Projeto aquaviário é rejeitado pela Câmara em Maragogi
   Mozart  Luna  │     1 de junho de 2017   │     23:58  │  0

 

 

Os vereadores de Maragogi rejeitaram ontem, por 6 X 4, o chamado projeto aquaviário do Poder Executivo Municipal, que propunha o disciplinamento do transito e o transporte aquático no município. O projeto era considerado polêmico principalmente porque, segundo os empresários envolvidos nos passeios às Gales, dava plenos poderes ao chefe do executivo municipal de conceder, cassar e transferir alvarás desse serviço.

O projeto havia ido para votação 15 dias atrás, as devido à grande discursão causada foi retirado para ser debatido em uma audiência pública que foi realizada semana passada, sofrendo proposta de mudanças. Nos bastidores ocorriam as conversações com os empresários sobre as consequências se o projeto fosse aprovado.

Até semana passada o placar contra o projeto era de 6X4, e a votação se confirmou ontem com o grupo de vereadores atendendo aos pedidos de empresários e trabalhadores que atuam no serviço de transporte de turísticas votando contra o projeto. Os vereadores que votaram favoráveis ao projeto aquaviário foram: Dani da Elba, Oredes Fernando da Skoll e Pipo. Os vereadores que votaram contra o projeto atendendo aos pedidos dos empresários e trabalhadores foram: Jozemir Júnior, Junior da Barra Grande, Irmã Mônica, Jailson Carnaúba, Gera e Wan Luna.

Prefeito

O prefeito Sérgio Lira (PP) antes da votação do projeto na Câmara, havia sido informado sobre como seria o placar da votação. Ciente da rejeição do projeto do Poder Executivo Lira disse que vai acatar a deliberação do Legislativo, mas não descartou de reapresentar um outro projeto antigo, elaborado pela gestão passada. Agora é aguardar o que acontecerá com a volta do “enterro”.

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *