Porto de Maceió vai entrar no roteiro dos grandes navios de turismo
   Mozart  Luna  │     15 de maio de 2017   │     19:46  │  0

 

 

Maceió entrará definitivamente na rota dos grandes navios de passageiros que fazem viagens de cruzeiro por todo mundo, graças a obra de drenagem e construção do terminal de passageiros do Porto de Jaraguá. O anuncio obra foi realizado pelos ministros Mauricio Quintella (PR) e Marx Beltrão (PMDB), hoje pela manhã, com a liberação de R$ 80 milhões do Governo Federal. O processo licitatório começa em junho desse ano.

Maceió sempre foi um destino cobiçado pelas operadoras de turismo que trabalham com os navios transatlânticos que navegam entre a Europa, Estados Unidos, Caribe e a América Latina. Entretanto as dificuldades eram muito grandes porque o porto da capital alagoana não tem termina de passageiros.

Com a instalação do terminal de passageiros Alagoas entra definitivamente no roteiro das grandes viagens de navio principalmente entre a Europa e a América Latina. O terminal vai proporcionar a geração de empregos e renda já que um navio de porte médio chega a transportar até 3,5 mil pessoas, que vai descer em Maceió em busca de passear, se alimentar e fazer compras.

Os ministros do Turismo, Marx Beltrão e dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella, anunciaram R$ 80 milhões em investimentos para o Porto de Maceió, nesta segunda-feira (15), durante lançamento do programa Qualifica Porto e visa qualificar 600 trabalhadores.

O administrador do Porto de Maceió, Tadeu Lira, informou os recursos são oriundos do Programa Qualifica Porto que visa capacitar o profissional para o mercado. “O projeto tem por objetivo ofertar às empresas instaladas dentro do Porto de Maceió um profissional capacitado e que possa atender à expectativa em diversas áreas”, afirmou.

Drenagem

Paralelamente a construção do terminal de passageiros será realizada a obra de drenagem. “Os investimentos visam aumentar a movimentação de cargas dos navios, nos prepararmos para receber transatlânticos, além do anúncio do terminal turístico para fomentar a atividade com a geração de emprego e renda”, declarou o ministro Marx Beltrão.

Já o Maurício Quintella lembrou o problema antigo da dragagem, que possuía 8,5 mil metros de profundidade, o que inviabilizaria a captação de investimentos, geração de empregos e recebimento de cruzeiros de grande porte. “Os investimentos serão realidade e vamos tornar o porto mais competitivo. A qualificação profissional faz parte desse momento”, comentou o ministro.

A construção de um terminal de passageiros também foi garantida e a obra deve ser concluída até o final de 2018. A meta é fazer com que o aumento na movimentação de cargas dos navios cresça em 25%.

De acordo com o ministro do Turismo, Marx Beltrão, a pasta do turismo já destinou para Alagoas o montante de R$ 417 milhões, que foram contratados para a realização de 175 obras junto aos municípios e outras 18 em parceria com o Governo do Estado, através do Ministério do Turismo.

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *