Seu Djalma, o oleiro que dá vida ao barro
   Mozart  Luna  │     17 de abril de 2017   │     22:23  │  0

 

FullSizeRender (15)

 

O município de Satuba tem uma história bastante ligada a arte da cerâmica, tanto assim que essa atividade teve grande importância para sua economia nas décadas de 70 e 80, com muitas olarias de onde saia uma grande produção de telhas e tijolos para Alagoas e outros estados nordestinos.

Graças e existência dessas olarias que o artesão Djalma Francisco de Paula, o Seu Djalma, resolveu fincar em Satuba suas raízes. Pernambucano de Tracunhaém Seu Djalma trabalha com a arte da cerâmica desde os dez anos de idade e hoje aos 71 anos de idade, continua dando formas ao barro e mostrando sua arte ao mundo.

FullSizeRender (14)

Entretanto para chegar a excelência que atingiu no trabalho artesanal de produzir obras de arte com o barro, como Mestre Vitalino de Caruaru, Seu Djalma viajou muito também para aperfeiçoar sua técnica e assim da uma identidade própria as suas peças.

FullSizeRender (13)

Começo

Tudo começou em 1982 veio ao estado de Alagoas, ficando por pouco tempo na cidade de Porto Calvo. Resolveu, em seguida, voltar para Pernambuco. Durante a viagem, passando pela pequena cidade de Satuba, olhou pela janela do ônibus e viu uma olaria. No mesmo instante pediu ao motorista que parasse o coletivo, pois ele iria ficar ali mesmo. Trabalhou por vários anos na olaria que avistou, até que a mesma entrou em crise por problemas administrativos. Teve a ideia de alugar o local e a olaria voltou a prosperar. Devido a uma disputa de terra na Justiça, teve que sair da área e com o pouco de dinheiro que tinha adquiriu um terreno na parte alta da cidade. Improvisou inicialmente sua moradia com lona, tábuas e telhas doadas pelo ex-patrão. Fez sua própria olaria nesta nova área adquirida. Hoje, através de lei Municipal, a rua em que mora Seu Djalma tem onome do próprio artesão, mas preferiu “batizá-la” como Rua do Visgueiro, valorizando a árvore que embeleza sua região de moradia.

IMG_2137 (1)

Criatividade

Atualmente Seu Djalma é procurado por artistas e arquitetos que encomendam a ele peças exclusivas, para decoração de ambientes ou para atender a solicitações para compor exposições de arte.

Com inegável amor a sua arte, difunde o seu conhecimento com quem demonstre interesse, já tendo realizado cursos na Universidade Federal de Alagoas (UFAL), Colégio Marista e cidades do interior, como Pedra Talhada-PE e Quebrangulo-AL, formando assim discípulos de sua arte.

Seu nome já está incluído entre os mestres artesãos de Alagoas e aos 71 anos de idade, vivendo há 35 anos em Satuba, Seu Djalma é destaque na galeria do patrimônio do artesanato de Alagoas. Com espírito bastante jovem, este cidadão precisa ser mais aproveitado para transmitir seu conhecimento e técnica às novas gerações.

 

 

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *