em comemoração ao encerramento dos lixões nos municípios.

O último município a encerrar seu lixão foi Penedo, na última sexta-feira (25). Considerado um fato histórico já que o local de descarte dos resíduos já tinha mais de 50 anos localizado na região do povoado Capela (atualmente uma Área de Proteção Ambiental) recebendo diariamente todo o lixo gerado pelas zonas urbana e rural do município, 64 mil habitantes.

A partir da próxima terça-feira, 29, os resíduos sólidos coletados serão enviados à Central de Tratamento de Resíduos (CTR) de Craíbas (Agreste), um dos quatro locais em Alagoas homologados pelos órgãos ambientais para receber  resíduos gerados por outras cidades.

“Quando assumi em 2015, ao lado de Gustavo Lopes, não existia em Alagoas um projetopara implantar a Política Nacional Resíduos Sólidos. Foi um trabalho longo. Mas, ao lado de parceiros, conseguimos esse marco histórico em alcançar 100% dos municípios, um dia 25 para ficar marcado na memória. Somos o primeiro estado do Nordeste e o terceiro do Brasil. Vamos tornar cada dia mais este estado sustentável”, garantiu o secretário de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), Alexandre Ayres.

O diretor-presidente do Instituto do Meio Ambiente (IMA), Gustavo Lopes, que é penedense, fez questão de lembrar que esse fechamento era por anos almejado pela população. Além de toda a degradação ambiental, o lixão estava dentro da APA da Marituba, o Pantanal Alagoano.

“Lutamos muito para chegar neste dia. Quando começamos este trabalho só existia a Central de Tratamento de Resíduos (CTR) de Maceió. Hoje, aqui estamos em um grande momento de comemoração, de preservação do meio ambiente, que só seria possível com a união de várias entidades, MPE, IMA, AMA, Semarh e Prefeitura de Penedo. Precisamos comemorar muito. E por destino, ou obra do acaso, encerramos em 100% os lixões de Alagoas com esse marco na minha Penedo”.

Regulamentação e análise do MP

O prefeito de Penedo comemorou mais um grande momento da sua administração, ao lado do vice-prefeito Ronaldo Lopes (MDB). Ao tempo, solicitou ao Ministério Público a apreciação de um decreto que versa sobre a cobrança da taxa de coleta de resíduos sólidos.

“Até este dia a despesa mensal com coleta de lixo era em torno de R$ 150 mil. A partir de amanhã, passa para R$ 360 mil. O lixo produzido vai percorrer em torno de 200 quilômetros por dia, até a CTR de Craíbas. O Governo Federal edita uma Lei, mas não ajuda a colocar em prática. Essa conta será unicamente para o Município. Podemos ter que tirar de outras áreas para cobrir. Então, peço que o Ministério Público faça uma análise no decreto editado por outra gestão, mas nunca colocado em prática. Emita um parecer sobre a legalidade da cobrança, para só então, colocarmos em prática”, explicou Marcius Beltrão (PDT).

“Mas, também não poderia deixar de comemorar esse feito. Vamos celebrar a data que também é um marco para Penedo e para Alagoas. Vamos contribuir com preservação do meio ambiente. Fazer com que as gerações futuras possam desfrutar desta área que é a APA da Marituba, agora livre de um lixão que durou mais de 50 anos”, festejou.

Para alcançar a marca histórica, o promotor de Justiça José Antônio Malta Marques, fez questão de lembrar todas as parcerias ao logo dos anos, visando alcançar este dia. “Essas parcerias se concretizaram para alcançar seus objetivos. Encerramos hoje 100% dos lixões sem precisar de uma ação contra os gestores ou municípios. Ocorreu tudo na base da parceria e boa conversa. Sabemos que neste momento as despesas irão aumentar. Porém, os ganhos futuros serão bem maiores. Uma data histórica para Penedo. Todas as gerações futuras vão agradecer por este feito. Prefeito Marcius, sua cidade e seu povo ainda vão agradecer muito pela preservação do meio ambiente e da natureza. Todos estão de parabéns”, frisou

Recuperação da área degradada 

Com o fechamento do lixão, obedecendo a Política Nacional dos Resíduos Sólidos, a área deve ser revitalizada dentro um prazo pré-estabelecido. “Vamos elaborar um Programa de Recuperação de Área Degradada (PRAD), para apresentar ao órgão ambiental competente. Sendo aprovado, iniciaremos a recuperação do antigo lixão, utilizando metodologias de engenharia que garantam a eficiência do projeto. Dentro do programa, existem várias técnicas, como reflorestamento, monitoramento dos efluentes e acompanhamento do solo”, encerrou o secretário de Meio Ambiente de Penedo, Paulo Freire.

 

 

 

 

>Link  

Os cuidados com alimentos durante o voo
   Mozart  Luna  │     25 de maio de 2018   │     19:33  │  0

As companhias aéreas têm restringido o fornecimento de alimentos durante voos, principalmente os domésticos e de curta duração. Vale informar que 40 anos atrás algumas companhias aéreas ofereciam verdadeiros banquetes a bordo  com talhares de prata, como a saudosa Varig, que tinha também carta de vinhos e espumantes. Era a época que viajar de avião era para pouquíssimas pessoas e era um ato de glamour.

Tudo começava pela vestimenta. As mulheres sempre elegantes com vestidos longos e sapatos altos e os homens de terno e gravata. Havia até a permissão, em alguns voos, para fumantes. Mas esse tempo passou. Com a crise do petróleo na década de 70 a otimização cortou regalias e medidas de seguranças cada vez mais rigorosas foram adotadas.

 

Hoje se leva o mínimo possível nas malas para não se pagar excesso de peso, não existem mais jantares nem almoços a bordo, apenas lanches e refeições simples. Tudo visitando baixar os custos para possibilitar a venda das passagens aéreas para todas as classes sociais e mesmo assim, até se pagando primeira classe, não se tem mais os mimos de outrora.

Hoje a alimentação servida a bordo pode se resumir a balas de geléia, passando por snaks e barras de cereal chegando a sanduíches frios ou quentes e refeições pré-cozidas que são aquecidas durante o voo. Um risco para que se aventura em comer devido a alta probabilidade de ter problemas intestinais.

Ficar sem comer em viagens de mais de quatro horas é um problema que pode ser resolvido com algumas dicas importantes, que vamos dar. Os cuidados começam antes de embarcar. A regra número um é evitar alimentos gordurosos e bebidas alcoólicas.

Nem tudo que reluz é ouro

 

No avião nem tudo que é servido deve ser ingerido. Sempre é bom avaliar a situação do alimento fornecido. Um dos cuidados é evitar alimentos que tem grande probabilidade de se estragar como peixes, leite, queijos e carnes. Recomendamos snaks, biscoitos, frutas, salada verde e legumes. Evitar comer além da conta, ou seja, “encher a barriga”. Deixe para fazer uma refeição completa em terra. O perigo de problemas intestinais fica bastante reduzido.

 

Vamos agora comentar alguns alimentos e bebidas que são geralmente consumidos durante os voos:

 

Cebola – Evite comer alimentos que lhe provoquem mau hálito, como alho ou cebola. No caso de ingerir este tipo de alimentos, pode sempre comer umas folhas de hortelã ou mesmo uma maçã crua para tentar suavizar o hálito desagradável.

 Álcool – Para quem tem medo de andar de avião, beber álcool antes do voo pode parecer uma boa forma de relaxar o corpo (e a mente). Porém, ingerir bebidas alcoólicas nesta situação pode trazer mais malefícios do que benefícios. Os voos mais prolongados aumentam a probabilidade de criar coágulos sanguíneos em pessoas de alto risco e a desidratação provocada pelo consumo deste tipo de bebidas – juntamente com a desidratação provocada pelo próprio ato de andar de avião – pode aumentar ainda mais este mesmo risco

Frutos secos – Estes alimentos podem ser o snack ideal para ‘petiscar’ durante o voo. Contudo, para quem tem problemas respiratórios, por exemplo, estes alimentos podem piorar este tipo de patologias durante o voo, também porque a bordo os níveis de oxigênio são mais reduzidos.

 Café – Para a maioria das pessoas, beber café antes ou durante o voo é indispensável. De acordo com um estudo da revista Frontiers in Nutricion, de 2017, a cafeína pode funcionar como diurético, levando à perda de líquidos, sódio e potássio. Além disso, pode ainda provocar dores de cabeça ou cãibras musculares. Será que quer passar o voo incomodado e a importunar os seus ‘vizinhos’ para ir à casa de banho?

 

Queijo azul – Este alimento pode ser um problema para quem tem alergia ao leite. No avião, uma vez que os níveis de oxigênio são mais reduzidos, as pessoas com este tipo de patologias ficam ainda mais vulneráveis a manifestações alérgicas.

 

Nozes e manteiga de amendoim – Caso esteja sentado ao lado de alguém alérgico a estes alimentos, há que ter cuidado para não abrir um saco de nozes, por exemplo, ao pé destes viajantes.

 

Água da torneira – As companhias aéreas costumam distribuir água engarrafada, mas o café e o chá são confecionados com água da torneira. Ainda que exista uma lei que exige que as companhias inspecionem os seus sistemas de transporte de água – pelo menos a cada cinco anos – para verificar a existência da bactéria E. coli, já foi descoberta água contaminada em dois aviões. A dica é levar uma garrafa de água e encha-a antes de embarcar, depois de passar pela segurança.

 

Bebidas com gás – No avião, os níveis de oxigênio são mais reduzidos, o que pode ser um risco para pessoas que sofrem de patologias pulmonares. De acordo com um estudo do European Respiratory Journal, 18% dos passageiros com doenças pulmonares têm dificuldade respiratória leve durante o voo. Para piorar este tipo de situações, a expansão de gás em altas altitudes pode aumentar a pressão sobre os pulmões. Por esta razão, deve evitar ingerir bebidas gaseificadas a bordo, uma vez que estas podem aumentar a formação de gases e, consequentemente, comprometer a respiração.

 

Chocolate negro – Assim como o café, também o chocolate negro contém cafeína, um componente que o pode deixar ansioso durante o voo.

 

Pronto! Agora você está bem informado para embarcar e voar tranquilo, para esquecer a fome pode se programar para ler um livro, assistir um filme ou ouvir musica. Toda distração é valida para evitar se empanturrar de comida durante a viagem e depois chegar no destino com sérios problemas intestinais e estragar sua programação. Por tanto, se puder , evite comer a bordo e boa viagem.

>Link  

Vídeos “Gente que Faz Penedo Crescer” divulga a cidade dos sobrados nas redes
   Mozart  Luna  │     24 de maio de 2018   │     20:09  │  0

 

 

Uma excelente iniciativa foi criada pela prefeitura de Penedo com o objetivo de criar e consolidar na população penedense o sentimento de amor pela cidade e também divulgação no chamado comportamento “boca a boca”, através da produção de vídeos que promovem as belezas do município. O Programa “Gente que Faz Penedo Crescer” traz à tona personagens que elevam e acreditam no potencial da cidade.

A proposta consiste em colher depoimentos, produzir e divulgar vídeos com depoimentos de personagens que contribuem de alguma forma com o engrandecimento da cidade. Quinzenalmente, vídeos serão revelados através das redes sociais e do portal da Prefeitura de Penedo, mostrando pessoas de diferentes áreas e saberes. Personagens esses que, elevam e acreditam no potencial da ‘Cidade dos Sobrados’.

“Penedo passa por um momento diferenciado, com vários projetos já concluídos e outros em execução, todos buscando transformar nossa cidade e ampliar a infraestrutura para melhor receber os turistas. E dentro desse contexto, também existem penedenses que contribuem, acreditam na cidade que nasceram e, ou escolheram como morada. Logo, esses também merecem destaque, nosso respeito e vamos deixar que eles falem o que sentem por Penedo”, explicou Marcius Beltrão.

 

Timaia

O famoso e procurado escultor santeiro Antônio Francisco Santos, 58 anos, carinhosamente chamado de Timaia é o primeiro da série de vídeos. Timaia é o artesão e chegou na Penedo aos 10 anos. No seu depoimento o artista fala de seu amor pela cidade de onde vem sua inspiração.

“Eu tenho orgulho desta terra, uma terra cheia de cultura e valores. Aqui aprendi meu ofício, criei meus filhos e sobrevivo da arte. Tenho muito para agradecer à cidade que me acolheu. Eu tenho muito orgulho de ser penedense”, reafirmou o artista da madeira.

Penedo é a pérola do Baixo São Francisco, considerada como a cidade mais linda de toda região com um dos sítios históricos mais bem conservados do Nordeste em com um acervo arquitetônico composto Theatro do século 17, Museus e igrejas no estilo rococó e barroco muito bem conservado.

 

VEJA O VÍDEO

https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=989741571184182&id=281659451992401

 

 

>Link  

Prefeitos que “escondem” o lixo podem ser afastados e presos
   Mozart  Luna  │     23 de maio de 2018   │     20:24  │  2

 

O Procurador Geral de Justiça Alfredo Gaspar de Mendonça Neto disse que a partir do dia 25 o prefeito que continuar descumprindo o acordo realizado com o Ministério Público, não destinando os resíduos de sua cidade para um local devidamente certificado ambientalmente será denunciado criminalmente e pedido o seu afastamento do cargo.

O Ministério Público recebeu denuncias que prefeitos que encerraram os lixões de seus municípios estariam “escondendo” os resíduos, depositando em outros lugares da zona rural de seus municípios. Segundo o Procurador Geral depois do dia 25 todas as denuncias serão apuradas. “Quem estiver praticando esse crime responderá nos rigores da lei e pediremos imediatamente o seu afastamento do cargo”, disse Alfredo Gaspar. Vale lembrar que entre a penas está previsto não só o afastamento como também prisão e multa destinada a pessoa física do gestor e não ao município.

O procurador disse que amanhã ocorrerá o encerramento dos lixões do Litoral Sul que ainda falta. Dessa forma Alagoas será o primeiro estado da Federação a cumprir a lei 12.305/10 que determinou o encerramento de todos os lixões desde agosto de 2014. Amanhã, esta agendada uma solenidade no município de Penedo, sendo o último a encerrar o lixão.

Cada prefeitura tem até um ano, a partir do dia de encerramento do seu lixão, para elaborar e apresentar ao Instituto do Meio Ambiente do Estado de Alagoas (IMA/AL), o Plano de Recuperação da Área Degradada (PRAD) para que possa ser analisado. Após a aprovação do órgão o prazo para a execução do plano é de até quatro anos.

 

>Link  

Oceanário de Lisboa comemora 20 anos e anuncia ampliação
   Mozart  Luna  │     22 de maio de 2018   │     14:46  │  0

IMG_1876

O Oceanário de Lisboa comemorou 20 anos de funcionamento nesta terça-feira (22), com o anunciou da expansão da estrutura do complexo localizado no Parque das Nações em Lisboa. Segundo, José Soares dos Santos, o presidente do Conselho de Administração da Fundação Oceano Azul a decisão é conseqüência do crescimento do público que cada vez mais aumenta. “Ou expandimos o edifício, para continuar a dar uma boa experiência e albergar visitantes, ou subimos os preços. A decisão é adicionarmos mais espaço. Se queremos manter a qualidade, temos de expandir o edifício”,

IMG_1889

O  espaço “Seathefuture” será inaugurado, pelo presidente executivo do Oceanário de Lisboa, João Falcato e o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, numa cerimônia de celebração do 20.º aniversário do Oceanário de Lisboa e que contará ainda com o Governo em peso. Além do primeiro-ministro, António Costa, o ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, a ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, o ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, e a ministra da Presidência e Modernização Administrativa, Maria Manuel Leitão Marque, prestigiaram o evento.

O primeiro ministro de Portugal, António Costa e o ministro da Ciência, Manuel Heitor, visitaram o Pavilhão do Conhecimento, que durante a exposição mundial foi o Pavilhão do Conhecimento dos Mares. Agora é a casa da Ciência Viva – Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica, que vai entregar ao primeiro-ministro as chaves do pavilhão e, entre outras iniciativas, é inaugurada uma exposição de esculturas construídas com lixo recolhido nas praias e no mar.

IMG_1926

Projeto de expansão

O projeto da expansão do edifício é um assunto classificado como  confidencial, disse ainda José Soares dos Santos. Segundo ele o arquitecto é o mesmo que fez o Oceanário de Lisboa, Peter Chermayeff. José Soares revelou ainda que não se pretende repetir o tanque central.“Seria um erro repetir o tanque central, que é único. Mas o que estamos à procura? Que outras experiências e espaços precisamos para servir melhor o projeto da Fundação [Oceano Azul]? Não sabemos ainda”, declarou ele .

O projeto de expansão precisará de uma negociação com o Governo, pois a concessão atribuída ao Estado desde 2015. José Soares dos Santos deseja as obras começassem em 2020 ou 2021, mas evitar comentar qual o investimento que será realizado, embora o valor tenha vazado e que poderá chegar aos sete milhões de euros.

No investimento previsto para ser realizado estão melhorias no sistema de aparelhos de ar condicionados , do chão ou o tecto, além de um espaço novo para a loja e a restauração, a que se denominado  Seathefuture.

IMG_1898

Cerca de 30% dos produtos colocados à venda na loja do oceanário são sustentáveis, tendo em atenção, por exemplo, os materiais usados ou a sua origem. “Vamos comprometer-nos que, em três anos, teremos 95% de produtos sustentáveis na nossa loja.” E, para a zona de restauração, o chef Kiko foi convidado para criar uma ementa sustentável, com pouco impacto ambiental.

Uma geração azul

Um dos projeto criados pela Fundação Oceano Azul, segundo o seu presidente executivo, Tiago Pitta e Cunha, foi a criação de uma “geração azul”. No próximo ano lectivo, a partir de Setembro, irá começar um projeto-piloto nas escolas do município de Mafra, entre os alunos do primeiro ao quarto ano de escolaridade. “Estamos a ultimar materiais e conteúdos.” A ideia, acrescentou Tiago Pitta e Cunha, é alargar a iniciativa a outras escolas até chegar a nível nacional.

Alerta

Além da literacia do oceano, a Fundação Oceano Azul quer dedicar-se à conservação da natureza. Por exemplo, quer propor a criação de áreas marinhas protegidas. É nesse objectivo de obtenção de mais conhecimentos científicos e de conservação que se enquadra a próxima expedição oceanográfica que a Fundação Oceano Azul vai fazer nos Açores, em colaboração, entre outros, com o projeto Mares Pristinos da National Geographic Society. A partir de 3 de Junho, a expedição será a bordo do navio Santa Maria Manuela e conta ainda com o navio Almirante Gago Coutinho, da Marinha Portuguesa, e o robô submarino Luso, da Estrutura de Missão para a Extensão da Plataforma Continental.

IMG_1887

Lançar campanhas de sensibilização de espécies específicas é outro dos objectivos. A conservação do cavalo-marinho-de-focinho-comprido (hippocampus guttulatus) da ria Formosa, a casa da maior população desta espécie que ocorre por todo o mar Mediterrâneo, é uma dessas campanhas urgentes tanto nas escolas como entre as autoridades de fiscalização. Se por volta de 2001-2002 havia cerca de dois milhões de cavalos-marinhos na ria Formosa, em 2008 estimavam-se em apenas 120 mil. A perda de habitat devido às atividades humanas é uma das causas do declínio, mas Tiago Pitta e Cunha alertou que os cavalos-marinhos também estão a ser afetados pela “pesca ilegal”.

 

 

>Link