Prefeitos se comprometem com um “Natal sem Lixões” destinando os resíduos para as CTRs
   Mozart  Luna  │     12 de setembro de 2017   │     12:24  │  0

A reunião do Consórcio Intermunicipal de Resíduos Sólidos ( Cigres) que ocorreu em Palmeira dos Índios decidiu uma data para o encerramento de todos os lixões dos municípios na região: 10 de dezembro de 2017.

Um dos pronunciamentos mais contundentes foi a do prefeito de Quebrangulo, Marcelo Lima, que propôs “Natal Sem Lixão”. Segundo ele é preciso  encerrar definitivamente os lixões e para isso é necessário que sejam instaladas as estações de transbordo.

“O Conagreste tem condições financeiras para dar andamento a implantação das estações de transbordo e para isso vamos estabelecer aqui metas, com a ajuda também de todos parceiros envolvidos para que definam dezembro, como o mês em que todos municípios da região encerrem seus lixões “, declarou Marcelo Lima.

A instalação de estações de transbordo, com o objetivo de otimizar custo e diminuir a distância entre a Central de Tratamento de Resíduos (CTR).  Os prefeitos estão preocupados com os custos do transporte para a CTR, localizada no município de Craíbas.

A reunião foi aberta pelo prefeito de palmeira dos índios, Júlio César , que pediu ao representante do Instituto Meio Ambiente (IMA), que não notificasse mais aos municípios que ainda estão com seus lixões em funcionamento. Júlio César pediu que pelo menos as notificações não fossem realizadas, enquanto os municípios estão se organizando para levar o lixo para as áreas de transbordos.

Segundo o representante do IMA as notificações realizadas poderão ser canceladas pelo Conselho Estadual de Meio Ambiente (CPRAM), que vai analisar os recursos dos prefeitos. Para ele muitos fatores serão levados em consideração como por exemplo, a iniciativa da realização da reunião que está discutindo alternativas para encerrar os lixões.

Educação

O presidente da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA), Hugo Wanderley, que também é prefeito de Cacimbinhas,  um dos problemas mais sério enfrentados pela prefeitura é com relação a educação da população, que tem jogado o lixo nas ruas e em locais indevido. “Estamos tentando conscientizar a população para não jogar lixo nas ruas e em breve estaremos multando quem fizer isso”, disse ele.

A Secretária de Meio Ambiente de Palmeira dos Índios, Ana França, destacou a importância da implantação da coleta seletiva para otimizar os custos do transporte para CTR. Segundo ela um ação importante é a instalação de ecopontos nas cidades, que ajudar muito na limpeza da cidade.

Ana França lembrou ainda que as empresas de médio porte, que produzam mais de 100 litros de resíduos, deve por força da lei providenciar o transporte do lixo produzido para a CTR. “Existe também aqueles produtos industriais que o fabricante deve recolher seus recipientes como é o caso dos agrotóxicos, disse ela.

Os prefeitos deliberaram também que será realizada uma assembléia geral ordinária no dia 10 de outubro em Arapiraca, para deliberar outras ações e um calendário de trabalho objetivando o encerramento dos lixões no dia 10 de dezembro.

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *