Monthly Archives: junho 2017

CVC é condenada a pagar indenização a passageiro
   Mozart  Luna  │     21 de junho de 2017   │     7:39  │  0

A 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL) condenou a CVC Brasil Operadora e Agência de Viagens S.A. a indenizar em R$ 9.659,72 um cliente que não conseguiu embarcar no avião por conta de erro da agência ao reservar as passagens aéreas. Do total, R$ 7 mil correspondem aos danos morais e R$ 2.659,72 aos danos materiais.

Consta nos autos que o passageiro obteve um pacote de viagem com destino a Florianópolis, saindo de Maceió. Na hora de embarcar para Santa Catarina, foi proibido de entrar na aeronave porque seu sobrenome estava incompleto no ticket de embarque.

Em contato com a equipe da CVC, não conseguiu solução, tendo que desembolsar um valor de R$ 1.392,36 para não perder o pacote pelo qual já havia pago. Ao término da viagem, o problema ocorreu novamente, obrigando o cliente a pagar mais R$ 1.267,36 pelas passagens de volta a Maceió.

A CVC alegou que o erro decorreu exclusivamente por culpa do cliente, que passou dados errados na hora da compra do pacote de viagem. Sustentou ainda que ofereceram ao cliente exatamente o serviço contratado por ele.

O relator do processo, desembargador Fábio José Bittencourt Araújo, afirmou que não há o que contestar, ficando claros os danos materiais, a partir do momento em que o cliente foi obrigado a comprar novas passagens. Ressaltou, ainda, que os transtornos suportados pelo consumidor ultrapassam as barreiras de um mero dissabor, qualificando, também, danos morais.

“Resta claro que houve falha na prestação dos serviços oferecidos aos consumidores, na medida em que cabia à apelante, ainda que por intermédio de sua franqueada, a cautela de promover o adequado preenchimento das informações atinentes ao pacote de viagem”, disse o desembargador.

 

>Link  

Delmiro Gouveia tem programação junina e alegria volta a cidade
   Mozart  Luna  │     19 de junho de 2017   │     20:32  │  0

 

A programação junina começa no próximo domingo (25) em Delmiro Gouveia com Jorge de Altinho, Doce Magia e Trio Pé de Serra e no dia seguinte dia 26 tem apresentação de um dos maiores cantores da poesia nordestina, Petrúcio Amorim. A festa continua e vai até o dia 29 com Flávio Leandro e Lissinho e Bruno.

A realização dos festejos foi esforço realizado pelo prefeito da cidade, Padre Eraldo Cordeiro e o ministro do turismo Marx Beltrão, que conseguiram recursos através do governo federal, para manter viva a tradição cultural do mês de junho e trabalhando para fazer novamente a população recuperar a alegria.

Delmiro Gouveia é o município que sempre realizou uma grande programação junina bem característica da época com direito a fogueira ecologia, onde é aproveitada a madeira da poda de arvoes e muita comida típica. Além disso terá a apresentação de quadrilhas organizadas pela população. Aliado a tudo isso acontece uma programação com shows com bandas e cantores de forró, na praça de eventos. Primando pela tradição verdadeiramente nordestina, sem as “plastificadas” bandas, que estão matando a nossas raízes culturais.

Entretanto nos últimos dois anos, a prefeitura havia deixado de patrocinar a realização dos festejos juninos, o que causou um grande impacto no comércio local e deixou a cidade triste, durante o período de uma das festas genuinamente nordestinas, onde o forró é animação do “matuto”, que se alegra com a chegada do período de inverno.

O esforço feito pelo prefeito e o ministro Marx Beltrão são uma resposta aos que não acreditavam que os festejos juninos fossem realizados, mas assim como o carnaval, que aconteceu, a festa de junho está garantida fazendo a população de Delmiro Gouveia voltar a sorrir novamente. Agora é só arrumar a mala, pegar a estrada e curtir o forró e o frio do Sertão.

>Link  

Alagoas é destaque a bordo da Avianca
   Mozart  Luna  │     18 de junho de 2017   │     6:22  │  1

Alagoas será destaque durante um mês dentro dos aviões da companhia aérea Avianca, através de um vídeo e da revista de bordo. Com o título “contrates alagoanos” a reportagem mostra todo potencial turístico alagoano, que vai desde piscinas naturais ao longo da costa, localizadas na extensa barreira da APA dos corais, passando dunas na Foz do São Francisco, até os famosos caninos.

A edição da revista da Avianca é um retrato fiel de nosso potencial diversificado que muito alagoanos sequer conhece. Potencial esse que vem sendo mostrado através iniciativas como da TV MAR, canal 25 da net, no programa Conheça Alagoas, que este ano comemora quatro anos no ar mostrando reportagens inéditas, como as baleias em Maragogi, que passam em outubro rumo à Antártida, cavernas e grutas no Sertão de Alagoas e trilhas que levam a sítios arqueológicos que ainda foram registados.

A reportagem da revista de bordo mostra riqueza de cada região de Alagoas, demonstrando que nosso Estado tem uma vocação inequívoca para o turismo, atividade que é a maior geradora de emprego no mundo. A reportagem é fruto de um esforço do governador Renan Filho (PMDB), através do secretário estadual de desenvolvimento e turismo, Helder Lima.

Mais os esforços para destacar Alagoas como o grande destino nacional, também tem encontrando respaldo no ministro do turismo, Marx Beltrão (PMDB) e do ministro dos transportes Maurício Quintella (PR), que não têm medido esforços para trazer para nosso Estado melhorias estruturais para atividade turística, como a reclassificação do aeroporto Zumbi dos Palmares, que atualmente é classe “C”, mas que deverá se “D”, para aterrizagem de aparelhos A 330, a retomada das obras da duplicação rodovia BR 101.

Réveillon

Maceió é hoje a capital melhor réveillon do Brasil, consolidando-se como o destino mais procurado no final do ano para virada de ano e férias, graças ao esforço de empresários e Governo do Estado que desta vez conta com o reforço do ministro Marx Beltrão, que se empenhou para dar todo apoio a mega programação que está sendo preparada.

Mas não é só Maceió que oferece uma grande virada de ano, no Litoral Norte, na chamada rota de charme, acontece o mais badalado réveillon do Brasil, em São Miguel dos Milagres. É o réveillon dos milagres, promovida pela empresa “Tamojunto”, que tem a frente o jovem empresário Mauricio Vasconcelos, um batalhador e ambientalista incansável pela divulgação da região no mundo.

Esse ano tanto Maceió, como Milagres se prepararam para bater recordes de público graças as ações do governo do estado de melhoria das rodovias e segurança pública.

>Link  

Ataque de mexilhão asiático paralisa abastecimento de água em Piaçabuçu e ameaça fornecimento de energia no Nordeste
   Mozart  Luna  │     17 de junho de 2017   │     9:00  │  1

O ataque de um mexilhão exótico de origem asiática (mexilhão dourado) aos sistemas de abastecimento de água de vários municípios ribeirinhos São Francisco causou a paralisação do serviço em Piaçabuçu, desde a última quinta-feira (15). O problema poderá ocorrer em qualquer outra cidade causando também problemas de saúde as pessoas. A coloração de água fica marrom e com gosto estranho, propriedade que ainda não foram avaliadas pelas autoridades de saúde.

A presença do mexilhão dourado em todo rio São Francisco já é uma realidade e segundo ambientalistas é uma ameaça não só ao sistema de abastecimento de água das cidades como também das hidrelétricas do complexo Paulo Afonso. Segundo informações do Ibama, esse tipo de mexilhão se prolifera com muita rapidez e facilidade se deslocando como larva e se fixando em superfícies sólida e molhada, formando colônias enormes, paralisando engrenagens. Outro dando causado pelos mexilhões dourados são a destruição de espécies nativas.

Essa espécie sobrevive em habitat de água salobra e o temor é que chegue as lagoas de Jequiá, Mundaú e Manguaba onde pode ser uma ameaça ao sururu, grande responsável pela geração de emprego e renda e alimento de milhares de famílias em Maceió.

O mexilhão dourado está sendo considerado o segundo maior “poluído natural” do rio São Francisco, depois do tucunaré, que também que originário do Amazonas e chegou ao Velho Chico através de criadores. O Tucunaré, conhecido como o “predador do São Francisco”, proliferou em todo rio destruindo a fauna nativa como surubins, pintados e a carapeba.

De onde vem  

O mexilhão-dourado é um molusco bivalve originário da Ásia. A espécie chegou à América do Sul provavelmente de modo acidental na água de lastro de navios cargueiros, tendo sido a Argentina o ponto de entrada. Do país vizinho chegou ao Brasil. Hoje a espécie já foi detectada em quase toda a região Sul e em vários pontos do Sudeste e Centro-Oeste.

Durante a fase larval, o mexilhão-dourado é levado livremente pela água ou por vetores (objetos que transportam a larva em sua superfície ou em seu interior) até que termina se alojando em superfícies sólidas, onde se fixa e cresce formando grandes colônias.

Por ter uma grande capacidade de reprodução e dispersão, além de praticamente não ter predadores na fauna brasileira, o mexilhão se espalha com rapidez, e por isso a espécie é considerada invasora. Pelos danos que causam, as espécies exóticas invasoras são consideradas “poluição biológica”. Estudos mostram que as invasões biológicas são a segunda maior causa de extinção de espécies, atrás apenas da destruição de habitats.

Para saber mais sobre espécies exóticas invasoras, acesse o site do Instituto Hórus: http://www.institutohorus.org.br/

Dentre os prejuízos causados pelo mexilhão-dourado podemos citar:
– Destruição da vegetação aquática;
– Ocupação do espaço e disputa por alimento com os moluscos nativos;
– Prejuízos à pesca, já que a diminuição dos moluscos nativos diminui o alimento dos peixes;
– Entupimento de canos e dutos de água, esgoto e irrigação;
– Entupimento de sistemas de tomada de água para geração de energia elétrica, causando interrupções frequentes para limpeza e encarecendo a produção;
– Prejuízos à navegação, com o comprometimento de boias,  trapiches, motores e de estruturas das embarcações. 

>Link  

Viçosa divulga programação junina
   Mozart  Luna  │     15 de junho de 2017   │     13:05  │  0

 

Viçosa Abre São João de Alagoas”, com esse tema, a cidade entra em ritmo de São João neste final de semana. A Prefeitura Municipal de Viçosa, através da Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo, realizará nos dias 16 e 17 de junho a abertura oficial dos festejos juninos na cidade.

A festa começa nesta sexta-feira (16) com dois dos artistas mais conceituados da cidade no quesito animação, Fabio Leite, filho do povoado Bananal com seu forró pé de serra, e Lucas Firmino com o forró estilizado abrindo as festividades.

No sábado a cidade receberá Carlinhos Baby, ex-integrante da banda Baby Som, bastante conhecido na cidade pelas grandes festas realizadas. A outra atração é a sensação do momento; Wallas Arrais, que nesta semana esteve no São João de Caruaru, é um dos nomes do momento no forró estilizado.

Com uma mega estrutura de palco e som, uma área coberta com capacidade para seis mil pessoas, Viçosa terá uma estrutura satisfatória para receber seu povo e turistas que sempre tiveram Viçosa como referência em cultura e lazer.

Na próxima semana será divulgada a programação para o encerramento dos festejos juninos.

Por Assessoria

>Link