Operador de turismo de Portugal visita os Cânions do São Francisco e fica surpreso com as belezas naturais
   Mozart  Luna  │     6 de dezembro de 2017   │     19:13  │  0

A região dos Cânions do São Francisco recebeu, na última segunda-feira (4) a visita de uma dos maiores operadores de voos charters de Portugal, o empresário Pedro Ramos, da Alta Astral, convidado pelo empresário Manoel Foguete da empresa MF Tur e pelo Portal português tripseek.news, especializado em turismo na Europa e que possui correspondentes no Brasil.

O operador português visitou o hotel Aline, o primeiro quatro estrelas da região, localizado em Delmiro Gouveia e conheceu também o projeto do hotel Dunen em Piranhas. Os dois empreendimentos serão inaugurados até o final de dezembro, aumentando a oferta de leitos para 500 na região.

O operador visitou também duas pousadas de charme: Aconchego do Velho Chico e Pousada do Canto, por se tratar de equipamentos de hospedagem de qualidade e conceituado serviço e classificou os dois empreendimentos como excelentes.

Roteiro

Um roteiro especial preparado para mostrar todo potencial da região dos Cânions do São Francisco começando pelo receptivo Karrancas, localizado no Lago de Xingó, onde foi apresentada a riqueza da gastronomia local e toda estrutura de trabalho e a frota de catamarãs e lancha.

Um dos primeiros lugares visitados do roteiro aquático foi o passeio ao riacho do Talhado. Um lugar considerado único em todo Nordeste brasileiro e talvez na América Latina.

O Vale dos Mestres foi outro lugar visitado pelo operado português que não resistiu e caiu na água para nada. Graças à estrutura da MF Tur o empresário teve a oportunidade também de realizar um voo panorâmico de helicóptero por toda região.

O roteiro terminou com o pôr do Sol em um dos pontos mais altos dos Cânions, com direito a musica com saxofone e champanhe, uma opção de passeio Vips que vem sendo comercializado.

Cultura presente

O roteiro apresentado também mostrou que a região aflora a cultura e os museus do Sertão e o Museu Arqueológico de Xingó (MAX) deixou o operador português surpreso em encontra tantos atrativos naturais como culturais, se diferenciando de outros destinos em Alagoas que só tem praia e nada mais.

“O europeu gosta de praia, mas também de cultura e conhecimento e aqui temos tudo isso em uma região agradável”, disse ele. Pedro Ramos classificou Piranhas como uma cidade linda e muito agradável, com tudo para dar certo como destino turístico.

Logística

O operador português visitou também o aeroporto de Paulo Afonso na Bahia, que fica a 36 quilômetros apenas de Piranhas e ficou satisfeito com a boa estrutura encontrada. George Torres superintendente pelo aeroporto fez uma breve explanação técnica, garantido que o aeroporto tem condições de receber Boeing 737.

Os ministros alagoanos dos transportes Mauricio Quintella e do turismo Marx Beltrão por telefone também se colocaram à disposição do operador português para providencias investimentos necessário não só de Paulo Afonso como em Maceió, para viabilizar o aumento do fluxo de turistas europeus na região dos Cânions do São Francisco.

Atualmente o aeroporto de Paulo Afonso, opera com voos regulares realizados pela companhia aérea Azul, que saem de Salvador na Bahia e Recife em Pernambuco, com aviões ATR-72 com capacidade de até 75 passageiros. A duração de viagem entre Recife e Paulo Afonso é de uma hora e quinze minutos.

 

 

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *