Região Norte vai ganhar nova subestação da Eletrobrás
   Mozart  Luna  │     15 de março de 2018   │     18:14  │  0

 

Ministros Fernando Coelho das Minas e Energia e Marx Beltrão do turismo anunciaram o empenho de R$ 38 milhões 

A qualidade da energia fornecida na região Norte de Alagoas sempre foi um problema para o desenvolvimento do parque hoteleiro e da atividade turística. Para ilustrar essa situação basta relembrar o réveillon de 2016, quando um apagão na região causou um prejuízo para o setor hoteleiro e de bares e restaurantes avaliado em R$ 3 milhões e que até hoje está sendo cobrado por várias empresas na justiça.

 

Naquela ocasião o blecaute foi causado pela queda da rede de distribuição em meio a uma mata, mas diariamente os empresários reclamam da queda não só no fornecimento da energia como na qualidade. Nos horários de pico que acontecem entre as 16 horas e as 22 horas, a corrente elétrica de 220 volts passa para aproximadamente 180 e 150 volts, inviabilizando o funcionamento de vários aparelhos como condicionadores de ar, freezer e eletrodomésticos como TV, liquidificadores e até secadores.

Maragogi sempre sofre com a falta de energia na alta estação de turismo

Para tentar resolver o problema foi anunciado na última quarta-feira (14) pelos ministros do turismo Marx Beltrão e das Minas e Energia, Fernando Coelho o empenho de R$ 38 milhões para instalação de uma subestação de energia na região Norte. Os recursos servirão também para pagamento de um passivo trabalhista que irá beneficiar 1700 servidores da CEAL.

 

Dez municípios da região norte do estado serão atendidos diretamente, beneficiando uma população de mais de 180 mil pessoas. Paripueira, São Luis do Quitunde, Japaratinga, Maragogi, Passo de Camaragibe, Porto de Pedras, São Miguel dos Milagres, Barra de Santo Antônio, Matriz de Camaragibe, Porto Calvo serão contemplados com a nova estrutura.

 

Ministro Marx

 

Segundo o ministro Marx Beltrão “esse reforço na estrutura vai ampliar a qualidade e a oferta de energia do Litoral Norte e atender, sobretudo, as dezenas de empreendimentos em construção na região, especialmente os turísticos, além de beneficiar diretamente o comércio e a qualidade de vida dos moradores”.

 

Na reunião com o ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, o alagoano Marx cobrou e teve a garantia do pagamento de um passivo trabalhista de servidores da CEAL que já se arrasta há mais de 30 anos.  O pagamento dos passivos de servidores da CEAL vai beneficiar mais de 1700 funcionários. A primeira parcela deverá ser liberada a partir de abril, cumprindo um compromisso com os servidores.

 

Piranhas

Os empresários do setor de turismo em Piranhas também aguardam que uma nova subestação de energia elétrica seja instalada na região. O município vem recebendo uma grande demanda de turistas, assim como novos empreendimentos hoteleiros estão em fase de instalação, o que deverá aumentar a demanda no consumo de energia elétrica.

 

Os empresários assim como toda população de Piranhas alegam que nos horários de pico e também na alta estação de verão a qualidade da energia elétrica é péssima. Segundo os empresários a corrente de 220 cai para 180 volts inviabilizando, como ocorre no Litoral Norte. A Eletrobrás já realizou manutenção da rede para melhorar a qualidade da energia.

 

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *