Encontro Internacional dos Cafés Históricos da Europa
   Mozart  Luna  │     21 de abril de 2018   │     10:26  │  0

 

A Europa não produz café, mas possui os estabelecimentos mais charmosos onde é servido esse produto tão consumido em todo mundo. Para consolidar como esses lugares como atrativos turísticos estão ocorrendo em Portugal na cidade Coimbra o primeiro Encontro Internacional de Cafés Históricos da Europa, que começou no dia 20 e vai até hoje (21).

 

O Encontro ocorre paralelamente também a Casa da Escrita e no Café Santa Cruz, e que simultaneamente promoverá reuniões de trabalho onde serão discutidas formas de colaboração e intercâmbio. O Encontro proporcionará momentos de debate em ambiente de tertúlia sobre os cafés enquanto espaços do patrimônio cultural com lugar na história da Europa.

 

Representantes de Café como Les Deux Magots de Paris, o L’Ópera de Barcelona, o Kipos de Chania, o Central de Budapeste ou o Majestic do Porto estão presentes. Esses Cafés são considerados “testemunhas” culturais de décadas de convivência social, tertúlias artísticas e debates políticos.

 

Os Cafés europeus têm sido palco de histórias de romances, política e locais de gravações de produções cinematográficas. As histórias que acolhem, as tradições que preservaram e os desafios a que continuamente respondem, bem como conhecer a forma como se preparam para os permanentes desafios que lhes  levaram os proprietários de Cafés europeus a discutir a classificação desses estabelecimentos como patrimônio cultural do Velho Continente.

 

Pauta

 

Na pauta do Primeiro Encontro Internacional de Cafés Europeus estão temas: A importância dos Cafés na transformação da esfera pública; Os Cafés Históricos e as Redes de Patrimônio Cultural e Os Cafés Históricos como Patrimônio Turístico.

 

Os participantes do evento propõem a criação de uma Rede de Cafés Históricos da Europa, e o estabelecimento de uma Rota Européia dos Cafés Históricos e também incluir como novo Itinerário Cultural do Conselho da Europa e ainda o estabelecer do Dia Europeu do Café Histórico.

 

Participam também nas oficiais nacionais, representantes da Rotas dos Cafés com História de Portugal, Cafés Históricos de Espanha e diversos cafés europeus. Os Cafés Históricos como Patrimônio Cultural é uma iniciativa do Café Santa Cruz, co-organizada com a Associação dos Cafés com História de Portugal (ACH) e a Associação Européia dos Cafés Históricos (EHICA), integrada na 20.ª Semana Cultural da Universidade Coimbra e no Ano Europeu do Patrimônio Cultural.

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *