Prefeito de Maragogi pede “plano de contingenciamento” para segurança
   Mozart  Luna  │     30 de novembro de 2017   │     8:40  │  0

 

 

Turismo é uma atividade que gera milhões e empregos no mundo todo, para isso é fundamental alguns itens fundamentais: belezas naturais,  cultura e segurança pública. Alagoas é um paraíso a parte no Brasil quando o assunto é belezas naturais e cultura, mas assim como todo Brasil sofreu com o crescimento da violência.

 

Entretanto graças ao trabalho do Governo do Estado os números têm demonstrado que nosso Estado é uma das poucas unidades da Federação, que tem demonstrado ter reduzido sensivelmente os índices de criminalidade, sendo considerado um dos estados mais seguros do Nordeste. Mas está conquista só foi possível com a mudança de governo em 2015 com o governo Renan Filho.

 

A conquista ainda não é completa porque existem focos como Maragogi, município que faz divisa com o estado de Pernambuco, um dos estados mais violentos do Brasil. Essa proximidade possibilita a presença de elementos pertencente a grupos criminosos que insistem em se estabelecer naquele município, propiciado também por deficiência no planejamento e execução do policiamento na região.

 

Plano de contingenciamento

 

O crescimento da violência principalmente dos assaltos a turistas nas praias foi pauta de reunião realizada na última terça-feira, em Maragogi, com empresários, comandantes da PMs, prefeitos e vereadores. O prefeito Sérgio Lira (PP) declarou em entrevista que saiu da reunião “satisfeito em parte” e que estará com o governado Renan Filho, no próximo dia 13 de dezembro para apresentar um plano de contingenciamento de emergência em segurança público objetivando reforçar o policiamento durante a alta estação de verão.

 

O prefeito disse que o aumento da violência encontra abrigo também nas favelas que surgiram nos últimos anos em Maragogi. Segundo a favelização de Maragogi é fruto da irresponsabilidade das gestões, que não tinham preocupação com o segurança.  Graças a essas favelas instaladas em Maragogi, grupos criminosos ligados ao narcotráfico se estabeleceram e estão em uma disputa acirrada pelo domínio do trafico. No meio dessa guerra estão os cidadãos maragogienses e o turismo que tem sido a principal vítima.

 

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *