Perigo no rio Paraíba
   Mozart  Luna  │     16 de março de 2017   │     7:00  │  0

IMG_1636O período de seca que se abateu sobre o Vale do Rio Paraíba, nos últimos dois anos proporcionou o crescimento de uma densa vegetação no leito, com árvores com até dois metros de altura no trecho entre Quebrangulo até Atalaia. O prefeito de Quebrangulo, Marcelo Lima (PMDB) alertou para o perigo que representa essa vegetação para cidades no período de chuvas. Essa densa vegetação que ocupa o leito do rio represa a água durante certo momento, ganhando volume e força arrastando logo em seguida tudo as pontes e invadindo a zona urbana das cidades em seu percurso, causando destruição como ocorreu em 2010 em Quebrangulo. O prefeito de Viçosa, Davi Brandão (PSDB) também disse que está bastante preocupado com essa vegetação no leito do rio Paraíba.

 

IMG_1638Segundo ele tem árvores que estão com raízes profundas no leito do rio e que precisam ser retiradas para evitar o represamento das águas no período de chuvas que se aproxima. O prefeito de Quebrangulo, Marcelo Lima, que é também diretor da Associação dos Municípios Alagoas, (AMA) enviou aos órgãos ambientais solicitação de providencias para que a vegetação seja retirada como medida preventiva para evitar uma nova destruição das cidades do Vale do Paraíba. Vale lembrar que a grande enchente ocorrida em 2010 no Vale do Paraíba se deu pelo grande volume de água e os entulhos que a represaram.

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *