Empadas brasileiras conquistam o gosto português
   Mozart  Luna  │     19 de fevereiro de 2018   │     8:20  │  0

 

O brasileiro não rejeita uma boa empatada e mais pedida é de camarão, segundo quem trabalha vendendo essa iguaria em lanchonetes e bares. A nossa culinária conseguiu desenvolver alguns tipos de salgados que não existem em outras partes do mundo, mas o destaque é a nossa empada que agora faz sucesso também na Europa, na cidade de Setubal em Portugal onde dois pequenos empresários João Franco e Victor Souza abriram a Casa da Zazá, uma fusão lusco-brasileira, localizada na rua Arronches Junqueiro, 115, Setúbal, Portugal.

Segundo João Franco, existe no Brasil cerca de 40 tipos de empadas, sendo o resultado das experiências de combinações de sabores e texturas, conferindo a empada brasileira o título das mais saborosas do mundo.

Esses dois brasileiros chegaram à cidade Setubal de bicicleta, uma “food-bike”, vendendo os treze tipos de empadas com recheios que conquistaram os portugueses. Hoje no restaurante, existem os aros das bicicletas na parede, numa demonstração desses empreendedores brasileiros, que foram para Portugal com uma idéia na cabeça e hoje fazem sucesso. Os sabores da food-bike eram de frango, frango com palmito, frango com milho, camarão, bacalhau e azeitona, doce de leite, goiabada e queijo.

 

Mamãe me ensinou

João Franco disse que aprendeu com  a mãe a fazer as empadas porque ela tinha uma fábrica de empadas em Petrópolis. O sucesso foi grande graças à aceitação dos consumidores e agora os dois são empresário com a Casa da Zazá.

Os portugueses se renderam ao sabor da verdadeira empada brasileira, que agora podem ser pedidas  para acompanhar com chá, vinho a copo, cerveja e até a tradicional sangria. A Casa da Zazá é um poit de encontro para diversos tipos de pessoa, que adoram o ambiente descontraído, com decoração em tons pastel e madeiras é relativamente pequena, mas a esplanada compensa em dias de sol.

 

Restaurante

Os dois brasileiros foram alem e hoje apostam em um restaurante que serve almoços, com pratos diários, bebida de copo e sobremesa a 7 euros. Aos sábados garantem haver sempre feijoada à brasileira, já que em Portugal os brasileiros atualmente são os estrangeiros que circulam no País.

No jantar o cardápio é uma grande novidade até para os brasileiros com bolinhos de feijoada fritos, recheados com couve e bacon, como num fricassé de frango desfiado com bacon e creme de milho gratinado com queijo ou ainda num lombo de bacalhau grelhado com batatas a murro.

Mas os dois empreendedores brasileiros prometem irem mais além votando ás ruas pedalando na food-bike, vendendo as empadas no verão pelas ruas e principalmente nas praias

 

 

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *