Brasileiro bate recorde de surf na maior onda do mundo em Portugal
   Mozart  Luna  │     29 de abril de 2018   │     8:36  │  0

 

Mais um vez os brasileiros são destaque no Biggest Wave of the Year em Portugal. Desta vez  brasileiro Rodrigo Koxa foi quem levou o recorde por ter surfado a maior onda do mundo em Nazaré com a altura de 80 pes/24,38. O prêmio foi entregue na madrugada desse domingo durante uma grande solenidade considerada a noite do “oscar ondas”.

A Praia do Norte em Nazaré, em Portugal continua sendo o local com as maiores ondas do mundo pela Liga Mundial de Surg (WSL). A premiação da Big Wave Awards foi uma festa que reuniu surfistas do mundo todo.

O presidente da Câmara de Nazaré Walter Chicharro fez a entrega do título ao brasileiro Rodrigo Koxa que agradeceu o apoio que o conchelho tem dado a divulgação do surf. Segundo ele o presidente da Câmara Walter Chicharro tem recebido a todos com muita atenção e carinho sempre buscando dar as melhores condições para que todos fiquem bem em Nazaré.
O britânico Andrew Cotton também recebeu a premiação por ter vencido na categoria de “Wipeout of the year”, uma queda estrondosa de uma onda gigante, mas a festa foi dos brasileiros que sempre são destaque em todas as competições em Nazaré.

 

Outros brasileiros também registram sua marca de habilidade e coragem enfrentando às ondas gigantes de Nazaré como Carlos Burle e Maia Gabeira. “Eles são descendentes daqueles portugueses corajosos que cruzaram o Atlântico para criar esta nação linda, maravilhosa e gigante que é o Brasil,” disse Antonio de Sousa, morador de Nazaré e fã dos surfistas brasileiros.

Quem é Koxa

Paulista de Guarujá Rodrigo Koxa está sempre que volta para Guarujá, no litoral de São Paulo, o big rider Rodrigo Koxa levando na bagagem muitas histórias para contar. Desta vez, além das lembranças, o caçador de ondas gigantes trouxe diversas imagens das aventuras que já realizou e agora esse título internacional.

 

Mesmo acostumado com os perigos da modalidade, Koxa revela ter muito respeito pelo mar e lembra a necessidade de um bom planejamento para obter êxito em todos os eventos em que o atleta participa durante o ano.

 

“É o que mais gosto na minha vida. Ter a oportunidade de ir atrás de ondas gigantes e poder estar naqueles dias especiais, é muito bom. Então tenho trabalhado forte no estudo dos mapas e previsões (de grandes ondas pelo mundo) para concluir meus objetivos” disse ele.

 

Nos últimos seis anos, o guarujaense esteve presente nos maiores swells (boas ondas para surfar, na linguagem dos surfistas) do mundo. Segundo Koxa, a última temporada começou de uma forma bastante especial, nas ondas de Pipeline e Jaws, no Havaí.

 

 

 

 

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *