Novo ministro do Turismo toma posse sob desconfiança dos empresários nordestinos
   Mozart  Luna  │     12 de abril de 2018   │     22:20  │  0

 

 

 

O novo ministro do turismo, Vinicius Lummertz tomou posse está semana sob os olhares desconfiados de vários empresários do turismo de várias regiões do Brasil, devido a uma entrevista concedida a imprensa portuguesa durante a Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), quando destacou apenas a região Sul.

Outro fato que desagradou a empresários do Nordeste, Centro Oeste e do Norte foi o destaque que se deu as fotos simplórias dos “atrativos” turístico sulistas, como as ruínas de Sete Missões e o Palácio de Vidro de Curitiba, no estande do Brasil. Fato observado e criticado até mesmo por empresário do setor de turismo europeu, que sabem da riqueza do Nordeste pela praias e das belezas naturais de Mato Grosso do Sul e da região amazônica.

As declarações do presidente da Embratur foram consideradas desastrosas e desencontradas, além de tendenciosa já que suas informações estão em desacordo com os números do Anuário do Turismo da Embratur. Os dados mostram que  turismo no Nordeste, Norte e Sudeste brasileiro, são cada vez mais os destinos mais procurados pelo mercado português, que preferem cidades como a Salvador, Pernambuco, Ceará, Rio Grande do Norte e até o Pará no Norte do Brasil.

De acordo com o Anuário do Turismo publicado pela Embratur, São Paulo foi o destino por onde chegaram ao Brasil mais portugueses, com um total de 56,5 mil, seguido pelo Rio de Janeiro, com 44,4 mil.

Estes dois estados são os que possuem mais voos diretos de Portugal e de uma procura de lazer bem como de viagens profissionais e de negócios. Bahia está em terceiro lugar com 12,3 mil, Ceará com 9,2 mil, Pernambuco com 8,5 mil, Minas Gerais com 5,1 mil, Rio Grande do Norte com 4,5 mil, Distrito Federal com 3,3 mil, Pará com 1,4 mil.

A tendência foi de queda das chegadas de turistas portugueses ao Brasil, com um decréscimo de 7,6%, para 149,9 mil. Entretanto na contramão se verificar o aumento de turistas portugueses em  Pernambuco, que subiram 3,9% e  Pará com +35,4%.

Segundo ainda Anuário, Portugal foi o 10º emissor mundial e 5º europeu para o Brasil, tendo sido 13º em São Paulo, 8º no Rio de Janeiro, 2º na Bahia e em Pernambuco, 3º em Minas Gerais e no Rio grande do Norte e 4º no Ceará e no Distrito Federal.

Quem é ele

 

Vinicius Lummertz chegou a Embratur por indicação politica do PMDB par o cargo de presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo). Ele é formado em Ciências Políticas pela Universidade Americana de Paris e estava na Embratur desde junho de 2015.

Ele foi secretário de Turismo, Esporte e Cultura de Florianópolis e diretor nacional e estadual do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequenas Empresas) e também foi secretário de Estado do Planejamento e Relações Internacionais de Santa Catarina (2007-2010), além de ocupar o cargo de secretário Nacional de Políticas de Turismo do Ministério do Turismo, de setembro de 2012 a maio de 2015.
Marta Rossi, uma das lideranças do turismo nacional, criadora da Feira Internacional de Turismo (FESTURIS) comemorou a posse de Lummertz. Segundo “ter um ministro oriundo da Região Sul é fundamental para a região como um todo”. Será?

 

Tags:

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *