Palmeira dos Índios vai ganhar mais visibilidade no turismo
   Mozart  Luna  │     12 de março de 2018   │     7:25  │  0

 

O município que teve como prefeito o ilustre escritor alagoano, Graciliano Ramos, admirado em todo Brasil pelo valor de suas obras literárias sempre aspirou à condição de se transformar em um destino turístico cultural.

Lá é um dos poucos municípios onde existe um museu dedicado a memória dos primeiro moradores do Brasil, que são os índios. O museu Xucurus é uma referência para quem deseja conhecer ou pesquisar um pouco sobre os índios que habitavam e ainda habitam a região, já que o município possui um reserva indígena, que pode ser visitada mediante autorização prévia.

 

Além do apelo cultural o município de  Palmeira dos Índios tem também uma das vistas panorâmicas mais lindas o Agreste de Alagoas, que é o Alto do Cristo do Goiti de onde se pode ver várias outras cidades da região. O município possui um parque hoteleiro razoavelmente bom, que oferece aos visitantes, conforto e principalmente um café da manhã regional delicioso.

Divulgação

 

Objetivando dar mais visibilidade ao município de Palmeira dos Índios o ministro do turismo, Marx Beltrão anunciou semana passada prefeito Júlio César o empenho de mais de R$ 1,9 mi, para apoio a projetos de infraestrutura turística com a construção de equipamentos como portais de acesso ao município, anunciado pelo ministro do Turismo, Marx Beltrão. O projeto é viabilizado por convênio firmado através do Ministério do Turismo.

 

Para o prefeito Julio Cezar, os portais darão mais visibilidade ao município, além de facilitar a identificação ao turista e ao visitante. “Mais uma parceria com o ministro Marx. A sinalização tem por objetivo melhorar a mobilidade e o deslocamento de pessoas e garantir a eficiência e a segurança nos acessos de entrada e saída do município. Mais um equipamento que agrega o nosso trabalho turístico”, afirma.

 

De acordo com o ministro Marx, os convênios com o Mtur, a exemplo de sinalização turística, contribuem para o conhecimento dos atrativos e para o desenvolvimento da atividade turística. “A função é educativa e indicativa, além de dinamizar o setor turístico, integra o turista com a paisagem visitada. Facilita a vida do turista e do visitante, além dos próprios moradores que passam a identificar melhor os pontos principais na cidade”, comenta.

 

Julio Cezar ainda destaca a importância da sinalização também de pontos turísticos. “Recebemos com frequência muitos visitantes em nossa cidade e um dos fatores para orientá-los é ter uma boa indicação para que possam se deslocar para os pontos turísticos”, conclui.

 

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *